Via sublingual

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Via sublingual ou SL é uma via de administração que consiste na absorção de fármacos por debaixo da língua. Esta via de administração evita o efeito de primeira passagem hepático pois a drenagem venosa é para a veia cava superior.[1]

As mucosas situadas na região sublingual são altamente vascularizadas por capilares sanguíneos, motivo pelo qual sua absorção é altamente eficaz. Em comparação com a via oral, sua absorção se dá de uma forma muito mais rápida, devido ao contato quase que direto com os capilares sanguíneos situados nessa região. Mas, devido a essa rápida absorção, torna-se também uma via com riscos consideráveis. Sua utilização também depende da ionização e lipossolubilidade do fármaco.[1]

Uso[editar | editar código-fonte]

Comumente é usado na administração de trinitrato de glicerila, na angina pectoris e no infarto do miocárdio.[2]

Notas e referências

  1. a b Goodman & Gilman. As bases farmacológicas da terapêutica. [tradução da 10. ed. original, Carla de Melo Vorsatz. et al] Rio de Janeiro: McGraw-Hill, 2005.
  2. Page, Clive P.; et al. In: Harcourt. Farmacologia integrada. [S.l.: s.n.].
Ícone de esboço Este artigo sobre farmácia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.