Viva Hate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Viva Hate
Álbum de estúdio de Morrissey
Lançamento 14 de Março de 1988
Gênero(s) pop rock, pós punk
Duração 46:09
Gravadora(s) HMV (UK), Sire (EUA)
Produção Stephen Street
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Morrissey
Último
Último
-
Kill Uncle
(1991)
Próximo
Próximo

Viva Hate é o álbum de estreia a solo do cantor e compositor inglês Morrissey, lançado em 1988, um ano após da dissolução do grupo do qual Morrissey era integrante (The Smiths).

Gravação[editar | editar código-fonte]

A produção ficou a cargo de Stephen Street, que também foi co-autor de todas as canções do disco. O disco também contou com o guitarrista Vini Reily, líder da banda Durutti Column, também de Manchester, berço dos Smiths. O álbum foi lançado apenas seis meses depois do último álbum dos The Smiths, Strangeways, Here We Come. O título prevê que o conteúdo das letras de Morrissey é sarcástico e cheio de invectivas, embora algumas das faixas lidam com a dureza da separação dos The Smiths. O álbum foi produzido por Stephen Street e a maioria dos arranjos são de Vini Reilly da banda The Durutti Column. O estilo distinto de Reilly é evidente por todo o álbum, especialmente em faixas como "Late Night, Maudlin Street" e "Bengali in Platforms". A gravação continua a ser uma das suas melhores gravações conhecidas e foi certificado com Ouro pela RIAA em 16 de novembro de 1993. Algumas das faixa causaram polêmica, como a faixa "Margaret on the Guillotine", que descreveu a morte da ex-primeira-ministra Margaret Thatcher como um "sonho maravilhoso".

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Alsatian Cousin"
  2. "Little Man, What Now?"
  3. "Everyday Is Like Sunday"
  4. "Bengali in Platforms"
  5. "Angel, Angel Down We Go Together"
  6. "Late Night, Maudlin Street"
  7. "Suedehead"
  8. "Break Up the Family"
  9. "The Ordinary Boys"
  10. "I Don't Mind If You Forget Me"
  11. "Dial-a-Cliché"
  12. "Margaret on the Guillotine"


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.