Victor & Leo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Victor & Leo
A dupla durante a gravação do DVD Ao Vivo em Cores.
Informação geral
Origem Ponte Nova, MG
País  Brasil
Gênero(s) Sertanejo, Pop, folk rock, country
Período em atividade 1992 - atualmente
Gravadora(s) BNA Records/Columbia Nashville, Sony Music
Som Livre (2013-presente)
Página oficial www.victoreleo.com
Integrantes Vitor Chaves Zapalá Pimentel
Leonardo Chaves Zapalá Pimentel

Victor & Leo é uma dupla sertaneja brasileira, formada pelos irmãos Victor (Vitor Chaves Zapalá Pimentel, nascido em 15 de abril de 1975, violão/vocal) e Leo (Leonardo Chaves Zapalá Pimentel, nascido em 4 de outubro de 1976, vocal) ambos nascidos em Ponte Nova e criados em Abre Campo, região da Zona da Mata de Minas Gerais. Victor & Leo são uma dupla de produtores, cantores, compositores, arranjadores e músicos, cujo estilo mescla folk, pop, romantismo e sertanejo.

História[editar | editar código-fonte]

Em Abre Campo, MG, ainda crianças, ouviam canções do regional sertanejo na radiola do avô, Tonico Chaves, tendo sido seu primeiro contato com a música, principalmente nas vozes de Sérgio Reis, Renato Teixeira, Almir Sater. Aos 12 anos, Victor vai a sua primeira aula de violão, e aos 18, compõe sua primeira canção, "Flor do Campo". Na adolescência, outras influências nacionais e internacionais surgiriam enquanto ouviam James Taylor, Neil Young, Alceu Valença, Zé Ramalho, Eric Clapton, Dire Straits, entre outros. Iniciaram a carreira em 1992, na cidade de Abre Campo. Em 1994, mudaram-se para Belo Horizonte, onde permaneceram cantando na noite por sete anos. Neste período, estudaram canto por cinco anos. Em 2001, mudaram-se para São Paulo, onde cantaram na noite por mais seis anos e meio. No ano de 2006 a dupla mudou o cenário da música sertaneja com seu estilo único e inovador. A partir daí, surgia de pessoa a pessoa, sem gravadora, o reconhecimento nacional. Diferentemente da maioria dos artistas, a dupla não despontou no cenário nacional com apenas um hit. A partir de meados de 2006, várias canções, ao mesmo tempo, ocuparam suas primeiras posições em emissoras de rádio de todo o país.

O repertório da dupla inclui "Fotos”, Tem que Ser Você”, "Fada”, "Vida Boa”, "Sinto Falta de Você”, "Amigo Apaixonado”, "Lembranças de Amor”, "Borboletas", "Deus e Eu no Sertão" e "Nada Normal", todas de autoria do Victor. Fizeram um caminho inverso até serem conhecidos nacionalmente. Passando pelo boca a boca e depois pelo rádio, só apareceram em programas de TV nacionais quando a maioria das pessoas já conhecia suas canções. Não raras vezes, a dupla fez shows para um público numeroso que cantava todas as canções sem nunca os ter visto. A dupla possui um público muito variado, que inclui pessoas de todas as idades e classes sociais, com destaque para o público infantil. É comum chamarem crianças ao palco para cantarem junto. A dupla levou aos seus shows cerca de 13 milhões de espectadores, de 2007 a 2011, passando por todas as 27 capitais do Brasil. Por esta marca, alguns contratantes se referem à dupla como "O Fenômeno da Música”. Victor & Leo fazem questão de demonstrar sua intenção espiritualista para com a música. Acreditam que as virtudes interiores de cada um podem ser transformadas em felicidade quando despertadas por meio de atitudes com base no amor e em Deus. Por isso, usam sua música para dividir estas energias com as pessoas em busca de um mundo melhor.!

2013-presente: Contrato com a Som Livre e novo álbum[editar | editar código-fonte]

Em 31 de julho de 2013 a dupla assinou contrato com a gravadora Som Livre e pretendem lançar o novo álbum ainda em setembro de 2013.[1] Para a composição das músicas, Vitor Chaves disse: "Componho de uma maneira muito particular. [...] Simplesmente, de repente, acontece a música e isso é algo mágico, divino. Tenho a consciência de que a nossa música modifica vidas", disse.[1]

Integrantes da Banda de Apoio[editar | editar código-fonte]

  • André Campagnani: Bateria (2011 - atualmente)
  • Alexandre de Jesus: Percussão (2007 - atualmente)
  • Jander Paiva: Acordeom (2010 - atualmente)
  • Ricardo Fagundes: Violão e Guitarra (2013 - atualmente)
  • Thiago Corrêa: Contrabaixo (2013 - atualmente)
  • Beto Rosa: Guitarra (2013 - atualmente)
  • Andre Henriques: Teclado (2013 - atualmente)

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Luciano Passos: Acordeom (2005- 2010)
  • Leo Pires: Bateria (2007 - 2011)
  • Daniel Couceiro: Violão (2007 - 2008)
  • Marquinhos Abjaud: Teclado (2009 - 2011)
  • Rogério Delayon: Violão ([[2009 - 2010)
  • Marcelo Castelli: Violão (2006)
  • Vitor Cabral: Percussão (2006)
  • Marcelo Moraes: Violão (2010) - Guitarra 2012)
  • Pedro Cassini: Guitarra (2012)
  • Ernani Braga Jr: Violão (2012)
  • Ivan Correa: Baixo (2007 - 2013)

Shows[editar | editar código-fonte]

A dupla já fez shows em quase todo o pais, em 2008 até 2009 fez vários shows na Argentina, Bolívia, Equador, Venezuela, Uruguai, entre outros países da América Latina, para divulgar seu CD lançado em 2009 Nada es Normal que fez enorme sucesso nas rádios Sul Americanas, ficou na posição #40 entre todas as músicas Latinas. No começo de 2012, Victor & Leo fizeram 4 Shows nos Estados Unidos, no em tando para Brasileiros, cada show foi para mais ou menos 5 mil pessoas. Embora seus shows têm a presença de até 100 mil pessoas, a média de publico nos shows da dupla é de 75 mil pessoas, o maior público foi no DVD gravado em Florianópolis dia 28 de Março de 2012, em titulado de Ao Vivo em Floripa onde foram 200 mil pessoas.

São 10 CD’s, 3 DVD’s ao vivo e 2 blu-rays, além de um DVD documentário em espanhol e DVD Victor & Leo - A História, lançado em dezembro de 2010. O primeiro CD foi lançado em 2002, pela extinta gravadora Number One Music. Em 2003, saíram da gravadora e, de forma independente, gravaram o segundo CD, chamado Vida Boa. Em 2005, também de forma independente e em São Paulo, gravaram o terceiro CD, ao vivo, produzido e arranjado pela própria dupla, chamado Victor & Leo Ao Vivo. Este CD, sem gravadora, espalhou-se pelo Brasil a partir de 2006, quando foi lançado. Estima-se terem sido pirateadas mais de 2 milhões de cópias entre 2006 e 2007. Em junho de 2007, já conhecidos em grande parte do país, Victor & Leo foram contratados pela Sony BMG, que passou a distribuir originalmente o CD "Victor & Leo ao Vivo”, relançando-o e apenas modificando a capa. Relativo a este CD, mesmo depois de tão pirateado, em dois meses de lançamento rendeu à dupla seu primeiro disco de ouro. Também em junho de 2007, já contratados pela Sony BMG, gravam o primeiro DVD e advindo deste, o quarto CD, intitulados Ao Vivo em Uberlândia. (A gravação se deu em Uberlândia, principalmente por uma questão geográfica, ficando a cidade no centro do país, entre os primeiros estados onde o CD Victor & Leo ao Vivo havia se popularizado. A dupla apaixonou-se pela cidade e hospitalidade de seus habitantes e resolveu sair de São Paulo, para morar definitivamente em Uberlândia). Com o trabalho reconhecido em todas as regiões do Brasil, entre culturas e públicos diferentes, o estilo da dupla foi visto como universal e por isto, no início de 2008, foram convidados pela Sony Music a gravar um disco em espanhol, o quinto da carreira.

São canções e arranjos da dupla em versão espanhola, em que contaram com a participação do produtor mexicano Aureo Baqueiro e com o artista e compositor Leonel Garcia. Em meados de 2008, após as gravações do CD espanhol, iniciaram-se as gravações do CD "Borboletas", o sexto da carreira. Totalmente autoral, o CD possui 12 canções assinadas por Victor, sendo três em parceria com Leo, além de assinarem todos os arranjos. Das 12 músicas, apenas uma já tinha sido anteriormente gravada pela dupla: "Tanta Solidão". A dupla também assina a produção do trabalho e a divide com o baixista Ivan Corrêa. Em 2009, Victor & Leo se consagram de vez em versatilidade e diversidade, sendo a primeira dupla, em 12 anos, a participar do tradicional e fechado festival de rock "Planeta Atlântida", que acontece em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, provando assim que sua universalidade musical os leva a públicos muito diferentes, ao mesmo tempo e com mesma aceitação. Além de terem estado igualmente entre atrações principais em festivais como o Festival de Verão de Salvador-BA e do Recife-PE, e Lupaluna, em Curitiba-PR, repetindo o sucesso em 2010. Em 23 e 24 de setembro de 2009, depois do sucesso do CD "Borboletas”, Victor & Leo gravam em São Paulo seu segundo DVD, e advindo dele, o sétimo CD, chamados "Ao Vivo e em Cores”. Em retribuição aos anos em que a capital os acolheu em tempos de casa noturna, uma mega estrutura foi armada para um show de performance musical, por duas noites, no ginásio do Ibirapuera. Pela primeira vez, um artista grava um DVD no local, que superlotou nas duas noites, tendo mais de 23 mil espectadores. Este produto teve venda inicial de 150 mil cópias (Disco de platina). Em março de 2010, participam do projeto "Emoções Sertanejas", interpretando "Jesus Cristo", canção de Roberto Carlos de 1970.

No mesmo ano, participam do projeto "Xuxa Só Para Baixinhos 10", da apresentadora Xuxa, com a música "A Canção do Elefante". Este projeto traz também a participação da cantora Maria Gadú na canção "Leãozinho" (anteriormente gravada por Caetano Veloso. Outro detalhe no projeto é a participação do filho de Leo junto com o pai e o tio na mesma canção. Em outubro de 2010, foi lançado o oitavo CD de Victor & Leo "Boa Sorte Pra Você", que também é o nome da primeira faixa de trabalho. Recheado de surpresas, o CD tem arranjos de Victor & Leo e produção de Guto Graça Mello. Contém 11 faixas, sendo 8 músicas de autoria de Victor Chaves, 2 regravações, e uma faixa bônus. O segundo DVD documentário da dupla, "A História”, chegou às lojas em dezembro de 2010. Este documentário visa mostrar traços da história da música sertaneja em que se insere a música de Victor & Leo. Nele podemos ver também o trabalho da dupla durante a gravação do disco "Boa Sorte Pra Você”. No final de 2011, Victor & Leo atingem a marca de mais de 3 milhões de CDs e DVDs vendidos na carreira. Em Novembro de 2011, chegou às lojas de todo o país o nono CD da dupla, "Amor de Alma". Recheado de inéditas, o trabalho é totalmente produzido e arranjado por Victor & Leo. O CD possui 12 faixas, sendo 8 músicas de autoria de Victor Chaves (em "Mal Resolvido" Leo Chaves é co-autor) e 4 regravações. Na faixa "Sonhos e Ilusões em Mim" Paula Fernandes faz participação especial. Em março de 2012, Victor & Leo gravaram o décimo CD e terceiro DVD ao vivo da carreira, intitulado "Ao Vivo em Floripa”, em Florianópolis/SC. O trabalho contou com as participações especiais de Chitãozinho & Xororó, Gabriel Grossi, Haroldo Ferretti, Marciano, Nando Reis, Nice Silva, Paula Fernandes, Pepeu Gomes, Thiaguinho e Zezé Di Camargo & Luciano. O DVD foi um DVD comemorativo aos 20 anos de carreira de Victor & Leo e junto ao palco vários artistas marcaram presença, vendendo cerca de 150 mil cópias e, é considerado o melhor CD da dupla.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Temas de novela[editar | editar código-fonte]

Em 2008, a dupla teve sua primeira canção integrando uma trilha sonora de novela: "Borboletas" fez parte da trilha sonora da novela Revelação do SBT. Também no mesmo ano, "Tem que Ser Você", de autoria de Victor. A versão em estúdio foi especialmente produzida pela dupla para a novela A Favorita, da Rede Globo, como tema das personagens Céu (Deborah Secco) e Cassiano (Thiago Rodrigues) e entrou como faixa bônus no CD "Borboletas”. Em 2009, duas canções, ao mesmo tempo, integraram a trilha da novela Paraíso (de Benedito Ruy Barbosa), da Rede Globo. Uma como tema de abertura, "Deus e Eu no Sertão", e a outra, "Nada Normal", tema das personagens Rosinha (Vanessa Giácomo) e Terêncio (Alexandre Nero).

E "Recuerdos de Amor" (Lembranças de Amor) é tema de abertura da novela venezuelana "Si me miran tus ojos" (Laura Visconti Producciones/Sony Internacional). Em 2010, a quarta música a entrar em uma novela (novamente da Rede Globo, e outra vez no horário das 18h),é "Rios de Amor", tema dos personagens Solano (Murilo Rosa) e Manuela (Milena Toscano) em "Araguaia", incluída no novo CD, "Boa Sorte Pra Você". Em 2011, a música de autoria de Victor Chaves, "Não Precisa" (Victor & Leo e Paula Fernandes), integra a trilha sonora da novela da Rede Globo "Morde e Assopra", como tema dos personagens Cristiano (Paulo Vilhena) e Abelha (Bruna Spínola). Em 2012, a música "Não Mais" (CD Ao Vivo e em Cores) autoria de Victor Chaves, integra a trilha da novela "Corações Feridos" do SBT.

Mais recente,a música "[[Eu vim pra te buscar]]",do álbum "[[Viva por mim]]",entrou na trilha sonora da 22a temporada da novela "[[Malhação]]"(2014/2015)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Indicação Categoria Resultado
2007 Melhores do Ano Victor & Leo Revelação Musical Indicado
2008 Prêmio TIM de Música Victor & Leo Full Track Venceu
Grammy Latino CD/DVD Ao vivo em Uberlândia Melhor Álbum de Música ContemporâneaRegional ou Raízes Brasileiras Indicado
Melhores do Ano Tem Que Ser Você Música do Ano Venceu
2009 10º Grammy Latino CD Borboletas Melhor álbum música sertaneja Indicado
Oscar Rodeio BrasileiroTroféu Arena de Ouro Victor & Leo Melhor dupla sertaneja Venceu
Melhores do Ano Victor & Leo Melhor dupla, grupo ou banda Venceu
2010 Prêmio Tela Viva Movel Aplicativo iPhone Victor & Leo Música Venceu
Prêmio Tela Viva Movel Aplicativo iPhone Victor & Leo Grand Prix Popular Venceu
21º Prêmio da Música Brasileira Victor & Leo Melhor dupla Indicado
17º Prêmio Multishow DVD Ao Vivo e em Cores Melhor DVD Indicado
17º Prêmio Multishow Ao Vivo e em Cores Melhor Show Indicado
17º Prêmio Multishow Victor & Leo Melhor Artista Sertanejo Venceu
11º Grammy Latino Ao Vivo e em Cores Melhor Álbum de Música Sertaneja Indicado
Prêmio Música Digital Borboletas Música Mais Vendida Pop Venceu
Troféu Imprensa Victor & Leo Melhor Dupla Sertaneja Venceu
Troféu Imprensa Internet Victor & Leo Melhor Dupla Sertaneja Venceu
Melhores do Ano Victor & Leo Melhor Grupo, Banda ou Dupla Venceu
2011 22º Prêmio da Música Brasileira Victor & Leo Melhor dupla Indicado
18º Prêmio Multishow Victor & Leo Dupla Sertaneja Indicado
18º Prêmio Multishow Victor - Violão Instrumentista Indicado
18º Prêmio Multishow Boa Sorte Pra Você Melhor Música Indicado
18º Prêmio Multishow Boa Sorte Pra Você Melhor Álbum Indicado
18º Prêmio Multishow Victor & Leo Melhor Show Indicado
Melhores do Ano Victor & Leo Melhor Banda/Dupla Sertaneja Venceu
Troféu Imprensa Victor & Leo Melhor Dupla Sertaneja Venceu
2012 13º Grammy Latino Amor de Alma Melhor Álbum de Música Sertaneja Indicado
Movimento Country Ao Vivo em Floripa Melhor DVD de 2012 Venceu
2013 24º Prêmio da Música Brasileira Victor & Leo - Ao Vivo em Floripa Canção Popular/Melhor Dupla Venceu
Grammy Latino Ao Vivo em Floripa Melhor Álbum de Música Sertaneja Venceu[2]

Referências

  1. a b Martinez, Léo (31 de julho de 2013). Victor e Leo anunciam novo CD e rebatem: ‘Para nós não cabem rótulos’. Ego. Globo.com. Página visitada em 8 de agosto de 2013.
  2. Indicados - 14a Entrega Anual do Latin GRAMMY. Grammy Latino. Página visitada em 5 de março de 2014. Cópia arquivada em 5 de março de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Victor & Leo


Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.