Welsh corgi pembroke

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Welsh corgi pembroke
Nome original Pembroke Welsh Corgi
País de origem  País de Gales
Características
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 1
Seção 1 - Cães Pastores e Boiadeiros (exceto Boiadeiros Suíços) - de pastor
Estalão ##39 1 de dezembro de 2010

A welsh corgi pembroke[Nota] é uma raça de cães nativa do País de Gales, além de ser a raça oficial da rainha Isabel II do Reino Unido, que possui sete exemplares e um quarto de seu palácio dedicado principalmente a seus "companheiros".[carece de fontes?]

Criados para o trabalho desde o ano de 920, foram inicialmente usados para pastorear gado, caçar ratos e guardar fazendas. Especula-se se sua história não estaria ligada à dos vallhund suecos, possivelmente levados à Grã Bretanha pelos vikings. Mais adiante na história, passaram a serem vistos como cães de companhia, apesar de ainda serem usados para o trabalho. O gosto por morder permanece como um traço comum a esta raça pastora, o que torna seu adestramento difícil. Fisicamente apresenta a pelagem colorida e curta, seu focinho é compacto e mais curto que o do corgi e a falta de rabo é um traço hereditário.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Fogle (2009), pág 127

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Welsh corgi pembroke


Ícone de esboço Este artigo sobre cães, integrado ao Projeto Cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.