Walter Lantz Productions

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Walter Lantz Productions (também conhecido como Walter Lantz Studio) foi um estúdio de animação norte-americano, que funcionou de 1929 a 1972 e foi o principal fornecedor de desenhos animados para a Universal Studios, agora parte da NBC Universal.

História[editar | editar código-fonte]

O estúdio foi fundado originalmente com o nome Universal Studio Cartoons, na iniciativa de Carl Laemmle, o então chefe da Universal Pictures, que estava cansado da contínua política da companhia em relação à contratação de estúdios de animação externos. Walter Lantz, que já havia sido motorista particular de Laemmle e um veterano no John R. Bray Studios, com uma experiência notável em todos os elementos da produção de desenhos animados, foi selecionado para administrar o departamento. O primeiro curta-metragem produzido pelo estúdio foi Race Riot, (um desenho do Coelho Osvaldo), que estreou nos cinemas dos Estados Unidos em 2 de setembro de 1929.1 2

Em 1935, o estúdio ficou independente da Universal, e tornou-se o Walter Lantz Productions sobre o controle direto de Walter Lantz, e em 1940, Lantz conseguiu ganhar os direitos autorais dos seus personagens. Em 1939, o personagem Andy Panda fez sua primeira aparição no desenho Life Begins for Andy Panda, e o Pica-Pau, o mais famoso personagem criado por Lantz, fez sua primeira aparição em 1940, no desenho Knock Knock. Os curta-metragens de Lantz foram distribuídos pela Universal até 1947, mudando para a United Artists de 1948 à 1949. Devido à dificuldades financeiras, Lantz teve que fechar seu estúdio temporariamente de 1949 à 1950, e ao reabri-lo em 1951, os desenhos voltaram a ser distribuídos pela Universal. Outro personagem marcante foi o Picolino, cuja primeira aparição foi no desenho Chilly Willy, de 1953.

Ao longo dos anos, o estúdio manteve uma reputação de uma casa de animação de qualidade média. Os desenhos animados de Lantz (chamados nos Estados Unidos de "Cartunes") eram considerados superiores aos do Famous Studios e Terrytoons, mas nunca ganharam a aclamação artística da Disney, Warner Bros., MGM ou UPA. Entretanto, o estúdio beneficiou-se ganhando profissionais talentosos de outros estúdios, que estavam cansados do gerenciamento de lá e normalmente viam o estúdio de Lantz como um ambiente de trabalho mais agradável. Tex Avery foi apenas um dos muitos talentos que passaram pelo estúdio de Walter Lantz.

Com exceção de DePatie-Freleng Enterprises, Walter Lantz Productions foi o estúdio mais duradouro no ramo da produção de curta-metragens de animação para o cinema, até 1972, quando Lantz fechou definitivamente seu estúdio. O último curta-metragem produzido foi Bye, Bye, Blackboard (um desenho do Pica-Pau), de 1972.3 Desde então, seus personagens continuaram a ser utilizados em séries de animação na televisão, em merchandising licenciada e como mascotes nos parques temáticos da Universal Studios.

Em 2006, a Disney recupera os direitos de Oswald, o Coelho Sortudo e os 26 curtas produzidos por Walt Disney.

Dubladores da Walter Lantz Productions[editar | editar código-fonte]

e outros dubladores.

Walter Lantz "Cartunes"[editar | editar código-fonte]

Walter Lantz e os personagens que popularizou

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. (em inglês)Tatay, Jack, Komorowski, Thad, Shakarian, Pietro, e Cooke, Jon. "1929". The Walter Lantz Cartune Encyclopedia. Visitado em 17 de agosto de 2008.
  2. (em inglês)Needham, Col. "Release dates for Race Riot". Internet Movie Database. Visitado em 2 de dezembro de 2008.
  3. (em inglês)Tatay, Jack, Komorowski, Thad, Shakarian, Pietro, e Cooke, Jon. "1972". The Walter Lantz Cartune Encyclopedia. Visitado em 17 de agosto de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre animação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.