Eddie Brock

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Venom (Eddie Brock))
Ir para: navegação, pesquisa
Venom
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Amazing Spider-Man #252 (como Simbionte Alienígena
Amazing Spider-Man #300 (como Venom)
Amazing Spider-Man #569 (como Anti-Venom)
Criado por David Michelinie
Todd McFarlane
Características do personagem
Alter ego Eddie Brock
Espécie Humano ligado a simbionte alienígena
Terra natal Nova Iorque
Afiliações Sexteto Sinistro
Ocupação Jornalista
Base de operações Nova Iorque.
Inimigos Homem-Aranha
Habilidades o simbionte alienígena deu a Eddie Brock poderes similares aos do Homem-Aranha (de forma ampliada), além de:
  • Teias Orgânicas;
  • Fator de Cura;
  • Imunidade ao "sentido de aranha" de Peter Parker.
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Venom é o codinome de Eddie Brock, um personagem das histórias em quadrinhos do Universo Marvel, publicadas pela Marvel Comics. É conhecido por ser o Arqui-inimigo do Homem-Aranha, tendo aparecido vários outros personagens com poderes similares aos seus ao longo dos anos, Venon Tambem é inimigo do Wolverine

Biografia do Personagem[editar | editar código-fonte]

Venom é o ser resultante da simbiose entre uma criatura alienígena e o jornalista Eddie Brock. Apesar de já ter tido mini-séries próprias, a maioria de suas aparições é como inimigo do personagem Homem-Aranha. A característica marcante de Venom, além do uniforme negro, é a desproporcional e assustadora mandíbula, desenhada no traço de Todd MacFarlane. Antes de fundir-se ao simbionte e tornar-se o Venom, Eddie Brock era um repórter do jornal O Globo Diário.

A origem do simbionte alienígena foi mostrada no evento intitulado Guerras Secretas, quando foi usado como "uniforme" pelo próprio Homem-Aranha (que então não sabia que este era uma criatura viva). O "uniforme", totalmente negro e com propriedades regenerativas e adaptativas aumentava as habilidades de Peter Parker, mas também potencializava sua agressividade.Assim, ao descobrir a real natureza de seu "uniforme", o Homem-Aranha livrou-se do alienígena (ao, inadvertidamente, ser beneficiado pela fraqueza a ondas sonoras do simbionte).

Mais tarde, o simbionte acabou caindo sobre Eddie Brock, um jornalista fracassado do Globo Diário, que culpava o herói aracnídeo pela sua ruína. Sentindo o ódio de Brock por seu inimigo, o simbionte ligou-se ao seu corpo, formando um ser de mente composta chamado Venom. Um ser com um único objetivo: matar o Homem-Aranha.

O motivo do ódio de Eddie Brock[editar | editar código-fonte]

Esta história foi revelada na edição de nº 105 da revista do Homem-Aranha, publicada em 1992 pela Editora Abril. Brock havia escrito a biografia de um homem que dizia ser o vilão Devorador de Pecados, e a notícia foi um sucesso para o seu jornal, o Globo Diário. Mas pouco depois o Homem-Aranha derrotou o verdadeiro vilão e sem querer provou que a reportagem de Eddie não passava de histórias imaginárias de um doente mental. Com isso, o Globo Diário foi ridicularizado e Eddie despedido.

A partir de então, Eddie apenas pensava em se vingar do herói, porém, sendo um humano comum, não teria chances contra o herói aracnídeo. Depois de tudo, pensou em suicidar-se, mas suicídio seria um pecado inaceitável para ele, um homem católico. E quando Eddie estava rezando para obter paz na Igreja Nossa senhora de Todos os Santos, em Manhattan, que curiosamente foi o mesmo local da separação de Peter Parker com o Simbionte, o alienígena uniu-se a Brock, acabando com sua angústia, dando-lhe quase todos os poderes do Homem-Aranha e lhe contando a identidade secreta do herói. Assim nasceu Venom. No decorrer deste episódio, foi revelado que o corpo musculoso de Eddie foi esculpido através de muito exercício: em sua casa, o ex-repórter fazia musculação quase que diariamente, com o intuito de ficar mais forte e menos estressado.

O primeiro confronto[editar | editar código-fonte]

Na edição de nº 105 (nº 300 da revista americana) deu-se também o primeiro confronto entre Venom e o Homem-Aranha. Para provocar o Homem-Aranha, Venom foi até o apartamento de Peter Parker e atormentou sua esposa Mary Jane. Depois, sem estar vestido com seu uniforme ,foi à Catedral da Virgem Maria e decidiu que seria perfeito se a morte do Homem-Aranha acontecesse ali, onde tudo começou, e então Venom fez ali sua primeira vítima: um jovem policial tentou prender Eddie Brock (Venom) por encontrá-lo sozinho na Catedral que estava fechada, deduzindo que Brock seria um procurado ladrão da caixa de esmolas da igreja. Então Eddie, tornando-se Venom, dominou o guarda com seu uniforme alienígena e o sufocou até a morte com o mesmo. Eddie lamentou ter feito tal coisa, mas acrescentou que ninguém devia se colocar entre ele e sua vingança.

Depois de tudo, aconteceu o confronto entre Venom e o Homem-Aranha. O herói ainda trajava seu uniforme negro (como pode ser mostrado aqui), feito de tecido comum e idêntico ao simbionte, e foi ao encontro de Venom com a arma sônica que Reed Richards utilizou para neutralizar o simbionte. Devido ao sentido de aranha ser inútil contra o simbionte, Venom não teve problemas em surpreender o Homem-Aranha e o lançar dentro de um prédio abandonado no bairro nova-iorquino do Bronx, e antes de começarem a luta, Eddie contou ao herói toda a sua história (mostrada na seção "O motivo do ódio de Eddie Brock"). Por trajarem o mesmo uniforme negro, tanto o herói quanto o vilão possuíam aparências quase idênticas durante a luta.

O Aranha compreendeu que seu sentido de aranha não funcionaria contra Venom e que o vilão era bem mais forte, porém mais lento. Assim o herói conseguiu disparar um tiro com sua arma sônica em Venom e o derrubou, porém ao hesitar em disparar um tiro fatal no simbionte (pois temia matar também a Eddie Brock), o herói foi dominado por Venom e aprisonado pelas teias do vilão no sino da Catedral da Virgem Maria, para que fosse esmagado pelo pêndulo. Após conseguir se libertar, o herói se lembrou que as teias do simbionte eram orgânicas e deduziu que as teias de Venom tinham se acabado, quando as usou em grande quantidade para prender o herói. Assim, o Aranha conseguiu arremessar Venom do alto da Catedral, e como o vilão dependia de suas teias para não cair, despencou vários metros até a calçada, onde desmaiou. Depois o herói levou Venom até a sede do Quarteto Fantástico e o aprisionou lá até que fosse mandado para a prisão chamada Gruta, especial para super-vilões, de onde escaparia mais tarde. Logo depois, atendendo um pedido de sua esposa, o Aranha lançou seu uniforme negro numa lareira, pois ela ficou atemorizada com tal uniforme depois de ser atormentada por Venom, e Peter também compreendeu que não desejava trajar o mesmo uniforme de um assassino.

O motivo de Eddie não ter revelado a identidade secreta do Homem-Aranha foi revelado no segundo confronto entre os dois (em Homem-Aranha 114, Dezembro|Dez. de 1992): Eddie disse a Peter Parker que não queria concorrência pela cabeça do Homem-Aranha, o que com certeza aconteceria se todos os outros vilões a conhecessem.

Apesar de ser, sem sombra de dúvidas, um vilão e ter óbvias tendências Psicose|psicótica, Venom se considera um defensor dos inocentes, vendo o Homem-Aranha como o responsável por sua ruína pessoal.[1] . Algumas histórias, em que o Aranha sequer aparece, focam mais esse aspecto de anti-herói. Venom inclusive já realizou tarefas pro departamento de defesa dos Estados Unidos em troca da comutação de uma pena de morte. Em suas primeiras histórias, Venom mata várias pessoas, pois segundo ele ninguém deve ficar entre ele e sua vingança, porém sempre se lamentando após fazê-lo, e dizendo que "várias vidas foram tiradas, menos a que mais merece". Entretanto, o personagem não hesita em atentar contra a vida ou propriedade alheia se isso for causar sofrimento ao seu maior inimigo, o Homem-Aranha. E também já se uniu algumas vezes ao herói para derrotar o terrível Carnificina.

Nos tempos atuais[editar | editar código-fonte]

Atualmente, Eddie Brock não é mais hospedeiro do simbionte alienígena, e após sofrer outra fantástica transformação, é conhecido como o vigilante Anti-venom , ou Venom Branco. (ilustração).

Anti-venom apareceu pela primeira vez em Amazing spider-man #569 nos EUA e no Brasil, na revista Homem-aranha #93(setembro de 2009).

Poderes e Habilidades[editar | editar código-fonte]

O Simbionte Alienígena deu à Eddie Brock poderes similares aos do Homem-Aranha, como força, resistência, agilidade e reflexos ampliados (porém, de forma ampliada). Além disso, o vilão possui a capacidade de lançar teias orgânicas, fator de cura acelerada e imunidade ao "sentido de aranha" de Peter Parker. Além disso, o vilão tem também capacidade transmórfica limitada, graças às características do simbionte.

O Personagem em Outras Mídias[editar | editar código-fonte]

Homem-Aranha[editar | editar código-fonte]

No primeiro filme do Homem Aranha, de 2002. Eddie Brock aparece, mas com menos destaque. Neste filme, ele é um dos colegas de escola de Peter, na verdade, aparentemente é o melhor amigo de Flash Thompson, sendo assim, um dos valentões que atormenta Peter antes deste se tornar o Homem-Aranha. Após Peter ganhar seus poderes e testá-los na escola, Flash acaba sendo atingido por uma de suas armadilhas e parte para a briga contra Peter, que consegue desviar de todos os golpes dados pelo valentão, nisso, Eddie parte para ajudá-lo, mas também é driblado por Peter, que logo derruba Flash no chão com um único soco.

Mais tarde Eddie aparece como figurante na formatura de Peter e seus colegas. Neste filme, Eddie não é interpretado por Topher Grace.

Homem-Aranha 3[editar | editar código-fonte]

Homem-Aranha 3 estreou no dia 4 de maio de 2007 com direção de Sam Raimi, com Tobey Maguire, Kirsten Dunst, James Franco e Topher Grace no elenco. No filme, Venom surge depois que um meteorito cai misteriosamente na terra. O interplete do vilão foi o ator Topher Grace. A versão do inimigo não foi muito fiel as HQs, sendo mais similar a animação Homem-Aranha: A Série Animada. Ele também é o último boss do jogo Spider-Man 3, que por sua vez é baseado no filme.

No filme, Eddie é um rapaz malandro e convencido que trabalha como fotógrafo no Clarim Diário e serve de concorrente para Peter Parker, uma vez em que é um fã do Homem-Aranha, e por saber que o herói é muito fotografado por Peter, ele pretende tirar fotos melhores do mesmo para assim desbancar seu rival. Eddie tem como namorada a patricinha Gwen Stacy(vivida por Bryce Dallas Howard), porém essa também é interesse amoroso de Peter, que é seu colega de classe na faculdade. Apesar de Peter ser namorado de Mary Jane Watson, o clima de paquera entre ele e Gwen vez ou outra acontece, gerando ciúmes em MJ.

Em certo ponto do filme, Mary Jane rompe o namoro com Peter. Ao mesmo tempo, os sentimentos de Gwen por ele vão aumentando e dá a entender que ela deixa Eddie, por mais que esta cena não tenha sido mostrada. Quando o aranha é dominado pelo simbionte, tornando seu uniforme preto e aumentando seus poderes, ele aproveita para tirar vantagem do malandro Eddie. Assim que é provocado pelo rival fotógrafo, o herói quebra sua câmera profissional e vai embora, atiçando a raiva em Brock, que para se vingar, posta fotos falsas(possivelmente montagens) do Aranha negro em ação, querendo se dar bem ás custas de Peter. Porém este detecta as montagens e denuncia Eddie para a gerência do clarim. Eddie acaba sendo demitido por Jonah Jameson, e a partir de então sua vida vira do avesso, além dele saber que Peter se encontra em sua melhor fase, e ele e a então ex-namorada de Brock, estão saindo juntos.

Tomado pelo fracasso, Brock vai a uma capela para rezar pela morte de Peter Parker. Ao mesmo tempo, no alto da torre da mesma igreja, Peter tenta se desfazer do simbionte após se dar conta do mal que o está dominando através de sua roupa nova. Eddie ouve os gritos de Peter e se aproxima para ver o que está acontecendo, logo percebendo que se trata de Peter e descobrindo que ele e o Aranha são a mesma pessoa. Quando Peter finalmente arranca o simbionte, este cai lá em baixo, acabando por cair em cima de Eddie e cobrí-lo,copiando características dos poderes do Aranha ligados á roupa e transformando Eddie em Venom. Eddie, agora como Venom, se une ao Homem Areia(Thomas Haden Church) a fim de os dois se vingarem do herói. Eles então sequestram Mary Jane para esta servir de isca para Peter tentar salvá-la e cair na armadilha dos dois vilões.

Durante a luta dos dois vilões contra o Homem Aranha, eis que surge Harry Osborn como o novo Duende Verde a fim de ajudar seu amigo Peter Parker(Harry a essa altura já sabe a verdade sobre Peter e o Aranha). Eddie alega que da mesma forma que Peter fez com que ele perdesse sua namorada(Gwen), ele também faria Peter perder a dele(MJ). Em um dado momento, Venom tenta matar o Aranha, mas Harry entra em sua frente e é ferido em seu lugar. Depois de tanto enfrentar os dois vilões, Peter consegue separar o simbionte monstruoso do corpo de Brock, e então utiliza as bombas do Duende Verde para dar fim ao alienígena, mas nesse mesmo momento, um desesperado Brock se atira no simbionte e acaba aparentemente explodindo e morrendo com ele. Ao final, há a cena do funeral de Harry Osborn, e talvez também o de Eddie Brock.

O curioso é que, em nenhum momento do filme é pronunciado o nome Venom, dando a entender que o vilão de Eddie Brock é anônimo.

Desenhos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Notas e Referências

  1. Marvel Comics Presents #117 a 123


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons