Vitória (Porto)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portugal Vitória  
—  freguesia portuguesa extinta  —
Antiga junta de freguesia da Vitória
Antiga junta de freguesia da Vitória
Brasão de armas de Vitória
Brasão de armas
LocalFregPorto-Vitória.svg
Concelho primitivo Porto
Concelho (s) atual (is) Porto
Freguesia (s) atual (is) Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória
Extinção 2013
Área
 - Total 0,31 km²
População (2011[1] )
 - Total 1 901
    • Densidade 6 132,3/km2 
Orago Nossa Senhora da Vitória

Vitória é uma antiga freguesia portuguesa do concelho do Porto que, pela Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro,[2] foi integrada na União das Freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória.

Judiaria do Olival[editar | editar código-fonte]

Uma boa parte da área Vitória corresponde à antiga Judiaria do Olival, a mais importante da cidade (das três existentes), até à sua destruição no final do século XV. A antiga sinagoga foi recentemente achada com o seu "Hêkhal" e situava-se na Rua de São Miguel, junto às Escadas da Esnoga, que a comunica com a freguesia de São Nicolau. Em 1492,esta rua foi calcetada á custa de Abraão Aboab,avô do célebre Emanuel Aboab,autor da conhecida "Nomologia". Vivia aqui uma grande comunidade, expropriada e dispersa, para os recordar (nos muros do Mosteiro de São Bento da Vitória) foi colocado um Memorial de mármore, nas línguas hebraica e portuguesa. Vários escritores escreveram sobre a comunidade: Agustina Bessa-Luís com Um Bicho da Terra, acerca de Uriel da Costa, e Richard Zimler em Meia Noite ou O Principio do Mundo, com uma rica família de comerciantes.

Desta judiaria é célebre o já citado filósofo Uriel da Costa que emigrou para a cidade de Amesterdão, mas também outras personagens importantes na história dos Países Baixos e de Portugal, como o marido da célebre banqueira sefardita Gracia Nasi Mendes, mais tarde estabelecida em Constantinopla.

Presidentes[editar | editar código-fonte]

O primeiro presidente da junta de freguesia da Vitória pós-25 de Abril chamava-se Joaquim da Costa Pinheiro (1974-1980).

Património[editar | editar código-fonte]

Classificado pelo IGESPAR[editar | editar código-fonte]

Arruamentos[editar | editar código-fonte]

A antiga freguesia da Vitória contém 57 arruamentos. São eles:

1Partilhada com a freguesia de Miragaia.

²Partilhada com a freguesia de São Nicolau.

³Partilhada com a freguesia da Cedofeita.

4Partilhada com a freguesia da .

5Partilhada com a freguesia de Santo Ildefonso.

Referências

  1. População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano) (em português) Instituto Nacional de Estatística. Página visitada em 22 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013. "Informação no separador "Q601_Norte""
  2. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de janeiro de 2014.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vitória (Porto)
Ícone de esboço Este artigo sobre Freguesias, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.