Valproato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Valproato
Alerta sobre risco à saúde
Valproic acid.svg
Valproic acid3Dan.gif
Nome IUPAC 2-propylpentanoic acid
Identificadores
Número CAS 99-66-1
PubChem 3121
DrugBank APRD00256
ChemSpider 3009
Código ATC N03AG01
SMILES
Propriedades
Fórmula química C8H16O2
Massa molar 144.2 g mol-1
Farmacologia
Biodisponibilidade Rapid absorption
Via(s) de administração Oral, intravenous
Metabolismo Hepaticglucuronide conjugation 30–50%, mitochondrial β-oxidation over 40%
Meia-vida biológica 9–16 hours
Ligação plasmática Concentration-dependent, from 90% at 40 µg/mL to 81.5% at 130 µg/mL
Excreção Less than 3% excreted unchanged in urine.
Classificação legal


POM (UK) -only (US)

Riscos na gravidez
e lactação
D—teratogenic
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.
Valproic-acid-2D-skeletal.png

O valproato, também conhecido como ácido valpróico, é um dos antiepilépticos de eleição tanto nas crises generalizadas, como nas crises focais ou nas crises secundariamente generalizadas. Tal como a fenitoína e a carbamazepina, o valproato bloqueia as descargas repetidas e prolongadas dos neurónios, que estão por trás de uma crise epilética. Estes efeitos devem-se, em doses terapêuticas, à diminuição da condutância dos canais de sódio voltagem-dependentes.

Relativamente aos seus efeitos secundários, os agudos incluem náuseas, vómitos, dor abdominal, aumento de peso e alopécia. Em termos de toxicidade idiossincrática, há que considerar a hepatotoxicidade e a trombocitopénia.