Vættir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Vættir era o nome (no plural, no singular Vættr) que se dava a tribos e/ou raças de seres sobrenaturais que povoavam a Mitologia nórdica, principalmente os Álfar (elfos), os Dvergar (Anões), os Jötnar(gigantes), e até os deuses, como os Æsir e os Vanir.

Cada raça de Vættir tinha suas caracteristicas próprias, mas fazer uma distinção entre eles é complicada, considerando que os deuses eram descendentes de gigantes (e alguns podiam se casar com gigantes e até serem venerados como os deuses), o fato de que anões podiam ter nomes e até a aparência de elfos (e vice-versa), e ainda vale resaltar que os Æsires e Vanires não eram raças diferentes de deuses, mas sim tribos diferentes de deuses. Porém, de todas as diferenças entre as raças, é possível destacar:

  • Os Anões eram ferreiros que viviam em cavernas e no subsolo da terra;
  • Os Gigantes eram mutantes sobrenaturais de tamanho titânico cuja a aparência podia ser humanóide ou monstruosa, como é o caso de Fenrir e Jormungand;
  • Os Elfos eram espiritos semi-divinos da natureza, cuja a beleza e as habilidades naturais eram surpreendentes, embora os elfos-negros fossem seres hediondos que viviam na escuridão das cavernas (uma das razões de serem confundidos por anões);
  • Os deuses (divididos entre Æsir e Vanir) eram forças da natureza que protegiam os seres humanos que os veneravam e/ou respeitavam.
Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.