Verónica Castro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Verónica Castro
Nome completo Verónica Judith Sáenz Castro
Nascimento 19 de outubro de 1952 (62 anos)
Cidade do México  México
Ocupação Atriz e apresentadora
IMDb: (inglês)


Verónica Judith Sáenz Castro (Cidade do México, 19 de outubro de 1952) é uma atriz, cantora e apresentadora mexicana. Verónica é filha de Fausto Sáenz e Socorro Castro Alba, tem três irmãos Fausto Gerardo, Beatriz e José Alberto Castro que é produtor de televisão, seus filhos Michel Castro e o cantor mexicano Cristian Castro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Verónica començou a trabalhar muito jovem quando ainda estava perto de concluir a escola. Sua mãe dona Socorro, trabalhava como secretaria para manter seus filhos Fausto, Beatriz e José Alberto. Em uma ocasão lhe chamou a atenção o anuncio de fotonovela "Chicas" na qual solicitavan modelos, após consultar sua mãe começou a trabalhar como atriz de fotonovelas, alternando com as estrelas do momento como Enrique Novi, Rogelio Guerra e Nacho Calderón, entre outros. Seu rosto, cautivou o público.

Ao mesmo tempo Verónica continuou seus estudos de Relações Internacionais na Faculdade de Ciências Políticas da Universidad Nacional Autónoma de México UNAM, atividade que alternou com seu trabalho como bailarina, e estudos de atuação na Academia de Andrés Soler.

Posteriormente participou do programa de televisão "Ja-ja" ao lado de Manuel "El Loco" Valdes. No ano de 1970, foi designada como "O Rosto do Ano" pelo prêmio Heraldo do México, isso lhe abriu as portas da industria cinematográfica e permitiu atuar no cinema em filmes tais como: El arte de engañar (1970), Un sueño de amor (1971), Acapulco 12-22 (1971), La fuerza inútil (1972), La Recogida (1972), Cuando quiero llorar, no lloro (1972), Mi mesera (1973), Volveré a nacer (1973), El Primer paso... de la mujer (1974), Nobleza ranchera (1975), Pasiones encendidas (1978), El Niño y el Papa (1979), Navajeros (1980), Naná (1985), El ausente (1989), Que Dios se lo pague (1990), entre outras.

Em 1974 nasceu seu primeiro filho Cristian, esta experiência serviu a joven mãe para consolidar seu trabalho na televisão e no cinema na década de 70 atuando em: El Pozo, Sueño de amor e El arte de engañar, nesta último se fez famosa por o nu que realizou ao lado de Julio Alemán.

Sua carreira na televisão foi importante e transcendental, foi convidada para trabalhar na telenovela "Barata de primavera", se seguiu "El amor tiene cara de mujer". Mas então Verónica foi chamada para autar na telenovela Los ricos también lloran interpretando Mariana Villareal, que lhe deu projeção internacional. Esta história foi vendida para mais de 40 países e foi traduzida em vários idiomas.

Por um tempo Verónica abandonou o México e viajou para Argentina, onde gravou a telenovela "Cara a Cara". No seu regreso a terra azteca ela atuou no filme Nobleza ranchera, mas televisão clamava por seu regresso, por isso ela decidiu regressar as telenovelas e realizou "El edificio de enfrente" e "El rostro del amor".

Neasa época inciou uma relação sentimental com o empresário Enrique Niembro, dessa relação nasceu seu segundo filho, Michel. Em poucos meses, a actriz decide ir novamente para Argentina onde foi protagonizar a telenovela "Yolanda Luján", no entanto o impacto desta bela mulher na televisão não prosperava, foi até que o grande produtor Ernesto Alonso que lhe deu a protagonista de El derecho de nacer, a consagrando como ‘a Rainha’ das telenovelas no México.

Seu desejo de trascender se cumpriu com telenovelas como: Rosa salvaje, Mi pequeña Soledad, Valentina e Pueblo chico, infierno grande, entre outras. Também realizou um importante trabalho como apresentadora de programas de variedade noturna como: Sábado 72, Muy agradecido, Esta noche se improvisa, Aquí está, Mala noche... no!, Y Vero América va!, Furia musical, En la noche, La Tocada e Furia Musical.

Além do cinema e televisão também ha realizado obras de teatro como: Romeo e Julieta, Por eso estamos como estamos, El juego que todos jugamos, El Tenorio, La idiota, La luna es azul, Travesuras de medianoche, 24 horas contigo, Un dia con Charly, Coqueluche, Chiquita pero picosa e La mujer del año, entre outras.

De 2003 a 2005, Verónica foi apresentadora oficial do Big Brother VIP México. Em 2006 seu filho Cristian se casa com Valeria Liberman e a partir de então a relação de mãe e filho termina se distanciando. Já no ano de 2008, protagoniza pela segunda vez em sua carreira, a obra Chiquita pero picosa. No mesmo ano, Cristian se divorcia pela segunda vez e pouco tempo depois se reconcilia com sua mãe. Mas tarde no mesmo ano, após onze anos longe da atuação, regreasa para protagonizar o episódio "Emma la costurera" da série "Mujeres Asesinas".[1]

Verónica regressa as telenovelas em agosto de 2009, para da vida a personagem 'Roberta Santos', atuando novamente com Rogelio Guerra, a telenovela Los Exitosos Pérez é uma adapatação gravada na Argentina.

Telenovelas[editar | editar código-fonte]

México[editar | editar código-fonte]

Itália[editar | editar código-fonte]

Argentina[editar | editar código-fonte]

Programas de TV[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]