V (gesto)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O cantor Robbie Williams fazendo um sinal de V como um insulto.
A cantora Rihanna usando o sinal de V, como um sinal de paz e amor, 2011.
Winston Churchill dando seu famoso sinal de "V de Vitória" em 1943.

O sinal de V é um gesto com a mão em que o dedo indicador e o médio são levantados e separados, enquanto que os outros dedos permanecem cerrados. Possui vários significados, dependendo do contexto cultural e como ele é apresentado. É bastante usado para representar a letra "V" como em "vitória", especialmente pelas tropas aliadas durante a Segunda Guerra Mundial. Também é usado por pessoas do Reino Unido e culturas afins como um gesto ofensivo (quando exibido com a palma para dentro); e, para muitos outros, simplesmente para sinalizar o número 2. Desde os anos 1960, quando o "sinal de V" foi amplamente adotado pelo movimento de contracultura, ele passou a ser usado como um símbolo da paz (geralmente com a palma para fora).

Uso[editar | editar código-fonte]

O significado do sinal V é em parte dependente da forma como a mão é posicionada:

  • Com a parte de trás da mão voltada para o gesticulante (palma da mão voltada para o observador), pode significar:
    • dois (o número) - uma comunicação não-verbal de quantidade.
    • Vitória - em um cenário de guerra ou competição. Foi popularizado em janeiro de 1941 por Victor de Laveleye, um político belga, que pediu para que os belgas escolhessem o sinal como um símbolo de unidade. Primeiramente, foi usado principalmente na Bélgica, mas logo outros aliados copiaram o símbolo.[3] Às vezes, é feito usando as duas mãos com os braços erguidos.
    • Paz e amor, ou amizade - utilizado em todo o mundo por grupos pacifistas e de contracultura; popularizado no movimento pacifista americano da década de 1960.
    • V (a letra) - usado como ortografia na língua de sinais americana[4] .

Referências

  1. Sinal de V como um insulto:
  2. Eric Patridge, Tom Dalzell, Terry Victor. (2008.) The Concise New Partridge Dictionary of Slang and Unconventional English, Routledge, p. 683. ISBN 0-203-96211-7
  3. ‘V for Victory’ widespread across Europe - World War II Today.
  4. Staff. American Manual Alphabet Chart Center for Disability Information & Referral (CeDIR), Indiana Institute on Disability and Community at Indiana University

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]