Vicente Salles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vicente Juarimbu Salles, (Igarapé-Açu, 27 de novembro de 1931Rio de Janeiro 7 de março de 2013) foi um escritor, pesquisador, historiador, folclorista e musicólogo brasileiro[1] .

O interesse por literatura, música e folclore começou bem cedo. Seus primeiros trabalhos foram publicados no jornal A Província do Pará.

Foi o poeta Bruno de Menezes quem apresentou a Vicente os grupos populares de Belém, batuques, pássaros e bumbas. Em 1954, Vicente Salles começou sua peregrinação pelo interior do Pará, pesquisando a história das bandas de música e carimbó. Nesse mesmo ano, decidiu morar no Rio de Janeiro.

Estudou jornalismo, colaborou com jornais e revistas nacionais e bacharelou-se em Ciências Sociais pela Faculdade Nacional de Filosofia.

Recebeu o título de Doutor honoris causa pela Universidade Federal do Pará, em 2011[2] .

Pseudônimos literários[editar | editar código-fonte]

Editou um jornal datilografado chamado "Ibirapitanga", com o pseudônimo Juarimbu Tabajara[3] . Publicou poemas, desde 1951, com os pseudônimos Leonardo Lessa e Juarimbu Tabajara[3] .

Referências

  1. UFPA perde o doutor honoris causa Vicente Sales. Universidade Federal do Pará (7 de março de 2013). Página visitada em 7 de março de 2013.
  2. Resolução nº 701, de 19.09.2011. Universidade Federal do Pará.
  3. a b Oliveto, Karla Aléssio. Vicente Salles: trajetória pessoal e procedimentos de pesquisa em música (em português). Brasília: Departamento de Música, Universidade de Brasília, 2007. 167 p. (Dissertação, Mestrado em Música) Página visitada em 8 de março de 2013.


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.