Vittorio Meano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vittorio Meano
Nascimento 1860
Susa, Itália
Morte 1 de junho de 1904 (44 anos)
Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade  Argentina
Movimento Art nouveau
Obras notáveis Teatro Colón

Vittorio Meano (Susa, 1860Buenos Aires, 1 de junho de 1904) foi um arquiteto italiano naturalizado argentino. Desenvolveu sua atividade profissional na região do Rio da Prata.

Início da carreira[editar | editar código-fonte]

Sua vida acadêmica iniciou em 1878, quando graduou em geometria no Instituto de Pinerolo e crê-se que logo começou seus estudos em arquitetura na Academia Albertina de Turín. Em 1884 viajou para Buenos Aires para integrar-se ao estúdio de Francesco Tamburini, que havia sido incumbido de várias obras públicas, entre elas a ampliação e reforma da Casa Rosada.[1]

Em 1890 Tamburini faleceu, ficando a cargo de Meano o projeto do novo edifício do Teatro Colón, seguindo o que foi desenhado por Tamburini. Em 1895 recebe seu primeiro projeto: a construção do Palácio do Congresso da Nação Argentina[2] [3] .

Projetaria também a construção do Palácio Legislativo, sede o parlamento Uruguaio em Montevidéo[2] .

Nunca pode ver completo nenhum de seus projetos, já que foi assassinado em 1º de junho de 1904 pelo italiano Juan Passera, que havia sido seu mordomo, e alegadamente o amante de sua esposa, Luisa Meano.[4]

Referências

  1. Molinos, Rita; Mario Sabugo. Vittorio Meano: la vida, la obra, la fama.. [S.l.]: Fundación por Buenos Aires. ISBN 9874368330. (Ver também [1].)
  2. a b Rita Molinos; Mario Sabugo (1998). VITTORIO MEANO (1860- 1904) (em Espanhol). Visitado em 28 de agosto de 2011.
  3. Irma Arestizábal. La arquitectura del Teatro Colón y los italianos (em Espanhol) Università Ca'Foscari Venezia (Universidade Ca' Foscari de Veneza). Visitado em 28 de agosto de 2011.
  4. Juan Forn (2009). Congreso (em Espanhol) Página/12. Visitado em 28 de agosto de 2011.