Wanshu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wanshu
Grafia
Outros nomes Anshu
Ansu
Empi (燕飛)
Kanji 王酒
Hiragana わんしゅ
Informações gerais
Classe Kata
Data de criação 1683 (provável)
Local(is) de origem Tomari
Estilo(s) original(is) Tomari-te
Estilo(s) praticante(s)
Conteúdo
Escopo Variação entre movimentos suaves e rápidos
Técnica(s) correspondente(s) Tang Soo Do: Yun Bi
Karate icon.svg

Wanshu (王酒, Wanshū?) é um kata original do estilo Tomari-te de caratê.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Nos idos de 1683, foi pelo imperador chinês enviada uma delegação de cerca de quinhentas pessoas até o reino de Ryukyu; delegação esta liderada por Sappushi, que além de diplomata, era calígrafo, poeta e proeminente no estilo da Garça Branca de chuan fa (Shaolin). Diz-se ainda que ele seria o responsável por toda a região do oceano Pacífico. Durante sua estadia, pois, teria o mestre ensinado o kata aos autóctones de Oquinaua, posto ser esta a principal ilha do arquipélago.

Interessante, contudo, é o fato de o kata existir quase que exclusivamente nas cercanias de Tomari, sendo ligado inexoravelmente ao estilo de caratê homônimo, pelo que a forma teria sido repassada aos nobres da cidade.

Outra provável origem, ainda depositada no emissário chinês, seria a da compilação de suas técnicas por seus discípulos em Tomari, sendo depois nomeado de Wanshu em homenagem àquele, ou Wang ji.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Wushu
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Tomari-te
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Shorin-ryu
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Shito-ryu
 
Shotokan
 
Wado-ryu
 
Shuri-ryu
 
Shindo jinen ryu
 
Isshin-ryu
 
Matsubayashi-ryu
 
Shobayashi-ryu
 
Seibukan

Versões[editar | editar código-fonte]

Tradicionalmente, há duas variantes principais do kata, uma do mestre Kosaku Matsumora e outra, de Anko Itosu.[2] Já no século XX, o mestre Gichin Funakoshi, adaptando a forma de seu mestre, criou um totalmente peculiar.

Matsumora no wanshu[editar | editar código-fonte]

Credita-se ao mestre Matsumora a preservação da variante mais vetusta do kata, bastante semelhante ao modo original como era treinado, sendo antes repassado pelo mestre Kishin Teruya.[3]

Itosu no wanshu[editar | editar código-fonte]

O mestre Itosu aprendeu o kata com o mestre Gusukuma, de Tomari. À excepção da escola Matsubayashi-ryu, todas as variantes modernas são uma releitura da forma do mestre Itosu.[4]

Empi[editar | editar código-fonte]

No estilo shotokan é conhecido como Empi (燕飛? voo da andorinha). A mudançca do nome, além de motivada por questões políticas, fez refletir no exercício os movimentos do pássaro, graciosos mas firmes.

Referências

  1. Kata Wanshu (em inglês). Visitado em 26.set.2011.
  2. Kata of the Shito-ryu Style (em inglês). Visitado em 07.fev.2011.
  3. Matsumora. Visitado em 07.fev.2011.
  4. FightingArts.com - Examining Yasutsune Itosu - Part 1: The Man And His Lineage (em inglês). Visitado em 07.fev.2011.