Villa Vizcaya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Villa Vizcaya
Vizcaya Museum and Gardens (Inglês)
Vizcaya vista do mar.
Nomes alternativos Vizcaya
Tipo Residência privada
Estilo dominante Barroco, Renascentista
Início da construção 1914
Fim da construção 1916 (98 anos)
Proprietário atual condado de Miami-Dade
Local Miami, condado de Miami-Dade
 Flórida
 Estados Unidos
Endereço 3251 S. Miami Ave.
Vizcaya
Registro Nacional de Lugares Históricos
Marco Histórico Nacional dos EUA
Villa Vizcaya está localizado em: Flórida
Localização: 3251 S. Miami Ave., Miami (original) / Aproximadamente delimitado pela S. Dixie Hwy., SW 32nd Rd., e S. Miami Ave., Miami (incremento)
Coordenadas: 25° 44′ N 80° 12′ W
Adicionado ao NRHP: 29 de setembro de 1970 (43 anos)[1] [2]
Incremento: 15 de novembro de 1978 (35 anos)[3] [4]
Nomeado NHL: 19 de abril de 1994 (19 anos)[5] [6] [7]
Registro NRHP: 70000181 (original)
78003193 (incremento)

Villa Vizcaya é uma propriedade em estilo renascentista italiana localizada nas proximidades de Miami (Flórida) construída entre 1914 e 1916 como residência de James Deering, o então vice-presidente da International Harvester.

A propriedade foi designada, em 29 de setembro de 1970, um distrito do Registro Nacional de Lugares Históricos[1] [2] , tendo um incremento de sua fronteira em 15 de novembro de 1978[3] [4] . Em 19 de abril de 1994, foi designada um edifício do Marco Histórico Nacional[5] [6] [7] .

História[editar | editar código-fonte]

Villa Vizcaya, a residência de inverno do vice-presidente da International Harvester, James Deering, foi construída entre 1914 e 1916. Adaptada ao clima subtropical do sul da Flórida, foi projetada de acordo com os estilos de mansões europeias que Deering havia visitado. Vizcaya era originalmente uma propriedade de 180 acres e possuía elementos de uma típica vila do norte da Itália como, por exemplo, uma leiteria, um viveiro para aves domésticas, um estábulo de mulas, uma estufa, uma usinagem, uma oficina de pintura e carpintaria.

A casa e os jardins são são resultado do trabalho de três arquitetos: F. Burrall Hoffman (1882-1980) projetou as construções; Diego Suarez (1888-1974) planejou os jardins; e Paul Chalfin (1873-1959) foi o supervisor artístico geral para cada fase do projeto. Juntos eles criaram um efeito de longevidade na propriedade. Virtualmente, todos os elementos decorativos, incluindo mobílias, acessórios de luz, portas e lareiras, foram compradas por Deering em expedições de compras na Europa. Vizcaya contém uma das mais finas coleções de artes decorativas europeias do século XVI ao século XIX. A mansão foi construída para ter todas as conveniências modernas do começo do século XX, tais como aquecedores, painéis de telefones elétricos e automáticos, dois elevadores, refrigeração, sistema de controle de fogo e um sistema central de vacuamento.

Depois da morte de James Deering em 1925, um suporte mínimo manteve a mansão. O furacão de 1926 que devastou Miami seriamente danificou Vizcaya. Em 1952, o Condado de Miami-Dade comprou Vizcaya e abriu-a como uma histórica casa museu no ano seguinte. Uma restauração extensiva trouxe de volta a "villa" e os jardins do jeito que eram durante a administração de Deering. Vizcaya foi creditada pela American Association of Museums e é classificada atualmente como um National Historic Landmark.

O encontro entre Ronald Reagan e o Papa João Paulo II em 1987 teve lugar em Vizcaya.[8] [9] e em 1991, Sua Majestade Real a Rainha Elizabeth II do Reino Unido visitou a propriedade.

Viscaya sediou a primeira Cúpula das Américas ocorrida em 1994 e abrigou cerca de 34 líderes do hemisfério ocidental e o então presidente Bill Clinton.

Turismo e Visitação[editar | editar código-fonte]

Mansão principal de Vizcaya vista dos jardins frontais.

A propriedade é atualmente denominada oficialmente Vizcaya Museu and Gardens e consiste na casa principal e sua mobília original e os jardins formais que a envolvem. A propriedade abrange cerca de 50 hectares (200 mil m²) dos quais 10 hectares (40 mil m²) constituem o jardim botânico.

O museu contém mais de 70 quartos decorados com vários artefatos antigos provenientes do século XV até o início do século XIX europeu.[10] Atualmente a propriedade está sob o controle do Condado de Miami-Dade e é mantida pelo instituto Vizcaya Museum and Gardens Trust criado em 1998.

Villa Vizcaya localiza-se em South Miami Avenue n°3251 no bairro de Coconut Grove e permanece aberta ao público todos os dias, exceto no dia de Natal. Vizcaya está passando por um programa de manutenção e restauração que já chegou a 50 milhões de dólares em investimentos por parte do Condado de Miami-Dade.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Vizcaya já foi selecionada para participar de vários filmes hollywoodianos. O antigo proprietário, James Deering, tinha uma interesse especial por filmes de Charlie Chaplin e colecionava muitos deles na sua propriedade. Vizcaya já apareceu nos filmes: Airport '77 de 1977, The Money Pit de 1986, Ace Ventura[11] [12] de 1994, Um Domingo Qualquer[13] de 1999 e Bad Boys II de 2003.

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências