Watershed (processamento de imagem)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Watershed é uma técnica de segmentação de imagens, pertence ao campo da morfologia matemática[1] , juntamente com erosão e dilatação. Também pode ser conhecido como método das "Linhas Divisoras de Água" (LDA)[2] .

Algoritmos disponíveis[editar | editar código-fonte]

Na literatura existem diversos algoritmos para a transformada de watershed, cada um com diferentes motivos para sua criação, e detalhes específicos. A lista abaixo cita alguns[3] :

  • Algoritmo Vincent e Soille de Imersão
  • Algoritmo Fila de Prioridade Beucher e Meyer
  • Algoritmo Dijsktra-Moore de Caminhos Mínimos de Meyer
  • Algoritmo Hill Climbing de Meyer
  • Algoritmo Berge de Caminhos Mínimos de Meyer
  • Algoritmo Componentes Conexos de Bieniek e Moga
  • Algoritmo Union-Find de Meijster e Roerdink
  • Algoritmo IFT de Lotufo e Falcão
  • Algoritmo Código de Corrente de Sun, Yang e Ren
  • Algoritmo Zona de Empate de Audigier, Lotufo e Couprie
  • Algoritmo Tobogã Invariante a Ordem de Lin et al.
  • Algoritmo Imersão Invariante a Ordem de Lin et al.
  • Algoritmo Caminhos Mínimos de Osma-Ruiz et al.
  • Algoritmo Watershed Cut de Cousty et al.

Referências

  1. Gabriela Bauermann (2 de novembro de 2008). Um pouco de morfologia matemática » ImageSurvey - Processamento de imagens na prática. Visitado em 04 de abril de 2013.
  2. Romaric M. M. Audigier: "Segmentação e visualização tridimensional interativa de imagens de ressonância magnética", em http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000331765, 2004, pág. 22
  3. André Körbes: "Análise de Algoritmos da Transformada Watershed", em http://cutter.unicamp.br/document/?code=000769962, 2010, pág. xi