Valor esperado do vácuo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teoria quântica de campos
Feynmann Diagram Gluon Radiation.svg
(Diagramas de Feynman)
Histórica
Ferramentas
Anomalia
Teoria efetiva dos campos
Matriz CKM
Valor esperado do vácuo
Faddeev–Popov ghosts
Diagramas de Feynman
Fórmula da redução de LSZ
Propagator
Quantização
Renormalização
Vácuo quântico
Teorema de Wick
Axiomas de Wightman

Na teoria quântica de campos o valor esperado do vácuo de um operador físico é sua média, ou valor esperado, no vácuo. O valor esperado do vácuo de um operador O \ é, geralmente, representado por \langle O\rangle.

Um dos exemplos mais conhecidos do valor esperado do vácuo de um operador que leve à um efeito físico é o efeito Casimir.

Utilidade[editar | editar código-fonte]

O conceito físico do valor esperado do vácuo é importante devido ao uso nas funções de correlação na teoria quântica de campos. Também é muito utilizado na quebra espontânea de simetria.

Alguns valores esperados do vácuo são:

O covariância de Lorentz observado do espaço-tempo permite apenas a formação de condensados que são escalares de Lorentz e tenham carga que desapareçam. Logo condensados de fermiãos devem ser da forma

\langle\overline\psi\psi\rangle

onde \psi \ é o campo fermiônico. De forma similar um campo tensor, G_{\mu\nu} \ , apenas pode ter um valor escalar esperado da seguinte forma

\langle G_{\mu\nu}G^{\mu\nu}\rangle

Entretanto em alguns vácuos da teoria das cordas, condensados não escalares podem ser encontrados. Se esta teoria conseguir descrever corretamente o universo, então será observador uma quebra de simetria na covariância de Lorentz.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.