Utomlionnie Solntsem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Utomlionnie Solntsem
Sol Enganador (PT)
O Sol Enganador (BR)
 Rússia/ França
1994 • Cor • 152 min 
Direção Nikita Mikhalkov
Produção Nikita Mikhalkov
Michel Seydoux
Coprodução Jean-Louis Piel
Vladimir Sedov
Nicole Canne
Produção executiva Leonid Vereschtchaguine
Roteiro Nikita Mikhalkov
Rustam Ibragimbekov
Elenco Nikita Mikhalkov
Oleg Menshikov
Ingeborga Dapkunaite
Género Drama
Idioma Russo
Francês
Música Eduard Artemyev
Direção de fotografia Vilen Kalyuta
Figurino Natalya Ivanova
Edição Enzo Meniconi
Página no IMDb (em inglês)

O Sol Enganador (em russo Утомлённые солнцем; Utomlionnie Solntsem e em francês Soleil Trompeur) é um filme com produção russa e francesa de 1994, do gênero drama, dirigido por Nikita Mikhalkov.

Neste filme, o cineasta Nikita Mikhalkov também atua, no papel de um oficial soviético.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A história do filme se passa em 1936, denunciando o autoritarismo do regime soviético. No filme aparece uma pequena bola de fogo que fica passeando pelos campos e florestas em que vivem as personagens. Essa bola, com a prisão de Kotov, o oficial russo e herói da revolução, se lança numa árvore e explode no final do filme. A pequena bola é um pequeno sol, metáfora visual do "sol enganador" do título, ou seja, o regime soviético.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Oscar 1995 (EUA)

Festival de Cannes 1994 (França)

BAFTA 1996 (Reino Unido)

  • Indicado na categoria de melhor filme em língua não inglesa.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • Mikhalkov é dos mais críticos cineastas a avaliar as consequências da revolução e do regime soviético. Isso fica claro em filmes como Anna: Ot shesti do vosemnadtsati (Ana, dos 6 aos 18) ou Urga.
  • A perda de valores tradicionais e do individualismo é vista como um problema para o cineasta, que ataca o regime soviético como um repressor do humanismo.
  • O filme é extremamente poético e uma reconstituição histórica interessada apenas em criar uma atmosfera que permita à obra fazer sua denuncia. Como os grandes cineastas russos de outrora, Mikhalkov, com todo o seu tradicionalismo e moralismo, realizou uma obra-prima.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Cartaz do filme Sol enganador