Vesícula biliar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde junho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Vesícula biliar
BauchOrgane wn.png
Vesícula biliar sendo representada pelo número cinco.
Illu pancrease português.jpg
Esquema mostrando a vesícula biliar e órgãos próximos
Latim vesica fellea
Gray assunto #250 1197
Sistema Sistema digestivo
Vascularização Artéria cística
Drenagem venosa Veia cística
Inervação Gânglio celíaco, nervo vago[1]
Precursor Foregut

A vesícula biliar é um órgão presente no organismo humano em forma de pêra. Armazena até 50ml de bile, que é utilizada no sistema digestivo, não sendo responsável por sua produção.

Anatomia[editar | editar código-fonte]

Vesícula biliar e ductos locais.

A vesícula biliar tem cerca de 7–10 cm de comprimento em humanos e tem uma aparência verde-escuro devido ao seu conteúdo (bile), não ao seu tecido. É conectada ao fígado e ao duodeno através do trato biliar.

É vascularizada pela artéria cística que normalmente é um ramo direto da artéria hepática direita.[2]

Anatomia microscópica[editar | editar código-fonte]

A vesícula biliar é constituída por quatro camadas, estruturalmente distintas:

  • Camada mucosa — formada por epitélio cilíndrico simples com microvilosidades e lâmina própria;
  • Submucosa e muscular da mucosa — ao contrário de outras estruturas do trato gastrintestinal, a vesícula biliar não possui as camadas submucosa e muscular da mucosa;
  • Camada muscular — constituída por tecido muscular liso, que contrai involuntariamente com a colecistoquinina produzida no intestino, o que provoca a secreção da bílis;
  • Camada serosa ou adventícia — é muito pequena, dificilmente vista.

Função[editar | editar código-fonte]

A vesícula biliar armazena bile, que é lançada quando o alimento contendo gordura entra no trato digestivo, estimulando a secreção de colecistoquinina (CCK). A bile emulsifica gorduras e neutraliza ácidos na comida parcialmente digerida.

Depois de ser armazenada na vesícula biliar, a bile se torna mais concentrada do que quando saiu do fígado, aumentando sua potência e intensificando seu efeito nas gorduras. A maior parte da digestão ocorre no duodeno.

Doenças[editar | editar código-fonte]

Star of life caution.svg
Advertência: A Wikipédia não é consultório médico nem farmácia.
Se necessita de ajuda, consulte um profissional de saúde.
As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento.

As doenças mais comuns da vesícula biliar são a colelitíase e a colecistite. Muito raro, o cancro de vesícula biliar possui um prognóstico ruim.

Colelitíase[editar | editar código-fonte]

A colelitíase é uma doença na qual há acúmulo de pedras (cálculos) na vesícula biliar.

Colecistite[editar | editar código-fonte]

A colecistite é a inflamação da vesícula biliar. Pode ser causada por cálculos. Em seu exame pode ser encontrados seios de Rokitansky-Aschoff.

Cancro de vesícula biliar[editar | editar código-fonte]

Um tipo raro de cancro é o cancro de vesícula biliar. É raramente detectado precocemente, pois muitas vezes a detecção é acidental através de ultrassom. Possui um prognóstico ruim se for detectado tardiamente, mesmo se a pessoa for tratada com a remoção da vesícula biliar. O risco de cancro da vesícula biliar aumenta quando os seguintes fatores (combinados ou não) estão presentes com pólipos: pedras na vesícula, idade maior de 50 anos, pólipo com diâmetro maior de 10mm, pedículo prolongado do pólipo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vesícula biliar

Referências

  1. Ginsburg, Ph.D., J.N.. In: Thomas M. Nosek, Ph.D.. Gastrointestinal Physiology. Augusta, Georgia, United State: Medical College of Georgia, 2005-08-22. p. 30 pp. Visitado em 2007-06-29.
  2. Nucleus Medical Media (2011). Anatomy of the Gallbladder. Smart Imagebase. Retrieved Apr 10, 2012, from http://ebsco.smartimagebase.com/anatomy-of-the-gallbladder/view-item?ItemID=663
Glândulas digestivas
Pâncreas (Cauda do pâncreas, Corpo do pâncreas, Cabeça do pâncreas, Ilhotas de Langerhans) | Vesícula biliar | Fígado (Hepatócito, Espaço de Disse, Célula de Kupffer, Sinusóide hepático, Hepatic stellate cell, Lóbulo hepático)

ductos biliares: (Bile canaliculus, Ducto hepático comum, Ducto cístico, Ducto colédoco) | Ducto pancreático | Ampola hepatopancreática