Vela latina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caravela de Brás de Oliveira utilizando vela latina (G.R.Schwarz The History and Development of Caravels- Texas A&M Universit).

A vela latina é uma vela de formato triangular, desenhada para permitir a navegação de contra-vento.

A grande revolução deste tipo de velas vem do fato de possibilitar a navegação próximo da linha do vento

Origem[editar | editar código-fonte]

Em relação à vela latina, vários autores sugeriram no passado que ela foi introduzida no Mediterrâneo pelos Árabes, tendo sido possivelmente surgido originalmente na Índia. No entanto, a descoberta de novas representações e referências literárias nas últimas décadas recentes, levou os estudiosos a fazer recuar o aparecimento da vela latina no Levante para o final do período helenístico ou início do período romano.[1] [2] [3] [4]

Os portugueses por volta do século XV adaptaram esta vela à famosa caravela portuguesa, tornando-se uma das principais características destas embarcações. Auxiliou os grandes navegadores em suas grandes expedições, e Vasco da Gama foi um dos primeiros a usá-la com esse fim.[5]

Referências

  1. Casson 1995, p. 243–245, fig. 180–182
  2. Basch 2001, p. 57–64
  3. Campbell 1995, p. 8–11
  4. Pomey 2006, p. 326–329
  5. Francisco Contente Domingues. Caravela. Página visitada em 8 de junho de 2014.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Lateen