Volume (música)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Amplificadores são aparelhos que têm a capacidade de aumentar o volume de instrumentos elétricos ou dos sons captador por um microfone.
'Sforzando' e marcações de dinâmica na partitura de um trecho extraído do Quarteto de cordas em Lá maior, Op. 18, No. 5, terceiro movimento, variação I, m. 7–8, de Ludwig van Beethoven.[1] Loudspeaker.svg? Play

O volume é uma das propriedades do som e se refere à intensidade[2] com que uma nota é executada, isto é, a variação entre os sons fortes e fracos.[3]

A variação de volume pode se referir desde a quantidade de decibéis com que uma música será ouvida, até a dinâmica de uma fraseado tocado por um instrumento, o qual enfatiza algumas notas mais do que outras.[4]

A intensidade de som (ou intensidade acústica) pode ser definida como a potência sonora por unidade de área. Em unidades do SI, a intensidade do som é medida por watt por metro quadrado (W / m 2 ).[5]

Referências

  1. Benward & Saker (2003). Music: In Theory and Practice, Vol. I, p.12. Seventh Edition. ISBN 978-0-07-294262-0.
  2. IASD. [1] Musicaeadoracao.com.br. Visitado em 5 de maio de 2015.
  3. Jorge Nobre. Projeto Fortalecimento Musical Secult.ce.gov.br. Visitado em 5 de maio de 2015.
  4. Portaledumusicalcp2.mus.br. Apostila de Educação Musical 6º Ano Portal de Educação Musical do Colégio Pedro II.
  5. Hyperphysics.phy-astr.gsu.edu, Sound Intensity. Visitado em 22 April 2015.
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.