Vampire: The Eternal Struggle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vampire: The Eternal Struggle é um jogo de cartas colecionáveis baseado no RPG Vampiro: A Máscara publicado pela White Wolf, Inc.[1]

O jogo foi projetado em 1994 pelo matemático e designer de jogos Richard Garfield e inicialmente publicado pela Wizards of the Coast com o nome de Jyhad.

Depois da expansão Sabbat, de 1996, a empresa abandonou sua publicação, e em 2000 a White Wolf assumiu o seu desenvolvimento. É atualmente um dos jogos de cartas colecionáveis mais antigos existentes no mercado. Ele é freqüentemente abreviado como VTES ou V:TES.

Em 2004, a revista americana Inquest Gamer escolheu VTES como o melhor jogo de cartas colecionáveis de todos os tempos para dois ou mais jogadores.

O jogo conta hoje com quatro torneios continentais: Norte-Americano, Sul-americano, Europeu e Australiano[2] , além de vários torneios nacionais, incluindo o Brasileiro e o Português.

Características Gerais[editar | editar código-fonte]

O jogo é baseado no Mundo das Trevas, sendo centrado no cenário de Vampiro: A Máscara. O cenário do jogo é um mundo igual à Terra, mas, habitado por criaturas sobrenaturais: (vampiros, lobisomens, magos, etc.).

A temática do jogo envolve o terror e o sobrenatural. Como os eventos da Gehenna terminaram oficialmente com o Mundo das Trevas, o VTES é considerado um tipo de realidade alternativa, sendo atualmente, o seu único produto oficial ambientado no Mundo das Trevas.

Em Vampire, cada jogador assume o papel de um "Matusalém", um vampiro ancião manipulador, que tentará eliminar os demais anulando sua influência e poder. Para atingir este fim, os Matusaléns controlarão e manipularão vários servos (principalmente vampiros mais jovens) atacando e destruindo os recursos dos outros.

O jogo é disputado, preferencialmente, por um grupo de quatro ou cinco jogadores, podendo ser jogado por dois ou mais. Grupos de mais de seis jogadores não são aconselháveis, pois o turno de cada jogador pode levar vários minutos tornando o jogo lento para todos.

Conteúdos do Jogo[editar | editar código-fonte]

Como em outros jogos de cartas colecionáveis, cada jogador monta seu baralho (deck). Cada baralho é construído com dois componentes:

A "cripta" que contém cartas que representam vampiros ou caçadores de vampiros que o jogador pode controlar durante o jogo.

A "biblioteca" que contém cartas que representam os recursos do matusalém durante o jogo. Após serem utilizadas, as cartas vao para a "ash-heap" (algo como pilha de cinzas)

Como a White Wolf não publicou o jogo em português, Todos os termos do jogo são em inglês. Cada jogador começa a partida com 30 (trinta) marcadores (pool) representam o poder e a influência do jogador, e que se forem reduzidos a zero, o eliminam do jogo.

A maioria das cartas na biblioteca só pode ser usada junto com vampiros. Para por as cartas da cripta em jogo, o jogador tem que pagar usando seus marcadores.

A cada rodada o jogador dirige seus servos para executarem ações e ataques que os servos dos outros jogadores podem tentar interceptar. Cada jogador tenta eliminar o adversário a sua esquerda na mesa, a sua "presa” (prey), do jogo enquanto se defende do jogador a sua direita, o seu "predador” (predator). Isto continua até que só reste um jogador na mesa.

Eliminando a presa do jogo o competidor recebe um ponto de vitória e mais seis marcadores, e aquele a eliminar a última pessoa da mesa recebe um ponto de vitória adicional.

Em jogos de torneio, e às vezes em jogos informais, o jogo pode terminar depois de duas horas, com cada jogador restante que recebem meio ponto de vitória além dos recebidos durante a partida. O jogador com o a maioria dos pontos de vitória ganha.

Características Próprias[editar | editar código-fonte]

O que distingue VtES dos demais jogos de cartas colecionáveis é o forte elemento de jogo de grupo. Um jogador que tem sucesso em eliminar a presa recebe um reforço de marcadores, aumentando suas chances de "levar a mesa" - eliminar todos os outros jogadores. Assim há uma tendência dos jogadores ajudarem o mais fraco para frustrar o domínio dos jogadores mais fortes. Isto assegura que a maioria dos jogadores fique no jogo mais tempo, em vez de serem eliminados rapidamente pelos jogadores com as melhores cartas.

Estas condições criam um jogo onde os jogadores quase sempre estão interagindo com os outros a curto prazo e planejando suas metas a longo prazo em vez de simplesmente esperar pela sua vez de jogar. Vampire: The Eternal Struggle é um jogo de negociação, habilidade, e construção de decks.

Transações e alianças, para um momento específico ou para o jogo inteiro, geram uma grande partida. Um tipo próprio de cartas, as cartas políticas, é projetado pensando nisto. Quando uma votação é chamada, cada jogador dá votos, ou usando votos concedidos por cartas em jogo (normalmente por vampiros com um título) ou jogando cartas da mão.

Apesar das qualidades, o jogo é, relativamente, pouco jogado nos paises de língua portuguesa. Uma das principais complicações é o fato de não haver uma versão em língua portuguesa.

O criador[editar | editar código-fonte]

Richard Garfield, designer do jogo, criou outros dois jogos famosos: Battletech e Magic, the Gathering.

Expansões[editar | editar código-fonte]

Como em outros jogos de cartas colecionáveis a empresa editora publica expansões com novas cartas, o que torna as possibilidades estratégicas potencialmente infinitas.

Nome da Expansão Tipo Símbolo Abreviatura Data de Lançamento Total de cartas Novas cartas Distribuição de cartas por Boosters
Jyhad Base (Nenhum) Jyhad 16 de Agosto de 1994 437 437 11C, 4V, 3U, 1R
Vampire: The Eternal Struggle Base (Nenhum) VTES 15 de Setembro de 1995 436 6 11C, 4V, 3U, 1R
Dark Sovereigns Expansão Vitral Gótico DS 15 de Dezembro de 1995 (173) 173 8C, 4V, 3U
Ancient Hearts Expansão Olho de Hórus AH 29 de Maio de 1996 (179) 179 6C, 4V, 2U/R
Sabbat Expansão Sinete em forma de S S 28 de Outubro de 1996 (410) 340 16C, 5V, 5U, 2R
Sabbat War Base Empunhadura da Espada de Caim SW 31 de Outubro de 2000 437 (300) 77 1ª Impressão: 5C, 3V, 2U, 1R
Subseqüentemente: 4C, 3V, 3U, 1R
Final Nights Expansão Ankh Invertido FN 11 de Junho de 2001 386 (162) 170 7C, 3V, 1R
Bloodlines Expansão Sinete de Ankh de Cera BL 3 de Dezembro de 2001 (196) 196 7C, 3V, 1R
Camarilla Edition Base Ankh CE 19 de Agosto de 2002 547 (385) 115 5C, 3V, 2U, 1R
Anarchs Expansão Ankhs Combinados de CE/SW AN 19 de Maio de 2003 260 (132) 128 7C, 3V, 1R
Black Hand Expansão Mão BH 17 de Novembro de 2003 286 (136) 145 7C, 3V, 1R
Gehenna Expansão Relógio Personalisado G 17 de Maio de 2004 (150) 150 7C, 3V, 1R
Tenth Anniversary Especial 10º Tenth 13 de Dezembro de 2004 190 10 --
Kindred Most Wanted Expansão Pistola KMW 21 de Fevereiro de 2005 314 (150) 162 7C, 3V, 1R
Legacies of Blood Expansão Cajado Personalisado LoB 14 de Novembro de 2005 461 (300) 236 7C, 3V, 1R
Nights of Reckoning Mini Expansão Cruz Celta NoR 10 de Fevereiro de 2006 (60+5) 60 6C, 3V, 1R +1 rule card
Third Edition[1] Base Tri-snake Third 4 de Setembro de 2006 537 (390) 160 5C, 3V, 2U, 1R
Sword of Caine[2] Mini Expansão Três Espadas Crusadas SoC 19 de Março de 2007 (60) 60 7C, 3V, 1R
Lords of the Night[3] Expansão Coroa LotN 26 de Setembro de 2007 295 (150) 175 7C, 3V, 1R
Blood Shadowed Court[4] Special Ankh Prateado BSC 16 de Abril de 2008 100 0 --
Twilight Rebellion[5] Mini Expansão Tri-snake Dentro de uma Estrela Vermelha TR 28 de Maio de 2008 (60) 60 7C, 3V, 1R
Keepers of Tradition[6] Base Torre de Xadrez KoT 19 de Novembro de 2008 457 (398) 176 5C, 3V, 2U, 1R
Ebony Kingdom[7] Mini Expansão Cajado Personalisado EK 27 de maio 2009 (60) 60 7C, 3V, 1R
Heirs to the Blood Base Três gotas de sangue HttB 3 de fevereiro de 2010 Ainda não divulgado Ainda não divulgado Ainda não divulgado

O total inclui as cartas dos boosters e dos decks. Os números entre parênteses incluem as cartas dos boosters. As cartas novas incluem cards dos boosters e deks. As informações acima, na sua maioria são do guia de jogadores do site da White Wolf.[3]

Personalidades retratadas nas cartas[editar | editar código-fonte]

A White Wolf já homenageou várias pessoas publicando cartas com suas imagens. A seguir uma relação de cartas e seus respectivos modelos:

Adonai - Jeffrey (Lasombra) Thompson, jogador que venceu um draft tournament de Sabbat em uma DragonCon em Atlanta.

Amenophobis - Carl Pilhatsch, ex-diretor da Associação mundial de jogadores de VtES (V:EKN)

Anson - Anson Maddocks, desenhista de várias cartas de VtES e de outros jogos de cartas.

Camille Devereux - Stephanie Seymour, modelo da grife de lingerie Victoria's Secret.

Carmine Giovanni - Christian Chenard, campeão do Torneio Continental Norte-Americano de 2004.

Egottha - Steve Coombs, ganhador de um torneio realizado na DragonCon in Atlanta, Georgia.

Emerson Wilkershire III - Andreas Nusser, funcionário da White Wolf que trabalha com traduções na central da empresa em Atlanta, Geórgia.

Enzo Giovanni - Shawn F. Carnes, o designer da expansão Dark Sovereigns.

Gharston Roland - Stefan Ferenci, vencedor do Torneio Continental Europeu de 2003.

Jeremy McNeil (advanced) - RK Post desenhou seu auto-retrato nesta carta.

Leon - Jason Carl, Diretor de Política da DCI para a Wizards of the Coast.

Lord Ashton -Matt (Greyseer) Barnett recebeu a ilustração desta carta como um tributo

Nik - Dan Smith desenhou seu auto-retrato nesta carta. Dan também trabalho como designer de cartas.

Xaviar - Steve Wieck, gerente de cards da White Wolf.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências