Várzea da Ovelha e Aliviada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portugal Várzea da Ovelha e Aliviada  
—  freguesia portuguesa extinta  —
Brasão de armas de Várzea da Ovelha e Aliviada
Brasão de armas
Várzea da Ovelha e Aliviada está localizado em: Portugal Continental
Várzea da Ovelha e Aliviada
Localização de Várzea da Ovelha e Aliviada em Portugal Continental
41° 12' 31" N 8° 06' 15" O
Concelho primitivo Marco de Canaveses
Concelho (s) atual (is) Marco de Canaveses
Freguesia (s) atual (is) Várzea, Aliviada e Folhada
Extinção 28 de janeiro de 2013
Área
 - Total 14,33 km²
População (2011)
 - Total 2 169
    • Densidade 151,4/km2 

Várzea da Ovelha e Aliviada foi uma freguesia portuguesa do concelho de Marco de Canaveses, com 14,33 km² de área[1] e 2 169 habitantes (2011).[2] Densidade: 151,4 hab/km².

Foi extinta (agregada) pela reorganização administrativa de 2013,[3] sendo o seu território integrado na freguesia de Várzea, Aliviada e Folhada.

Caracterização[editar | editar código-fonte]

O património histórico e etnográfico desta antiga freguesia é de grande riqueza.

Dele salientam-se o Castro de Pinheiro, reduto arqueológico de extrema importância, a Igreja Matriz de Várzea da Ovelha datada do século XV e de arquitectura românica, o Solar do Cabo dos Condes de Leiria do século XVII, com a capela dedicada a São João Baptista, a Casa do Pinheiro, o Solar das Nogueiras e a Casa da Botica.

Com efeito, juntamente com os seus parques naturais, o rio Ovelha e o rio Tâmega, o artesanato e as actividades de caça e de pesca, o espólio monumental da antiga freguesia poderia ser preservado e aproveitado para fins turísticos. Neste aspecto, Várzea da Ovelha tem recantos de aldeia rural com um valor patrimonial único que devia estar melhor preservado e mais divulgado.

Personalidades[editar | editar código-fonte]

Foi em Várzea de Ovelha e Aliviada que nasceu Carmen Miranda, a "Pequena Notável". A casa onde nasceu e viveu até partir para o Brasil com a família ainda existe e conserva ainda a cama onde a cantora nasceu.

Referências

  1. IGP (2012). Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2012.1 (XLS-ZIP) Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2012.1 Instituto Geográfico Português. Visitado em 30/07/2013. Cópia arquivada em 09/11/2013.
  2. INE (2012). Quadros de apuramento por freguesia (XLSX-ZIP) Censos 2011 (resultados definitivos) Instituto Nacional de Estatística. Visitado em 27/07/2013. Cópia arquivada em 08/10/2014. "Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_NORTE""
  3. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.