Utah Jazz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Utah Jazz
Conferência Oeste
Divisão Noroeste
Fundado 1974
História New Orleans Jazz
(1974-1979)
Utah Jazz
(1980-presente)
Arena EnergySolutions Arena
Cidade Salt Lake City
 Utah
 Estados Unidos
Cores do Time Azul Marinho, Verde Musgo e Branco
Proprietário Greg Miller
Diretor Técnico Dennis Lindsey
Técnico Quin Snyder
Afiliação na D-League Utah Flash
Campeonatos 0
Títulos de Conferência 2 (1997, 1998)
Títulos de Divisão 8 (1984, 1989, 1992, 1997, 1998, 2000, 2007, 2008)

Utah Jazz é um time de basquete da National Basketball Association situado em Salt Lake City, Utah.

Jogadores do Utah Jazz jogando em Salt Lake City, Utah.

História da Franquia[editar | editar código-fonte]

1974-1983[editar | editar código-fonte]

A franquia Jazz foi fundada em 1974, na cidade de New Orleans. Na época, um grupo de investidores locais, liderados pelo sócio majoritário Sam Battistone, pagou 6,15 milhões de dólares para tornarem o New Orleans Jazz a décima-oitava equipe da NBA [1] . Apesar de contar com uma das maiores atrações da NBA na época, o armador Pete Maravich, a equipe terminou nas últimas colocações da sua divisão (central) durante 5 temporadas seguidas[2] . Como curiosidade, a equipe tinha direito à primeira escolha no draft universitário de 1979, mas acabou tendo que repassá-la para o Los Angeles Lakers devido a uma troca realizada anos antes. Os Lakers utilizaram essa escolha para selecionar Magic Johnson.

Os fracassos da equipe acabaram levando a um acúmulo de perdas financeiras, chegando aos 5 milhões de dólares após o final da temporada 1978-1979. Battistone decidiu então levar a equipe para Salt Lake City, cidade que anos antes havia sido sede da equipe do Utah Stars, da American Basketball Association. Apesar do Jazz não ter nenhuma ligação com a cultura da cidade de Salt Lake City, o nome e as cores foram mantidos, e a equipe foi rebatizada como Utah Jazz. Nas quatro primeiras temporadas em Salt Lake City, o Utah Jazz manteve-se como uma das piores equipes da NBA, fato que começou a mudar com a chegada do novo Gerente Geral (e depois, técnico) Frank Layden.

Layden, com um estilo quase caricato, chamou a atenção do público em Salt Lake City que, a partir de um certo momento, na falta das vitórias e dos grandes astros, começou a ir aos jogos do Jazz para ver o "show" de Layden no banco da equipe. Mas Layden também era um excelente executivo, e começou a montagem de uma equipe que seria uma das mais bem-sucedidas nas duas décadas seguintes.

1984-1990[editar | editar código-fonte]

Em 1984, liderado pelo pivô Mark Eaton, o ala Adrian Dantley e o armador Rickey Green, o Utah Jazz venceu sua divisão pela primeira vez e classificou-se para os playoffs. O melhor, porém, ainda estava por vir. Com a décima-sexta escolha no draft daquele ano, a equipe escolheu o pouco conhecido armador John Stockton, da universidade de Gonzaga. No ano seguinte, a equipe usou a décima-terceira escolha do draft para selecionar o ala-pivô Karl Malone, da universidade de Louisiana Tech. Durante os cinco anos seguintes, Stockton e Malone criaram um entrosamento quase que inigualável na história da NBA, levando o Jazz a sucessivas participações nos playoffs.

Durante esse período, em 1985, Sam Battistone colocou a equipe à venda, já que as perdas em 11 anos de NBA já chegavam a 17 milhões de dólares. A possibilidade de perder a equipe mobilizou a comunidade de Salt Lake City, o que chamou a atenção de um empresário local do ramo de revenda de automóveis chamado Larry H. Miller. Miller pagou 8 milhões de dólares por metade da equipe e, um ano depois, adquiriu a outra metade por 9 milhões de dólares. Por ser um empresário, Miller modificou o modelo de administração da equipe, e passou a atrair os fãs locais deixando claro que, se eles não suportassem a equipe e ela tivesse que mudar-se para outro estado, Salt Lake City possivelmente nunca mais teria uma equipe de basquetebol profissional. Já na temporada de 1986-1987 a equipe passou a dar lucro [1] .

Em 1988, Layden resolveu deixar o cargo de técnico, e em seu lugar assumiu o assistente Jerry Sloan, que permanece como técnico da equipe até os dias de hoje.

1991-2003[editar | editar código-fonte]

Sob a liderança de Malone e Stockton, os Jazz chegaram à sua primeira final de conferência na temporada 1991-1992, perdendo para o Portland Trail Blazers. Em 1994, uma troca trouxe Jeff Hornacek para a equipe. Hornacek mostrou-se o coadjuvante perfeito para Stockton e Malone. Outras duas derrotas em finais de conferência viriam até que, em 1997, os Jazz derrotaram o Houston Rockets em um jogo memorável em que a equipe virou nos últimos minutos, culminando em um arremesso de 3 pontos de John Stockton ao soar da campainha de final de jogo. Na final da NBA, porém, a equipe foi derrotada por 4-2 pelo Chicago Bulls de Michael Jordan. A equipe repetiria o título da Conferência Oeste na temporada seguinte, apenas para ser novamente derrotada pelo Chicago Bulls.

Nos anos seguintes, o Jazz manteve-se como um participante assíduo dos playoffs. O final da era de sucesso dos Jazz iniciou-se com aposentadoria de Hornacek em 2001, e culminou com a aposentadoria de Stockton e a ida de Malone para o Los Angeles Lakers em 2003.

2003-2005[editar | editar código-fonte]

Com a saída de seus principais jogadores, foi a hora do Jazz reconstruir sua equipe. A temporada de 2003-2004 foi surpreendente, uma vez que uma equipe de desconhecidos, liderada pelo jovem russo Andrei Kirilenko, ficou a uma vitória de classificar-se para os playoffs, quebrando assim uma série de 20 participações consecutivas dos Jazz em playoffs. Tendo um grande espaço abaixo do teto salarial, o Jazz contratou o ala-pivô Carlos Boozer e o pivô Mehmet Okur antes da temporada 2004-2005, porém contusões e problemas de relacionamento levaram os Jazz à sua pior temporada desde 1981-1982, vencendo apenas 26 jogos. A má classificação deu aos Jazz o direito da quinta escolha no draft de 2005 que, somada a outras duas escolhas pertencentes à equipe, permitiu uma troca com o Portland Trail Blazers pela terceira escolha no draft. Essa escolha foi usada para selecionar o armador Deron Williams, da universidade de Illinois.

2006-2010[editar | editar código-fonte]

A combinação de Deron Williams, Carlos Boozer, Mehmet Okur e Andrei Kirilenko tornou os Jazz competitivos novamente. A equipe esteve perto de uma vaga nos playoffs em 2005-2006, e finalmente conseguiu conquistar novamente um título de divisão e uma vaga nos playoffs. Atuações soberbas de Williams e Boozer levaram o Jazz de volta às finais de conferência, onde foram derrotados pelo San Antonio Spurs. Os Jazz repetiriam o título da divisão do noroeste em 2007-2008, perdendo para o Los Angeles Lakers na segunda rodada dos playoffs.

2010-Atualmente[editar | editar código-fonte]

Durante o Draft de 2010 o Jazz selecionou Gordon Hayward como a 9ª escolha e Jeremy Evans na segunda rodada.

Carlos Boozer se tornou agente livre em 7, de Julho, de 2010 e assinou um contrato de 5 anos, e um salário de $80 Milhões com o Chicago Bulls. Outro a sair da equipe foi Wesley Matthews, que assinou por 5 anos, e uma salário de $33 Milhões com o Portland Trail Blazers.

Em menos de uma semana após a troca de Carlos Boozer, em 13, de Julho, de 2010 a equipe trocou Kosta Koufos, e duas futuras escolhas no draft, pelo ala/pivô do Minnesota Timberwolves Al Jefferson, usando a saída de Boozer para não exceder no limite salarial. Em 10, de Fevereiro, de 2011, o então Técnico Jerry Sloan, rescindiu com a equipe de Salt Lake City no meio da temporada, junto com o assistente Phil Johnson. Assim Tyrone Corbin, foi nomeado o como o novo Técnico, e uma semana depois assinou como assistente, o ex-jogador do Jazz Jeff Hornacek.

Em 23, de Fevereiro, de 2011, o Jazz trocou a estrela de seu time, o Armador, Deron Williams, que foi para o New Jersey Nets, por duas escolhas no Draft, uma no de 2011, e outra no de 2012,uma do Nets(2011) e outra do Golden State Warriors em 2012, e os jogadores, Devin Harris e Derrick Favors.

Elenco Atual[editar | editar código-fonte]

Utah Jazz
Jogadores Comissão Técnica
Pos. # País Nome Altura Peso Universidade
C -- Letónia Andris Biedriņš 2 13 m 110 kg Letônia
G 3 Estados Unidos Trey Burke 1 83 m 86 kg Michigan
G 10 Estados Unidos Alec Burks 1 98 m 92 kg Colorado
G -- Estados Unidos Ian Clark 1 91 m 79 kg Belmont*
F 40 Estados Unidos Jeremy Evans 2 06 m 88 kg Western Kentucky
F/C 15 Estados Unidos Derrick Favors 2 08 m 112 kg Georgia Tech
C 27 França Rudy Gobert 2 16 m 100 kg França
G/F 20 Estados Unidos Gordon Hayward 2 03 m 95 kg Butler*
F 24 Estados Unidos Richard Jefferson 2 01 m 104 kg Arizona
C 0 Turquia Enes Kanter 2 11 m 121 kg Turquia
G 5 Estados Unidos John Lucas III 1 80 m 75 kg Oklahoma State
G 25 Estados Unidos Brandon Rush 1 98 m 95 kg Kansas
F 2 Estados Unidos Marvin Williams 2 06 m 111 kg North Carolina
Técnico
Técnicos assistentes

Legenda
  • (C) Capitão
  • (D) Escolhido no Draft
  • (FA) Free agent
  • (IN) Inativo
  • (S) Suspenso
  • (INJ) Contundido

Elenco
• Última atualização: 31-07-2013


Números Aposentados[editar | editar código-fonte]

8 camisas foram aposentadas no Jazz, são elas:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b [1]
  2. [2]