Vladimir Petrovich Vetchinkin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Vladimir Petrovich Vetchinkin (em Russo: Владимир Петрович Ветчинкин) (17 (29) de Junho de 1888 - 6 de Março de 1950) foi um cientista soviético que atuou nos campos de aerodinâmica, aeronáutica, e energia eólica.

Vladimir Petrovich nasceu em Kutno (área polonesa sob domínio russo), filho de um militar. Vetchinkin formou-se pela Colégio Técnico de Moscou em 1915 onde foi pupilo de Nikolai Jukovsky. Em 1913, junto com o prof. Jukovsky, ele criou uma teoria dos vórtices dos propulsores das aeronaves. Em 1916, ambos criaram o departamento de testes e cálculo aeronáutico no laboratório do túnel de vento do Colégio Técnico de Moscou. Em 1918, Vladimir foi co-fundador do Instituto Central Jukovsky de Aerodinâmica. Vetchinkin tornou-se professor na Academia Zhukovsky da Força Aérea em 1923.

Em 1914, Vetchinkin começou a trabalhar junto com Anatoly Georgievich Ufimtsev em moinhos de vento de alta performance para geração de energia elétrica. Eles construíram um gerador de energia eólica experimental de 8 kilowatt em 1929 na cidade de Kursk.

Entre 1921-25, Vetchinkin fez estudos sobre a teoria dos foguetes e foi o primeiro a apresentar uma teoria correta do voo interplanetário baseada na transferência de órbitas elípticas — uma ideia que geralmente é creditada a Walter Hohmann. Ele foi membro da Sociedade de Estudos de Viagem Interplanetária.

Vladimir Petrovich morreu em Moscou em 1950.