Vanessa Paradis au Zénith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Vanessa Paradis au Zénith
Álbum ao vivo de Vanessa Paradis
Lançamento 6 de novembro de 2001
Gravação Maio de 2001
Gênero(s) Pop, Rock
Duração 75:44
Gravadora(s) Universal, Barclay
Produção Vincent Pitras
Cronologia de Vanessa Paradis
Último
Último
Bliss
(2000)
Divinidylle
(2007)
Próximo
Próximo

Vanessa Paradis au Zénith é o segundo álbum ao vivo da cantora francesa Vanessa Paradis. Ele foi lançado em novembro de 2001 e gravado em maio do mesmo ano no Le Zénith durante sua segunda turnê, a Bliss Tour.

São estimadas a venda de 70.000 unidades[1] , o fazendo seu álbum menos bem-sucedido.

A Bliss Tour[editar | editar código-fonte]

A turnê[editar | editar código-fonte]

A Bliss Tour é a segunda turnê de Vanessa Paradis depois da Natural High Tour em 1993. Ela começa em 6 de março de 2001 em Cannet e chega ao fim no dia 4 de agosto no festival musical Francofolies em Montreal. Vanessa fez 37 shows em 29 cidades.

Sobre a turnê de sucesso apesar das poucas vendas de Bliss, Vanessa comentou: "Foi realmente um bom encontro. As pessoas me deram muito, muito amor e cantavam os textos das últimas canções do último álbum. Eu nunca fui uma grande vendedora de discos e eu prefiro assim porque quando tem menos pessoas comprando seus discos, talvez sejam pessoas um pouco mais selecionadas e fiéis dos anos que se passaram e é isso que eu amo nas casas de show. Eu amo o lado íntimo e humano[2] ."

Datas[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

2 singles foram extraídos a partir do álbum:

Faixas[editar | editar código-fonte]

# Título Compositor(es) Álbum Duração
1. "Intro" Vanessa Paradis, Steve Nieve Vanessa Paradis au Zénith (2001) 1:00
2. "L'eau et le vin" Didier Golemanas, Alain Bashung, Richard Mortier Bliss (2000) 6:36
3. "Sunday Mondays" Lenny Kravitz, Henry Hirsch Vanessa Paradis (1992) 4:54
4. "Dans mon café" Didier Golemanas, Vanessa Paradis Bliss (2000) 4:13
5. "Walk on the Wild Side" Lou Reed Variations sur le même T'aime (1990) 4:36
6. "Dis-lui toi que je t'aime" Serge Gainsbourg, Franck Langolff Variations sur le même T'aime (1990) 5:02
7. "L'eau à la bouche" Serge Gainsbourg Vanessa Paradis au Zénith (2001) 2:12
8. "Joe le taxi" Étienne Roda-Gil, Franck Langolff M & J (1988) 4:12
9. "St. Germain" Vanessa Paradis, Johnny Depp Bliss (2000) 4:06
10. "Requiem pour un con" Serge Gainsbourg Vanessa Paradis au Zénith (2001) 2:22
11. "Que fait la vie?" Didier Golemanas, Vanessa Paradis Bliss (2000) 4:07
12. "La la la Song" Gerry DeVeaux, Vanessa Paradis Bliss (2000) 4:22
13. "This Will Be Our Year" Chris White Vanessa Paradis au Zénith (2001) 2:19
14. "Pourtant" Franck Monnet, Matthieu Chedid Bliss (2000) 3:33
15. "Tandem" Serge Gainsbourg, Franck Langolff Variations sur le même T'aime (1990) 4:10
16. "Commando" Didier Golemanas, Franck Langolff Bliss (2000) 4:37
17. "Marilyn & John" Étienne Roda-Gil, Franck Langolff M & J (1988) 5:45
18. "Bliss" Vanessa Paradis, Johnny Depp Bliss (2000) 5:55
19. "Les acrobates" Franck Monnet, Vanessa Paradis Bliss (2000) 4:20

A lista de faixas é idêntica em todos os países.

"Walk on the Wild Side" é um cover de Lou Reed.

"L'eau à la bouche" e "Requiem pour un con" são covers de Serge Gainsbourg.

"This Will Be Our Year" é um cover da banda The Zombies.

DVD[editar | editar código-fonte]

O DVD e o VHS são lançados no dia 4 de dezembro, tendo o show acontecido no dia 31 de maio de 2001[3] no Le Zénith em Paris. O DVD foi dirigido por Renaud Le Van Kim[4] .

O DVD também conta com 3 canções que não foram incluídas no CD: "I'm Waiting for the Man", "Natural High" e "Flagrant délire".

Comentários[editar | editar código-fonte]

  • No dia 8 de março de 2001, durante o show em Avinhão, Vanessa canta "When I say" a capella. Foi a única vez que a canção foi incluída na turnê.
  • Durante seu último show no Olympia no dia 25 de março de 2001, Vanessa fez um cover inédito de Jacques Dutronc com a canção "Fais pas ci, fais pas ça" e contou com seu então companheiro, o ator americano Johnny Depp, a acompanhando na guitarra para a grande surpresa do público.
  • No dia 30 de maio de 2001, durante seu show no Le Zénith de Paris, seu amigo Matthieu Chedid lhe faz uma surpresa ao a acompanhar na guitarra durante a canção "Pourtant"[5] .
  • No dia 27 de julho de 2001, no show no Paléo Festival de Nyon, a cantora canta "Marilyn & John" sob uma forte chuva.
  • Steve Nieve da banda The Attractions de Elvis Costello atuou como tecladista na turnê.

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Álbum[editar | editar código-fonte]

Chart (2001) Melhor
posição
French Album Chart[6] 19

Referências

  1. Fonte: [1]
  2. Entrevista de Vanessa Paradis ao canal M6 em 2001.
  3. A data é indicada no verso da capa do CD e do DVD.
  4. Ele já tinha dirigido um documentário de Vanessa Paradis: Vanessa, 18 ans et alors em 1990.
  5. O momento está incluído no DVD do show.
  6. Lescharts.com

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Vanessa Paradis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.