Wade Cunningham

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Wade Cunningham
Nome completo Wade Cunningham
Nacionalidade    Nova Zelândia Neozelandês
Data de nascimento 19 de Agosto de 1984 (30 anos)
Registros na IndyCar Series
Anos 2011
Times 1 (Sam Schmidt)
Campeonatos 0 (37º em 2011)
Pontos 36
Voltas mais rápidas 0
Primeira corrida Estados Unidos GP do Texas (primeira corrida), 2011
Última corrida Estados Unidos GP de Kentucky, 2011
GPs Poles Pódios Vitórias
3 0 0 0
Outros campeonatos
2005-2010
2006-2007
2004
Indy Lights
A1 Grand Prix
Fórmula Ford Zetec USA

Wade Cunningham (Auckland, 19 de agosto de 1984) é um automobilista neozelandês.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Cunningham disputando o GP de St. Petersburg da Indy Lights, em 2005.
Cunningham (primeiro plano) disputando posição com o inglês Dillon Battistini, em 2008.

Cunningham iniciou a carreira disputando o Campeonato Mundial de Kart, em 2003. Após tornar-se campeão mundial da modalidade neste ano, foi contratado para disputar a Fórmula Ford (divisão Zetec USA) em 2004, terminando a temporada em quinto lugar.

No ano seguinte, estreou na Indy Lights pela equipe Brian Stewart Racing, conquistando o título logo em sua primeira temporada na categoria. Terminaria as duas temporadas seguintes em terceiro lugar, com 379 e 423 pontos, respectivamente.

A temporada de 2008 foi irregular para Cunningham, amargando um 19º lugar, sua pior classificação na Lights. Reergueu-se em 2009, agora ao serviço da equipe Sam Schmidt Motorsports, vencendo duas corridas e encerrando a temporada em quarto lugar, com 416 pontos. No ano seguinte disputou apenas duas corridas, terminando ambas no pódio (vitória em Indianápolis e terceiro lugar em Homestead). Terminou a temporada em décimo-quinto lugar.

A1 GP[editar | editar código-fonte]

Em paralelo com a Lights, Cunningham integrou a equipe da Nova Zelândia na extinta A1 Grand Prix, mas não teve chance de disputar nenhuma corrida.

IndyCar[editar | editar código-fonte]

Em 2011, Cunningham disputou três corridas na IndyCar, pela Sam Schmidt (em associação com a AFS Racing. Sua melhor colocação foi um sétimo lugar no GP de Kentucky.

No GP de Las Vegas, foi um dos quinze pilotos envolvidos no acidente que vitimou o inglês Dan Wheldon.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.