Waiting to Exhale

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Waiting to Exhale
4 Mulheres Apaixonadas (PT)
Falando de Amor (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1995 • cor • 124 min 
Direção Forest Whitaker
Produção Terry McMillan
Ronald Bass
Deborah Schindler
Ezra Swerdlow
Roteiro Terry McMillan
Ronald Bass
Baseado em Waiting for Exhale de Terry McMillan
Elenco Whitney Houston
Angela Bassett
Loretta Devine
Lela Rochon
Gênero Comédia romântica
Comédia dramática
Drama romântico
Idioma Inglês
Música Kenneth "Babyface" Edmonds
Cinematografia Toyomitcha Kurita
Edição Richard Chew
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 22 de dezembro de 1995
Portugal 23 de fevereiro de 1996
Orçamento US$16 milhões
Receita US$81,452,156
Página no IMDb (em inglês)

Waiting to Exhale (br: Falando de Amor; pt: 4 Mulheres Apaixonadas) é um filme de drama romântico estadunidense de 1995 dirigido por Forest Whitaker (em sua estréia como diretor) e estrelado por Whitney Houston e Angela Bassett. O filme foi adaptado do romance de 1992 de mesmo nome por Terry McMillan. Loretta Devine, Lela Rochon, Dennis Haysbert, Michael Beach, Gregory Hines, Donald Faison, e Mykelti Williamson arredondado para fora o resto do elenco. A música original foi composta por Kenneth "Babyface" Edmonds. A história é centrada em quatro amigas que vivem na área de Phoenix, Arizona e suas relações com os homens e umas com as outras. Todas elas estão "segurando a respiração" até o dia em que elas podem se sentir confortável em um relacionamento com um homem comprometido.

O filme é notável por ter um elenco de Afro-americanos. O Los Angeles Times chamou de "fenômeno social".[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história de quatro mulheres afro-americanas que encontram força na amizade que as unem. Savannah (Whitney Houston), Bernadine (Angela Bassett), Robin (Lela Rochon) e Glória (Loretta Devine), estão todas em busca de um amor verdadeiro. Bernadine achava que tinha encontrado a felicidade, até que seu marido a deixou por outra mulher. Savannah e Robin são bem sucedidas em suas carreiras, mas suas vidas amorosas são um fracasso. E a divorciada Gloria está de volta à parada flertando com seu novo e muito interessante vizinho[2] .

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Waiting to Exhale tem recepção mista por parte da crítica especializada. Possui tomatometer de 52% em base de 25 críticas no Rotten Tomatoes. Tem 81% de aprovação por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[4]

Produção[editar | editar código-fonte]

  • Waiting to Exhale foi o segundo filme da cantora e atriz Whitney Houston, o primeiro foi The Bodyguard ( O Guarda-Costas).
  • O filme fez um sucesso moderado de bilheteria arrecadando 81,452,156 de dólares mundialmente tendo custado 16 milhões de dólares.
  • A trilha sonora tem como interpretes cantoras consagradas nos Estados Unidos, como Aretha Franklin, Chaka Khan, Mary J. Blige, Brandy Norwood e Faith Evans.
  • A canção "Exhale (Shoop Shoop)", interpretada por Whitney Houston, se tornou um single no mesmo ano de estréia do filme, assim como "It Hurts like Hell", interpretada por Aretha Franklin, e "Sittin' Up In My Room", cantada por Brandy.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora de Waiting to Exhale é variada, e traz diversas músicas que foram interpretadas por cantoras de diversos estilos; predominam, no entanto, as canções de soul e R&B.

Referências

  1. Dutka, Elaine. "The Money's Where the Action Is; Movies: Big budgets and special effects push the film industry to yet another record performance". Los Angeles Times. 22 de maio de 2006. 31 de dezembro de 1996.
  2. Falando de Amor (1995) - CineMenu (em português). Visitado em novembro de 2013.
  3. (Waiting to Exhale) - InterFilmes.com (em português). Visitado em novembro de 2013.
  4. Waiting to Exhale (em inglês) Rotten Tomatoes. Visitado em 7 de abril de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]