Vocoder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo' (desde novembro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Vocoder (do Inglês, a contração de "voz + codificar") é um instrumento analisador e capaz de sintetizar a voz humana. Ele funciona como um codificador vocal. Sua função principal no campo de música é de tornar a voz humana numa voz sintetizada. O vocoder foi introduzido nos anos de 1930, originalmente para aplicações no campo de telecomunicações com fins de codificar a voz para transmissão eletrônica com seu uso primário sendo comunicação de rádio segura (i.e. protegida), em que a voz tem que ser digitalizada, criptografada e, então, transmitida num canal de banda vocal estreita.

Vocoder na Música[editar | editar código-fonte]

A compositora Wendy Carlos e o inventor e músico Robert Moog, desenvolveram alguns dos primeiros vocoders para fins musicais nos anos 1970.[1]

No filme Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, a voz da cantoria robótica da canção dos Beatles, "Mean Mr. Mustard", foi obtida com o uso de um vocoder.

Artistas e bandas que já usaram vocoder em pelo menos uma de suas músicas

Vocoder na Telecomunicação[editar | editar código-fonte]

Na telecomunicação, Homer Dudley, um físico da Bell Laboratories, em Nova Jersey, EUA, já fazia apresentações do vocoder, desenvolvido em 1939.[2]

Vocoder para computadores[editar | editar código-fonte]

Hoje em dia, com a nossa tecnologia, pode-se sintetizar a voz não só através do uso de um sintetizador capaz de samples mas já existe plug-ins próprios para uso em PCs que permite o usuário a manipular a voz com certos softwares.[3]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências