Voo Adam Air 574

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde junho de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Voo Adam Air 574
rota de voo
Sumário
Data 1 de janeiro de 2007 (7 anos)
Causa Erro do piloto / mau funcionamento do sistema de navegação por inércia
Local Estreito de Makassar perto de Majene, Celebes (Sulawesi), Indonésia. Caixas-pretas em 03° 41′ S 118° 08′ E e 03° 40′ S 118° 09′ E
Coordenadas 3° 03′ N 30° 33′ W
Passageiros 96
Tripulantes 6
Mortos 102
Sobreviventes 0
Aeronave
Modelo Boeing 737-400
Operador Indonésia Adam Air
Prefixo PK-KKW

O voo Adam Air KI-574 foi um voo doméstico de passageiros operado pela Adam Air entre as cidades indonésias de Surabaya e Manado, que desapareceu perto de Polewali em Celebes (Sulawesi), uma das maiores ilhas indonésias, em 1 de janeiro de 2007, com 102 pessoas a bordo, todas desaparecidas e presumivelmente mortas[1] .

O avião, um Boeing 737-4Q8 (PK-KKW), caiu no oceano, e apenas alguns pequenos pedaços de destroços foram recuperados. Após uma longa discussão sobre quem pagaria os custos do resgate os gravadores de voz (CVR) e dados (FDR), conhecidos como "caixas pretas", foram encontrados no oceano, em 28 de Agosto de 2007, enquanto o esforço para salvar alguns grandes pedaços de destroços continuou.

Uma completa investigação nacional foi imediatamente lançada, descobrindo várias questões relativas à manutenção da companhia aérea como um todo, incluindo um grande número relativo à aeronave acidentada. O relatório final, divulgado em 25 de Março de 2008, concluiu que os pilotos perderam o controle da aeronave depois que eles ficaram preocupados com a solução de problemas do sistema de referência inercial (IRS) e inadvertidamente desligaram o piloto automático. A aeronave desviou do curso rumo a uma grande tempestade, desaparecendo dos radares.

O voo 574 foi um dos vários acidentes aéreos ocorridos na Indonésia. Esses acidentes contribuíram para uma grande discussão sobre a segurança dos transportes na Indonésia, culminando com os Estados Unidos rebaixando a nota de segurança das empresas aéreas indonésias e a União Europeia banindo toda a frota indonésia do seu espaço aéreo.

Referências

  1. Boeing some na Indonésia com 102 pessoas a bordo BBC Brasil (01 de janeiro de 2007). Página visitada em 22 de Junho de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um acidente aéreo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.