Volturi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Clã Volturi
Personagem de série Twilight
Da esquerda: Christopher Heyerdahl, Michael Sheen e Jamie Campbell Bower caracterizados como os três líderes do clã Volturi, conforme apresentados na cena pós-créditos do filme Amanhecer: Parte 1.
Morada Volterra, na Itália
Espécie Vampiros
Características Família antiga de vampiros, lidera a sociedade destes seres
Criado por Stephenie Meyer
Projecto Literatura  · Portal Literatura

Os Volturi são personagens fictícios da série Crepúsculo, da escritora norte-americana Stephenie Meyer. Aparecem nas seguintes obras da saga: Lua Nova, Eclipse e Amanhecer. Por formarem um dos clãs mais antigos da história, são descritos como uma espécie de família real dos vampiros. Com o tempo, tomaram para si o dever de guardar o segredo da existência destas criaturas.

O clã, formado por três líderes e seus respectivas esposas, possui uma enorme e poderosa guarda, que varia em quantidade de membros com o decorrer das épocas. Todos habitam a cidade de Volterra, na Itália. Nas raras vezes em que saem de sua morada para conter algum surto de ataques de vampiros, os Volturi aniquilam todos os envolvidos, exceto aqueles que demonstram ter algum talento especial; esses são convidados a fazerem parte da guarda.

Membros[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Líderes[editar | editar código-fonte]

  • Aro Volturi: Nasceu por volta de 1260 a.C. e foi transformado por volta de 1300 a.C., na Grécia. Aro tem uma pele muito pálida, quase translúcida. O cabelo dele é longo e preto, quase como se fosse um manto. Quando ele se move, parece que está a flutuar. Seus olhos são vermelhos, mas nebulosos e leitosos. Ele é um dos líderes dos Volturi e é excepcionalmente talentoso. Consegue ler a mente das pessoas, mas para isso precisa de contato físico. Sua habilidade é muito mais completa que a de Edward Cullen, já que ele pode ouvir os pensamentos que a pessoa teve em qualquer momento,e os que estão na cabeça dessa pessoa,mas ele,como seu poder é mais forte que o de Edward, tem que encostar nas pessoas,já Edward não vê o que passou,mas pode enxergar a mente de uma pessoa com quilometros de distancia. Tem como esposa Sulpicia, cuja única aparição ocorre no quarto livro da série, que é mantida na torre dos Volturi independentemente da situação ou mesmo eventuais riscos que o clã corra. Aro recusou-se a ajudar Edward a se matar quando ele pediu ajuda pela primeira vez. Aro sempre esteve interessado nos talentos de Edward e tentou fazer com que ele se unisse aos Volturi ao invés de cometer suicídio. Ele permitiu que Edward levasse Bella Swan de volta a Forks com a promessa de que ela seria transformada em breve. Aro também tentou convecer Alice a se juntar aos Volturi por causa de seu poder de prever o futuro, mas assim como Edward ela não aceitou, preferindo os Cullen. Segundo Edward, Aro nunca desejou algo como deseja o dom de Alice. No cinema, o personagem é interpretado por Michael Sheen.

História Pessoal

Durante toda a vida, Aro foi ambicioso; seu objetivo principal sempre foi o poder. Na busca desse objetivo, ele foi transformado, com cerca de 20 anos. Durante o primeiro século de sua existência como vampiro, uniu forças com outros dois vampiros, Marcus e Caius, e transformou mais dois humanos: a irmã, Didyme, e a futura esposa, Sulpicia. Aro formou seu clã (que também incluía a esposa de Caius, Athenodora) para implementar sua ambição por poder, procurando força nos números para intensificar o próprio talento: ler pensamentos. No início, Aro, Caius e Marcus concordaram em comandar juntos, mas Aro era sempre a força que promovia todas as decisões. Foi ele quem criou o plano com o qual os Volturi finalmente chegaram ao poder, reinando no mundo dos vampiros: o conceito das leis vampíricas de convivência mútua.

Com o tempo, Marcus perdeu o interesse no clã, em razão de sua tragédia pessoal, e Caius tornou-se obcecado pelo caráter punitivo do governo. Aro se encarregava de todos os outros aspectos do comando.

Aro foi o último do clã a formar um elo romântico. Depois que Marcus e Didyme se apaixonaram, Aro sentiu que o equilíbrio do poder se alterava, o que não o favorecia (antes, ele considerava a irmã uma aliada infalível; após se tornar companheira de Marcus, presumia que ela o apoiaria, caso houvesse alguma divergência no clã). Aro havia decidido anteriormente que escolheria uma humana e a transformaria, em vez de procurar para parceira outra vampira, com chances de ainda estar ligada ao ser que a criou ou a outros relacionamentos que pudessem complicar seus planos. Ele tinha em mente certo tipo de mulher, e encontrou o que procurava em Sulpicia: uma linda e jovem orfã, com poucas relações na comunidade humana. Aro a cortejou, e ela aceitou ser transformada e unir-se a ele como esposa. Sulpicia continua totalmente dedicada e leal ao marido.

Aro decidiu transformar a irmã por pensar que ela teria um dom semelhante ao seu. Ficou desapontado. Mais tarde, livrou-se da irmã quando esta se opôs ao seu pedido de que distraísse Marcus, a fim de que ele não observasse as intenções de Aro. Uma consequência não intencional dessa decisão foi o enfrequecimento quase total de Marcus pela perda da companheira. Aro e Caius ficaram perturbados ao perceberem que eram vulneráveis a devastação semelhante; e buscaram imediatamente guarda-costas para as esposas. Com o tempo, Aro e Caius aumentaram a segurança de todas as maneiras que conseguiram imaginar e Sulpicia e Athenodora se tornaram praticamente prisioneiras na própria casa. Parte desse confinamento, porém, incluía um vampiro talentoso para garantir sua satisfação. Com Corin como parte de sua guarda pessoal, Sulpicia e Athenodora nunca se opuseram ao encarceramento.

  • Caius Volturi: Nasceu por volta de 1300 a.C., na Grécia. Caius usa um manto preto e cachecol vermelho, seus cabelos loiros vão aos ombros. Não faz grande aparição no segundo livro, . É muito pálido, frio e sombrio. Insistiu que Bella não tivesse permissão de sair da Itália com vida. Quando ficou determinado que Edward planejava transformar Bella, Caius ficou muito desapontado, mas Aro assegurou-lhe que eles tentariam persuadi-los novamente a se juntar aos Volturi. Não é piedoso. É parceiro de Athenodora, que é descrita em Amanhecer como tendo cabelos claros, pele como talco e de olhos leitosos. No cinema, é interpretado por Jamie Campbell Bower.
  • Marcus Volturi: Nasceu por volta de 1350 a.C., na Grécia. Seu cabelo é muito longo e preto e seu poder consiste em sentir a força de relacionamentos. Meyer revelou que ele era parceiro da irmã de Aro, Didyme, cujo dom era criar uma aura de felicidade àqueles ao seu redor, mas esta foi morta pelo irmão sem o conhecimento de Marcus, já que Aro achava que ela atrapalhava seus planos, pois queria sair de Volterra levando Marcus, e em amanhecer e lua nova Marcus é descrito como "parecendo entediado".[1] Essa perda transformou-o em um vampiro apático. Quando Marcus encontra Bella e Edward pela primeira vez, ele surpreende-se com a intensidade do relacionamento dos dois. Ele divide essa informação com Aro mentalmente e fala poucas vezes durante os livros. No cinema, é interpretado por Christopher Heyerdahl.

Guarda[nota 1] [editar | editar código-fonte]

  • Jane e Alec: Aro assassinou uma vila inteira quando tentaram matar Jane e Alec numa fogueira por bruxaria. Ele queria que os dois ficassem mais velhos para poder transformá-los, mas as pessoas da vila o forçaram a agir mais cedo do que pretendia. Jane pode criar ilusões de dor para torturar uma pessoa e Alec paralisa todos os sentidos de suas vítimas, deixando-as incapacitadas ao lutar. Eles nasceram na Inglaterra antes de 800 d.c. e foram transformados quando tinham entre 12 e 14 anos de idade. No cinema, são interpretados, respectivamente, por Dakota Fanning e Cameron Bright.
  • Demetri: tem pele azeitonada, que parece estranha quando misturada à sua palidez. O cabelo preto chega ao comprimento dos ombros. Seu talento é poder rastrear pessoas, podendo sentir o "teor" de sua mente. Ele pode encontrar qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo. Ele foi transformado por volta de 1000 d.c. por Amun. Mas com o poder de Chelsea, não foi difícil fazer ele abandonar Amun e se juntar aos Volturi. No cinema, é interpretado por Charlie Bewley.
  • Felix: Bella descreve-o como sendo "muito grande, alto e forte" e observa que o tamanho dele a faz lembrar-se de Emmett. Ele tem a pele azeitonada como Demetri e o cabelo cortado, curto. Ele não possui habilidades sobrenaturais mas é um dos vampiros mais forte que existem. No cinema, é interpretado por Daniel Cudmore.
  • Santiago: assim como Felix, Santiago é dotado de uma tremenda força bruta, integra a esfera física da guarda e é desprovido de qualquer dom psíquico. Seu nome só é citado no final do livro Amanhecer, no Índice dos Vampiros.
  • Heidi: a cor de seus olhos é violeta, possivelmente pelo uso de lentes azuis por cima dos olhos vermelhos de vampiro. É linda e estatuesca, com longos cabelos cor de mogno brilhantes e pernas incrivelmente longas. Serve como isca para levar humanos para os Volturi se alimentarem. No cinema, é interpretada por Noot Seear.
  • Renata: guarda pessoal de Aro, pode criar um escudo ao seu redor. Às vezes protege Caius e Marcus também, mas a prioridade é Aro. A personagem está presente apenas em Amanhecer, e não é apresentada nos cinemas. O escudo de Renata, ao contrário do de Bella, funciona também contra ataques físicos.
  • Chelsea: tem o poder de romper ou juntar os laços das pessoas, e o usa para fazer com que pensem que sua vontade é servir os Volturi ou em um briga separar os laços para eles poderem punir apenas os culpados. Quando ela nasceu seu nome era Charmion, mas como o nome não e mais comum hoje em dia ela mudou para Chelsea. Ela foi um dos primeiros membros da guarda Volturi, onde permanece até hoje, foi transformada por Aro por volta de 1000 a.c. Faz uma aparição em Amanhecer e não é apresentada no cinema.
  • Afton: é o parceiro de defesa de Chelsea e Renata. Possui um dom de potência consideravel: tem a habilidade de Influenciar os pensamentos de seus oponentes e controlá-los. Afton está entre os mais bem classificados Volturis embora só tenha sido notado com o tempo e ajuda de Chelsea. Foi transformado em meados de 1000 a.C. pouco depois de Chelsea, por Aro.
  • Corin: sua tarefa de mais importância na guarda é proteger as esposas de Aro e Caius: Sulpicia e Athenodora. Sua função é manter as esposas, com seu dom, calmas e conformadas pelo fato de estarem aprisionadas para sua própria segurança. O dom de Corin faz com que uma pessoa se sinta contente nas circunstâncias em que se encontram. Porém, se sua habilidade é usada em excesso numa pessoa, esta fica viciada no sentimento produzido, não conseguindo viver sem ela; é como uma droga. Por este motivo, Aro é cuidadoso para não expor excessivamente sua esposa e a de Caius, ao dom de Corin.
Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Esposas[editar | editar código-fonte]

  • Athenodora: e a esposa de Caius e uma das mais antigas vampiras existentes. Ela conheceu Caius quando ele recentemente fugiu do ataque do clã romeno que dominavam o seu território, e viajou com ele até que encontraram Aro e Marcus. Juntos, eles formaram o clã Volturi. Após a perda do companheiro de Marcus e irmã de Aro, Didyme, ela e Sulpicia - esposa de Aro - tornou-se prisioneiros em sua torre, embora eles são acompanhados por Corin, que freqüentemente usa o seu dom de fazer com que se sintam satisfeitos com a sua situação. Ela e Sulpicia raramente deixam a torre, mesmo durante períodos importantes da história de vampiros, como a caça das crianças imortais.
  • Sulpicia: e a esposa de Aro Sulpicia era uma menina órfã, escolhido e criado por Aro como sua companheira, como ela era o que Aro tinha em mente para um companheiro. Após o sucesso de cortejá-la, ela concordou em ser transformado em um vampiro e se tornar esposa de Aro. Após a perda de sua irmã Didyme, Aro e Caius e teve sua esposa e Athenodora trancado e fortemente vigiado na torre dos Volturi. Ela é apenas o conteúdo com a sua situação graças ao poder de Corin para fazer os outros se sentirem satisfeitos com as suas circunstâncias.
  • Didyme: Didyme era a esposa de Marcus e ex-membro dos Volturi até que ela morreu nas mãos de seu irmão, Aro. Sua morte causou um grande impacto Marcus, que se tornou apático depois. Didyme tinha o dom de fazer as pessoas felizes, também conhecida como a aura de felicidade.Didyme nasceu vários anos depois de seu irmão Aro. Uma década e meia depois de Aro se tornou um vampiro, ele transformou-a em um bem, esperando que ela iria mostrar um talento útil semelhante ao seu. No entanto, seu dom era simplesmente fazer aqueles ao seu redor incrivelmente feliz. Apesar disso, Aro ainda planejava colocar um tal poder de usar.Por causa da aura de felicidade, muitas pessoas se apaixonou por ela. No entanto, ela só nunca retribuiu os de Marcus, parceiro mais confiável de Aro. A dupla se tornou incrivelmente felizes juntos, e para esse fim já não se importava muito sobre os planos de Aro para ganhar o controle do mundo dos vampiros. Depois de séculos com os Volturi, o casal fez planos para sair. Aro fingiu dar a sua bênção, e assassinado Didyme para que Marcus iria ficar (seu talento sendo mais útil para a causa de Aro).Após a morte de Didyme, Aro teve Chelsea usar seus talentos para forçar Marcus sentir lealdade para com os Volturi, que ele se tornou um zumbi estar (semelhante a Bella em Lua Nova, enquanto sem Edward), sem paixão por nada. Ele nunca soube que Aro estava por trás da morte de Didyme. É bem possível que o estado maçante Marcus é um efeito da sua retirada da aura Didyme de felicidade.

Volterra[editar | editar código-fonte]

Situada na Itália, Volterra tem como símbolo a cor vermelha, e é a sede dos Volturi. Com altos muros castanho-avermelhados,Volterra é considerada a cidade mais segura do mundo em relação a ataques de vampiros, já que os Volturi(que nela habitam desde a época dos Etruscos,segundo Alice) evitam os ataques dentro dos limites da cidade.Marcus,um dos líderes do clã,é conhecido pela crença local como um antigo padre que expulsou os vampiros há 1.500 anos,utilizando armas como alho e água benta.Um festival é dedicado a ele. Foi nesta comemoração que Edward tentou mostrar o segredo dos vampiros para todos, quando Bella chegou e o impediu.

Notas

  1. O quarto livro da série traz um índice com nomes de outros personagens, os quais nunca tiveram uma participação direta na saga; portanto, a guarda possui muito mais membros.

Referências

  1. Frequently Asked Questions: Breaking Dawn What happened to Marcus's wife? (em inglês). StephenieMeyer.com. Página visitada em 26-04-2009.