Vitória Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Vitória de Setúbal)
Ir para: navegação, pesquisa
Vitória de Setúbal
Logo Vitória de Setúbal.png
Nome Vitória Futebol Clube
Alcunhas Sadinos, Vitorianos, Senhor Vitória
Mascote "Sadinho" Roaz Corvineiro (golfinho do Rio Sado)
Fundação 20 de Novembro de 1910
Estádio Estádio do Bonfim,
STB.png Setúbal
Capacidade Total 35 000
Lugares disponíveis 18 694
Presidente Portugal Fernando Oliveira
Treinador Portugal Domingos Paciência
Patrocinador Itália Giovanni Galli
Portugal Super Bock
Coreia do Sul Kia
Malta BetClic
Material esportivo Dinamarca Hummel
Competição Primeira Liga (Liga Zon Sagres)
2011/12 11.º lugar
2010/11 12.º lugar
2009/10 14.º lugar
Website www.vfc.pt
Kit left arm setubal1213h.png Kit body setubal1213h.png Kit right arm setubal1213h.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm.png Kit body.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

Vitória Futebol Clube, também conhecido como Vitória de Setúbal MHIHOBMHIP, é um clube desportivo português da cidade de Setúbal.

A modalidade principal é o futebol, sendo que os principais feitos são três Taças de Portugal e uma Taça da Liga conquistadas. Tem como lema: "O Vitória não é grande, é enorme". Além do futebol, este clube distingue-se também em outras modalidades como andebol, judo, ginástica, kickboxing, karaté, ténis de mesa, atletismo, dança, rugby, futsal e futebol de praia tendo sido Campeão Nacional de Futebol de Praia em 2007/2008 e 2009/2010. Tem 1.600 atletas em todas as modalidades.

Utiliza como cores principais o verde e branco e a sua mascote é um roaz corvineiro (espécie de Golfinho que habita o Rio Sado). O símbolo inclui um [castelo com três torres(representando os três castelos da região: Castelo de S. Filipe, Castelo de Palmela e Forte de Sesimbra), uma roda de bicicleta (uma das modalidades principais na génese do clube), um pergaminho com o local e data de fundação, um ramo de Oliveira representando a vitória e os valores de honra a ela associados de acordo com a mesma simbologia na Grécia Antiga, uma bola de futebol e um escudo verde e branco.

O nome de VIII Exército, claque do clube, vem do exército Inglês que no Norte de África derrotou o até então imbatível exército de Erwin Rommel durante a Segunda Guerra Mundial. VIII Exército era então uma claque espontânea, formada por todos os vitorianos que acompanhavam o seu clube. VIII Exército dá agora nome à claque organizada do Vitória FC, oficialmente reconhecida pelo clube acompanhar a equipa para todo o lado. Além disso, é um grupo de apoio reconhecido por encarar o desporto de uma forma sadia, prova nos inúmeros convívios que realiza com claques de outros clubes.

O Vitória Futebol Clube tem 20 892 sócios e cerca de 200 000 adeptos.

O ano de 2005 ficará na memória de todos os vitorianos pela reconquista da Taça de Portugal, 32 anos depois, ganhando ao Benfica por 2-1 golos de Manuel José e Meyong pelo Vitória, bem como pela conquista da Supertaça Ibérica frente ao Bétis de Sevilha em Ayamonte, com golos de Nandinho e Ricardo Chaves pelo Vitória. No ano de 2008 fez história ao conquistar a 1ª edição da Taça da Liga, batendo o Sporting Clube de Portugal por 3-2 após as grandes penalidades (0-0 no tempo regulamentar) defendendo o guarda-redes Eduardo 3 dessas penalidades.

A 24 de Junho de 1932 foi feito Oficial da Ordem de Benemerência, a 31 de Janeiro de 1986 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Infante D. Henrique e a 10 de Maio de 1999 foi feito Membro-Honorário da Ordem da Instrução Pública.[1]

Modalidades[editar | editar código-fonte]

Palmarés em modalidades[editar | editar código-fonte]

  • Andebol – Campeão Nacional da II Divisão de Seniores em 1980/1981
    • Campeão Nacional da I Divisão de Juniores em 1974/1975
    • Campeão Nacional da II Divisão de Juniores em 1993/1994


  • Jogo da Moeda - Rapazinho, o Campeão dos 701! Depois de ter sido 32.
  • Futebol de Praia - Campeão Nacional em 2008
  • Secção de Rugby - Campeão Nacional da 2ª Divisão em 2008
  • Vitória F.C. vencedor do 1.º Torneio de Beach Rugby

Seniores

Vitória F.C./Café Flórida 10 - Viseu 0
Vitória F.C./Café Flórida 2 - Santo Amaro 5
Vitória F.C./Café Flórida 3 - Oeiras 1
Vitória F.C./Café Flórida 6 - Moita 2

Final

Oeiras 6 - 3 V.F.C./Café Flórida
Vitória F.C./Café Flórida – 2.º Lugar


Sub-16

Vitória F.C. 3 - 1 St. Julians
Vitória F.C. 8 - 0 Galiza
Vitória F.C. 5 - 0 Oeiras 0
Vitória F.C. 6 - 1 Belenenses

Final

Vitória F.C. 3 - 2 St. Julians
Vitória F.C. – 1.º Lugar
  • Tiro – Vencedor das Taças C.M.S. em 1930; 1931; 1932; 1933; 1934; 1935
  • Natação – 1º na prova Cidade de Setúbal de 1929, com o nadador José Santana Faustino
  • Ciclismo – Oceana Zarco conquistou pelo Vitória as seguintes provas:
    • 1ª Volta ao Porto em 1926
    • 3ª Volta a Lisboa em 1926
    • Volta a Setúbal de 1929
  • Full Contact - Campeão Nacional por equipas em 2006
  • Atletas que obtiveram lugares no pódio:
    • Tiago Galego, -75 kg, que se sagrou também Campeão Nacional
    • Rui Macau, -67 kg, Vice Campeão Nacional,
    • Ricardo Rosa, -63 kg, Campeão Nacional
    • Tiago Afonso, -57 kg, Vice Campeão Nacional
    • Gonçalo Calado, -54 kg, Campeão Nacional
  • Atletismo-

Edson Dongoxe

Campeão Regional nos 200m (Masculinos)
Campeão Regional nos 400m Planos (Masculinos)

Ion Marcauteanau

Campeão Regional nos 5.000m (Masculinos)
Vice Campeão Regional nos 3.000m (Masculinos)

David Santinho

Vice Campeão Regional nos 400m Planos (Masculinos)
Vice Campeão Regional nos 800m (Masculinos)

Em equipas:

Campeão na Final dos 4x400m (Masculinos)
3.º Lugar nos 4x100m Planos (Masculinos)
  • Ginástica

Pedro Correia e Afonso Quintas - CAMPEÕES NACIONAIS TRAMPOLIM SINCRONIZADO, INICIADOS MASCULINOS

Trampolim - Cama Elástica - Individual
Iniciados Femininos
12.º Lugar - Inês Aldeano
15.º Lugar - Inês Faria
Iniciados Masculinos
26.º Lugar - Vitor Manita
30.º Lugar - Nuno Cunha
Juvenis Femininos
4.º Lugar - Adriana Elias (garantiu apuramento para a Taça de Portugal de Trampolins)
Juvenis Masculinos
1.º Lugar - Gustavo Sousa (Campeão Nacional - garantiu apuramento para a Taça de Portugal de Trampolins)
Trampolim Sincronizado

Iniciados Femininos

14.º Lugar - Inês Aldeano/Daniela Branco

Iniciados Masculinos

8.º Lugar - Vitor Manita/Nuno Cunha

Juvenis Masculinos

2.º Lugar - Gustavo Sousa/João Guerreiro (AG Sines) - Vice-Campeões Nacionais
Existe também, outra modalidade de ginástica, que , apesar de semelhante aos trampolins, é completamente diferente, modalidade essa o Tumbling.

Esta disciplina requer reacções dinâmicas, consciência espacial, coordenação, força e coragem. Os exercícios não ultrapassam mais que alguns segundos. Porém, requerem vários anos de preparação para se atingir a precisão dos saltos.

O ginasta ganha a velocidade e força de impulso, executando, ao longo de uma pista de 25 metros, uma série de mortais e piruetas. Os ginastas profissionais de nível sénior executam exercícios compostos por dois duplos mortais, podendo conseguir realizar três duplos mortais, com ou sem piruetas.

As séries têm uma duração entre os quatro e cinco segundos, conseguindo os ginastas realizar alguns elementos técnicos a certa altura (entre três e quatro metros).

(Note-se que esta disciplina é a disciplina com mais atletas inscritos de todo o V.F.C)

Resultados do Campeonato Nacional de 2013

2º lugar - Vice-Campeã Nacional – Filipa Carvalho (Apurada para a Taça de Portugal)

8º lugar  – Inês Moreira

9º lugar - Margarida Mendes

17º lugar - Sofia Martins

18º lugar - Matilde Grossinho

25º lugar - Marta Mariano


Equipas 

 1º Lugar, Campeãs Nacionais – Filipa Carvalho, Inês Moreira e Margarida Mendes

5º lugar - Marta Mariano, Matilde Grossinho e Sofia Martins



Escalão de Iniciados Masculinos

Individual

18º lugar - Gonçalo Moreira


Juvenis Femininos 

Individual


4º lugar - Maria Correia (Apurada para a Taça de Portugal)

7º lugar - Carolina Porfírio 13º lugar - Daniela Carvalho 14º lugar - Maria Domingues 16º lugar - Catarina Lopes 21º lugar - Catarina Valente


Equipas 

1º Lugar, Campeãs Nacionais – Maria Correia, Daniela Carvalho e Carolina Porfírio 5º Lugar -  Catarina Lopes. Catarina Valente e Maria Domingues 


Seniores Masculinos

Individual

2º Lugar - Vice-Campeão Nacional – João Amoêdo (Apurado para a Taça de Portugal)

Futebol[editar | editar código-fonte]

Presenças (inc. 08/09)[editar | editar código-fonte]

Nº Presenças Títulos
Temporadas na 1ª 63 0
Temporadas na Liga de Honra 5 0
Temporadas na 2ª 8 0
Temporadas na 3ª 0 0
Taça de Portugal 65 3
Taça da Liga 4 1
Supertaça de Portugal 2 0

Classificações[editar | editar código-fonte]

Qualificação à divisão superior
Desqualificação à divisão inferior

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa listrada em verde e branco, calção e meias verdes.
  • 3º - Camisa branca, calção e meias brancas .
  • 2º - Camisa laranja, calção e meias azuis.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2009-10
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2008-09
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro

Palmarés e historial[editar | editar código-fonte]

Até 2008/2009

Nacionais[editar | editar código-fonte]

  •  Taça de Portugal: (3) 1962/63, 1966/67, 2004/05.
  • Taça da Liga: (1) 2007/08.
  • Campeonato de Portugal - 13 presenças– melhor: 1 Vez Vice Campeão do Campeonato de Portugal (1926/1927)
  • Campeonato Nacional da I Liga - 3 presenças– melhor: 5º lugar (1934/1935; 1935/1936)
  • Campeonato Nacional da I Divisão - 63 presenças
  • 1 Vez Vice Campeão Nacional na 1ª Divisão - (1971/72)
  • 3 Vezes 3º Classificado- (1969/70); (1972/73); (1973/74)
  • Campeonato Nacional da II Liga - 1 presença – melhor: Vencedor da Zona D e do Grupo 9 (1937/38)
  • Campeonato Nacional da II Divisão de Honra - 8 presenças - melhor: 1 Vez Vencedor da Zona Sul (1986/87)
  • Campeonato Nacional da II Divisão - 5 presenças – melhor: 2 Vezes Vice Campeão (1995/1996; 2003/2004)
  • 3 Taça de Portugal - 64 presenças – melhor: Vencedor (1964/1965; 1966/1967; 2004/2005)
  • 7 Vezes Finalista Vencido da Taça de Portugal- (1942/1943); (1953/1954); (1961/1962);(1965/1966); (1967/1968); (1972/1973);(2005/2006).
  • 19 vezes semifinalista da Taça de Portugal -
  • Supertaça Cândido Oliveira - 2 presenças - melhor: finalista (2005/06, 2006/07)
  • Taça das Taças - 3 presenças – melhor: 1/8 Final (1967/68)
  • Taça das Cidades com Feira / Taça Uefa - 12 presenças – melhor: 1/4 Final (1968/1969; 1970/1971; 1972/73; 1973/1974)
  • 1 Taça da Liga - 4 presenças - melhor: Vencedor (2007/2008)
  • Campeonato de Setúbal - 19 presenças – melhor: Campeão (1927/1928; 1928/1929; 1931/1932; 1932/1933; 1933/1934; 1934/1935; 1935/1936; 1936/1937; 1943/1944; 1944/1945; 1945/1946; 1946/1947)
  • Campeonato de Lisboa em 1ªs categorias - 6 presenças– melhor: Campeão (1923/1924; 1926/1927) #
  • Campeonato de Lisboa em 2ªs categorias - 12 presenças – melhor: Campeão (1916/1917; 1921/1922; 1925/1926)
  • Campeonato de Lisboa em 3ªs categorias - 8 presenças - melhor: 2º lugar (1926/27)
  • Campeonato de Lisboa em 4ªs categorias - 2 presenças - melhor: 2º lugar (1926/27)

Outros feitos significativos[editar | editar código-fonte]

Resultados no Campeonato Nacional da 1.ª Divisão (Futebol)[editar | editar código-fonte]

1934/35 (casa e fora)[editar | editar código-fonte]

  • Académica 3-2 e 1-0
  • Académico do Porto 0-0 e 6-3
  • União de Lisboa 4-1 e 3-1
  • Belenenses 2-1 e 0-3
  • Benfica 2-5 e 1-3
  • Sporting 0-1 e 1-1
  • FC Porto 1-0 e 2-3

5.º lugar com 14 jogos, 7 vitórias, 2 empates, 5 derrotas, 26 golos marcados e 24 sofridos.

O Vitória nas competições europeias[editar | editar código-fonte]

O «Senhor» Vitória

Durante dez anos andaram os sadinos a espalhar o perfume da sua classe por essa Europa fora. Nem mesmo os «gigantes» resistiam ao inferno do Bonfim…

Vitória de Setúbal na Europa. Hoje poderá soar, menos bem, mas fique o leitor sabendo – se é que não sabia – que, a seguir ao FC Porto, Benfica, Sporting, SC Braga e Boavista, o Vitória é de longe, a equipa portuguesa que melhor palmarés ostenta nas competições europeias. Se compararmos o historial europeu de todos os clubes portugueses sté a 1975 (que constitui o declínio do Vitória) o Vitória era o 3º melhor "europeu", e apenas estava atrás de Benfica e Sporting, e à frente do Porto! Até 1975, os historiais de jogos europeus das duas equipas eram os seguintes: - FC Porto: 41 jogos distribuídos por 13 presenças, sem nunca conseguir passar da 2ª eliminatória… - VITÓRIA: 56 jogos distribuídos por 11 presenças, conseguindo chegar por 4 vezes aos Quartos de Final da Taça Uefa…

O Vitória participou em 64 jogos através de 14 presenças nas competições europeias. Três na extinta Taça dos Vencedores das Taças e as restantes na Taça UEFA, que nas suas primeiras edições, recebia o nome de Taça das Cidades com Feira.

Palmarés europeu do Vitória
  • 2008 Taça Uefa – Heerenveen (Holanda) 1-1; 2-5
  • 2006 Taça Uefa – Heerenveen (Holanda) 0-3; 0-0
  • 2005 Taça Uefa – Sampdória (Itália) 1-1; 0-1
  • 2000 Taça Uefa – AS Roma (Itália) 1-0; 0-7
  • 1975 Taça Uefa – Zaragoza (Espanha) 1-1; 0-4
  • 1974 Taça Uefa – VfB Stuttgart (Alemanha) 2-2; 0-1
    • Leeds United (Inglaterra) 3-1; 0-1
    • Molenbeek (Bélgica) 1-0; 1-2
    • Beerschot (Bélgica) 2-0; 2-0
  • 1973 Taça Uefa – Tottenham Hotspur (Inglaterra) 2-1; 0-1
    • Inter de Milão (Itália) 2-0; 0-1
    • Fiorentina (Itália) 1-0; 1-2
    • Zaglebie Sosnowiec (Polónia) 6-1; 0-1
  • 1972 Taça Uefa – UT Arad (Roménia) 1-0; 0-3
    • Spartak Moscovo (URSS) 4-0; 0-0
    • Olympique Nîmes (França) 1-0; 1-2
  • 1971 Taça Uefa – Leeds United (Inglaterra) 1-1; 1-2
    • Anderlecht (Bélgica) 3-1; 1-2
    • Hajduk Split (Jugoslávia) 2-0; 1-2
    • Lausanne Sports (Suíça) 2-1; 2-0
  • 1970 Taça Uefa – Hertha de Berlim (Alemanha) 1-1; 0-1
    • Liverpool (Inglaterra) 1-0; 2-3
    • Rapid Bucareste (Roménia) 3-1; 4-1
  • 1969 Taça Uefa – Newcastle United (Inglaterra) 3-1; 1-5
    • Fiorentina (Itália) 3-0; 1-2
    • Olympique Lyon (França) 5-0; 2-1
    • Linfield Belfast (Irlanda do Norte) 3-0; 3-1
  • 1968 Taça das Taças – Bayern Munique (Alemanha) 1-1; 2-6
    • Fredrikstad (Noruega) 2-1; 5-1
  • 1967 Taça Uefa – Juventus (Itália) 0-2; 1-3
  • 1966 Taça das Taças – Aarhus (Dinamarca) 1-2; 1-2
  • 1963 Taça das Taças – Saint Éttiene (França) 0-3; 1-1
Taça Uefa / Taça das Cidades com Feira
  • Jogos - 56 (28 em casa; 28 fora)
  • Vitórias - 25 (20 em casa; 5 fora)
  • Empates - 8 (6 em casa; 2 fora)
  • Derrotas - 23 (2 em casa; 21 fora)
  • Golos Marcados - 82 (56 em casa; 26 fora)
  • Golos Sofridos - 73 (19 em casa; 54 fora)
Taça dos Vencedores das Taças / Taça das Taças
  • Jogos - 8 (4 em casa; 4 fora)
  • Vitórias - 2 (1 em casa; 1 fora)
  • Empates - 2 (1 em casa; 1 fora)
  • Derrotas - 4 (2 em casa, 2 fora)
  • Golos Marcados - 13 (4 em casa; 9 fora)
  • Golos Sofridos - 17 (7 em casa; 10 fora)

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Plantel 2009/2010[editar | editar código-fonte]

Nº. Posição Jogador
1 Polónia GR Pawel Kieszek
12 Paraguai GR Carlos Servín
95 Portugal GR Miguel Lázaro
40 Senegal DF François
19 Peru MC Wilder Cartagena
3 Portugal DF Ruben Lima
4 Costa do Marfim DF Marc Zoro
13 Portugal DF Filipe Brigues
22 Portugal DF André Pinto
26 Argélia DF Kheireddine Zarabi
30 Portugal DF Ivo Pinto
68 Brasil DF Ney
5 Paraguai DF Javier Cohene
Nº. Posição Jogador
14 Mali MC Mamadou Djikiné
6 Cabo Verde MC Sandro
8 Portugal MC Regula
11 Portugal MC Bruno Ribeiro
18 Portugal MC Lourenço
27 Paraguai AV Ramón Cardozo
55 Portugal MC Vasco Varão
79 Portugal MC Neca
10 Portugal AV Hélder Barbosa
23 Portugal AV Luís Carlos
20 Guiné-Bissau AV Adul Baldé
28 Portugal AV Rui Fonte
91 Cabo Verde DF Diney
99 Brasil AV Rafael Matins
33 Brasil DF Ozéia
TBA Guiné-Bissau AV Forbes

Transferências 2009/2010[editar | editar código-fonte]

Mercado de Verão

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um clube de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.