Vitória Sobre o Sol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Esboço para guarda-roupa de Kazimir Malevich.

"Vitória Sobre o Sol" (em russo: Победа над Cолнцем, Pobeda nad Solntsem) é uma ópera futurista russa composta por Mikhail Matyushin e estreada em 1913 no Luna Park em São Petersburgo.

O libretto, escrito em zaum teve a contribuição de Aleksei Kruchonykh, a música foi composta por Mikhail Matyushin, o prólogo adicionado por Velimir Khlebnikov e o palco desenhado por Kasimir Malevich. A performance foi organizada pelo grupo artístico Soyuz Molodyozhi. A ópera tornou-se famosa em consequência de ter sido o evento onde Malevich fez a sua primeira pintura com o "Quadrado negro".

A opera propunha-se sublinhar os paralelismos entre texto literário, composição musical e a pintura, e mostrava um elenco de personagens tão extravagantes como "Nero e Calígula na mesma pessoa", o "Viajante de todas as épocas", o "Conversador ao telefone", os "Novos", etc.

A audiência reagiu negativamente e mesmo violentamente à performance, assim como alguns críticos e historiadores. [1] Em 1980 foi realizado um documentário sobre o tema.[2]

Referências

  1. Isobel Hunter. (1999-07-12). "Zaum and Sun: The 'first Futurist opera' revisited". Central Europe Review 3 (1).
  2. "Victory Over the Sun: A Futuristic Opera", The New York Times. Página visitada em 2008-11-05.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vitória Sobre o Sol

Ligações externas[editar | editar código-fonte]