WWE Day of Reckoning 2

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
WWE Day of Reckoning 2
Desenvolvedora Yuke's
Distribuidora THQ
Plataforma(s) Nintendo GameCube
Data(s) de lançamento
  • AN 29 de agosto de 2005
  • EU 23 de setembro de 2005
  • AU 7 de outubro de 2005
Gênero(s) Luta
Wrestling profissional
Modos de jogo Um Jogador e Multijogador
Mídia Nintendo GameCube Game Disc

WWE Day of Reckoning 2 é um jogo lançado para Nintendo GameCube console da Nintendo pela THQ. A sequência de WWE Day of Reckoning. A trilha sonora, com música do grupo de death metal A Dark Halo, que apresentaram duas músicas no jogo, incluindo a sua música-tema "Burn It All".

Day of Reckoning 2 apresenta gráficos melhorados em relação ao seu predecessor, um novo sistema de submissão, e um enredo que permite ao jogador escolher caminhos. Este jogo foi o último jogo de wrestling a ser lançado para o GameCube e o primeiro jogo da WWE a apresentar The Rock e Stone Cold Steve Austin como lendas.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Day of Reckoning 2 apresenta novas características de jogabilidade, como mudança no Momentum. O jogo apresenta um medidor de energia, que retarda o movimento dos lutadores ao longo do tempo e, quando completamente esgotado, temporariamente deixa sem fôlego e personagens abertos ao ataque. Além disso, diferentes níveis de sangramento no personagem do jogador também afetam a capacidade do personagem para recuperar a stamina.

O jogo também apresenta quatro tipos de opções de submissão. Os jogadores podem escolher entre quatro tipos de submissão: a submissão Taunt esgota o Momentum do adversário, a submissão Rest Hold permite o personagem do jogador recuperar a resistência, a submissão Drain drena o adversário de resistência, enquanto uma submissão normal provoca danos a uma parte específica do corpo.

Os jogadores podem criar novamente lutadores e personalizar conjunto de ataque. Cada personagem pode ser atribuído, entre um e nove movimentos de finalização, um para cada posição do oponente no ringue. No modo história,o jogador pode importar a história do primeiro Day of Reckoning, mas lutadores criados não podem ser importados do primeiro jogo.

Enredo[editar | editar código-fonte]

A história continua de onde o Day of Reckoning parou, com o personagem do jogador no topo do rank do Raw. Quase um ano depois da Wrestlemania XX, a evolução do lutador já se desfez e o jogador perdeu o World Heavyweight Championship, que volta para Triple H. No entanto, o personagem do jogador ganhou o interesse amoroso da WWE Diva Stacy Keibler.

Um mês antes da WrestleMania 21, Triple H perde o título em uma luta polêmica com Chris Jericho. Na tentativa de aumentar o ratings do show, o General Manager Eric Bischoff decide criar um mini-torneio para o World Heavyweight Championship e as finais serão realizadas na Wrestlemania 21. O personagem do jogador finalmente vence Chris Jericho e avança para as finais. Triple H e personagem do jogador se preparam para a partida final, mas antes da Wrestlemania 21 Bischoff informa que o cinturão foi roubado.

O jogador avança na história, reunindo informações sobre o paradeiro do título mundial. Logo, o jogador é acusado de roubar o cinturão, Stacy termina com o jogador que é demitido e banido do Raw. No entanto, General Manager do SmackDown! Theodore Long assina com o jogador, e ele vai para o SmackDown!. Eventualmente, o jogador ganha o Campeonato da WWE e, mais tarde descobre que o ex-aliados Chris Jericho e Randy Orton, juntamente com Edge tinha roubado o World Heavyweight Championship.

Com o mistério resolvido, Triple H pede ao jogador um combate pelo título na WrestleMania 21 num combate Last Man Standing pelo WWE Championship. O jogador ganha o jogo, se reúne com Stacy e Triple H toma posse do recém-encontrado World Heavyweight Championship.

Roster[editar | editar código-fonte]

Superstars Divas Legends
Batista Christy Hemme Bret Hart
The Big Show Stacy Keibler Hulk Hogan
Booker T Torrie Wilson Mankind
Carlito Trish Stratus Stone Cold Steve Austin
Chavo Guerrero The Rock
Chris Benoit
Chris Jericho
Chris Masters
Christian
Eddie Guerrero
Edge
Eugene
Gene Snitsky
Heidenreich
JBL
John Cena
Kane
Kenzo Suzuki
Kurt Angle
Muhammad Hassan
Orlando Jordan
Paul London
Randy Orton
René Duprée
Rey Mysterio
Ric Flair
Rob Van Dam
Shawn Michaels
Shelton Benjamin
Tajiri
The Hurricane
Triple H
The Undertaker
William Regal

Shows[editar | editar código-fonte]

Shows semanais[editar | editar código-fonte]

Pay Per Views[editar | editar código-fonte]

Recepção da Crítica[editar | editar código-fonte]

O jogo recebeu críticas em geral positivas. Os comentários foram melhores do que o primeiro DoR. A maioria dos pontos altos foram dadas para o modo de história excepcional, e a variedade de lutadores para escolher. IGN dá ao jogo uma 8.5/10. GameSpot dá DoR2 um 8.1/10, e Metacritic deu ao jogo 85 comentários positivos de 100.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]