Web-to-print

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Web-to-print, também conhecido como Web2Print ou publicação remota, é um processo de pré-impressão que preenche a lacuna entre a linha de conteúdos digitais e a impressão gráfica comercial (ou industrial).

Este processo permite que o cliente final crie, edite, e aprove uma impressão através do computador, baseado em linha de modelos personalizáveis durante a fase de pré-impressão.

Este processo exige cada vez mais o formato Portable Document Format (pdf) para uma saída prevista para ser feita por impressão digital, apesar de que, Web-to-print também é usado hoje por impressoras offset com instalações adaptadas para a produção digital.

Web-to-print é voltado para usuários comerciais e ao público em geral, e ambos os grupos podem ter acesso. Público ou privado, lojas online ou catálogos oferecidos pelas casas de impressão. Dentro dessas lojas, os clientes podem escolher modelos pré-concebidos que podem alterar a fonte, copiar imagens e layout dentro de um modelo, ou aprovar um modelo de layout e design que tenha sido criado por outra pessoa.

A maioria das aplicações Web-to-print permite aos clientes customizar modelos pré-concebidos, mas também frequentemente é possível para os clientes enviar seu próprio conteúdo, para produção através de impressão automatizada.

Quando uma impressão digital é utilizada para a produção final, o modelo normalmente é transformado em um arquivo PDF que serve de "placa mestra" para a imprensa digital. Em processos mais tradicionais de impressão, como impressão offset, o modelo é usado para criar uma placa ou placas chamadas de fotolito, que são usadas na impressora para produzir o produto final impresso.

Os produtos produzidos pelo processo de impressão da Web-to-print incluem cartões de visita, brochuras e artigos de papelaria, entre outros impressos, que podem ser feitos em cores ou em preto e branco, em vários jornais e várias prensas.

Os sistemas Web-to-print também estão se expandindo para lidar com personalização e distribuição de materiais de marketing, tais como apresentações, seminários, artigos de logotipo, e até mesmo e-mail e outras mídias eletrônicas. Esta mudança é impulsionada por clientes corporativos que procuram um único repositório / ferramenta para gerenciar todos os esforços de marketing, incluindo impressão.