Viviane Mosé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Viviane Mosé
Nascimento 16 de Janeiro de 1964 (50 anos)
 Espírito Santo, Brasil
Nacionalidade  brasileira
Ocupação poetisa, filósofa, psicóloga e psicanalista

Viviane Mosé (Espírito Santo, 16 de janeiro de 1964) é uma poetisa, filósofa, psicóloga, psicanalista e especialista em elaboração e implementação de políticas públicas. Mestre e doutora em filosofia pelo Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Publicou sua tese de doutorado Nietzsche e a grande política da linguagem em 2005 pela editora Civilização Brasileira.

Escreveu e apresentou, em 2005 e 2006, o quadro Ser ou não ser, no Fantástico, onde trazia temas de filosofia para uma linguagem cotidiana.[1] Tem diversos livros de poesia, filosofia e psicanálise publicados. [2] Hoje é sócia e diretora de conteúdo da Usina Pensamento, comentarista do programa Liberdade de Expressão, na Rádio CBN, com Carlos Heitor Cony e Artur Xexéo e palestrante.

Obras[editar | editar código-fonte]

Poesia

  • Toda Palavra, (2008);
  • Pensamento chão, (2007);
  • Desato, (2006);
  • Receita para lavar palavra suja, (2004);
  • Escritos, (1990);
  • Imagem Escrita, (1999);
  • 7 + 1, Francisco Alves (1997).

Filosofia e Psicanalise

  • A Escola e Os Desafios Contemporâneos, (2013);
  • O Homem que Sabe, (2011);
  • Nietzsche e a grande política da linguagem, (2005);
  • Beleza, feiúra e psicanálise, (2004);
  • Stela do Patrocínio - Reino dos bichos e dos animais é o meu nome, (2002);
  • Assim Falou Nietzsche, (1999).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fantástico.Globo - Ser ou não ser? É possível viver sem arte?
  2. Filosofia.Uol - "Minha meta é a educação."

Ligações externas[editar | editar código-fonte]