Vine (aplicativo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vine
Vine logo green.png
Autor Dom Hofmann, Rus Yusupov, Colin Kroll
Desenvolvedor Vine Labs, Inc.
Lançamento 24 de janeiro de 2013 (1 ano)
Sistema operacional iOS, Android, Windows Phone
Gênero(s) Vídeo
Licença Software gratuito
Estado do desenvolvimento Ativo
Tamanho 11.1 MB
Página oficial vine.co

Vine é um aplicativo móvel pertencente ao Twitter que permite que seus usuários criar e postar vídeos curtos. Os videoclipes criados com o Vine tem uma duração máxima de seis segundos e pode ser compartilhado na rede social o Vine ou em outros serviços como Twitter e Facebook.[1] [2] [3]

História[editar | editar código-fonte]

O Vine foi fundado por Dom Hofmann, Rus Yusupov e Colin Kroll em junho de 2012. A empresa foi adquirida pelo Twitter em outubro de 2012 por 30 milhões de dólares, declarados.[4] [5]

O Vine estreou em 24 de janeiro de 2013[6] como um aplicativo gratuito na App Store do iOS. Em 2 de junho de 2013, o Vine para Android foi disponibilizado como um aplicativo gratuito na Google Play.[7]

Em alguns meses, o aplicativo tornou-se o serviço de compartilhamento de vídeos mais utilizado no mercado, mesmo com baixa adoção do app.[8] Em 9 de abril de 2013, o Vine se tornou o aplicativo gratuito mais baixado dentro da App Store[9] e e em 1 de maio de 2014, o Vine lançou uma versão web do serviço para explorar os vídeos.[10]

Detalhes[editar | editar código-fonte]

O Vine permite aos usuários gravar videoclipes curtos de até (na introdução) seis segundos de duração[3] durante a gravação através do aplicativo da câmera. A câmera grava somente enquanto a tela está sendo tocada, permitindo aos usuários editar na aba ou criar efeitos de movimento de parada.[11]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sippey, Michael (24 de janeiro de 2013). Vine: A new way to share video (em inglês). Blog.twitter.com. Página visitada em 25 de julho de 2013.
  2. Hathaway, Jay (5 de julho de 2013). Vine and the art of 6-second comedy (em inglês). The Daily Dot. Página visitada em 25 de julho de 2013.
  3. a b Paresh, Dave (20 de junho de 2013). Video app Vine's popularity is spreading, six seconds at a time – Los Angeles Times (em inglês). Articles.latimes.com. Página visitada em 25 de julho de 2013.
  4. Fried, Ina (9 de outubro de 2012). Twitter Buys Vine, a Video Clip Company That Never Launched – Peter Kafka and Mike Isaac – Mobile (em inglês). AllThingsD. Página visitada em 15 de março de 2013.
  5. Instagram Video Taking a Swing at Vine: Study (em inglês). NBC. Página visitada em 5 de março de 2014.
  6. Crook, Jordan (24 de janeiro de 2013). Twitter’s 6-Second Video Sharing App, Vine, Goes Live In The App Store (em inglês). Tech Crunch. Página visitada em 26 de janeiro de 2013.
  7. Vine for android (em inglês). Vine.co. Página visitada em 4 de junho de 2013.
  8. Moore, Robert (6 de março de 2013). TechCrunch – Vine Takes Early Command In The Mobile Video Market Over Viddy, Socialcam And Others Despite Low Adoption (em inglês). techcrunch.com. Página visitada em 10 de abril de 2013.
  9. Souppouris, Aaron (9 de abril de 2013). The Verge – Vine is now the number one free app in the US App Store (em inglês). theverge.com. Página visitada em 10 de abril de 2013.
  10. Det, Janessa (1 de maio de 2014). Vine.co has a new look (em inglês). Vine blog. Página visitada em 26 de maio de 2014.
  11. Hamburger, Ellis (April 25, 2013). Tao of Vine: the creators of Twitter's video platform speak out – and promise an Android app 'soon' (em inglês). TheVerge.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]