Vincenzo Vinciguerra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vincenzo Vinciguerra (1949) é um terrorista italiano, ex-membro do movimento neofascista (Avanguardia Nazionale e Ordine Nuovo). Atualmente está em prisão perpétua pelo assassinato de três policiais, em um carro-bomba, em Peteano, cidadezinha próxima a Gorizia, no ano de 1972. As investigações do caso, anteriormente considerado insolúvel, foram concluídas através da reconstrução do juiz veneziano Felice Casson, que conduziu as investigações sobre a organização clandestina "Gladio", atuante na Europa Ocidental.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.