Wender Coelho da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teco
Informações pessoais
Nome completo Wender Coelho da Silva
Data de nasc. 11 de agosto de 1982 (32 anos)
Local de nasc. Vila Velha (ES),  Brasil
Altura 1,88 m
Apelido Teco
Informações profissionais
Clube atual Brasil Concórdia
Número 4
Posição Zagueiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2003
2004
2005-2006
2006
2007-2008
2008
2009
2010
2011
2014
Brasil Mirassol
Brasil Estrela do Norte
Brasil Ipatinga
Brasil Cruzeiro
Brasil Grêmio (emp.)
Brasil Cruzeiro
Brasil Botafogo (emp.)
Brasil Atlético Goianiense
Brasil Brasiliense
Brasil Concórdia
60 (3)
85 (1)
12 (0)
17 (1)
13 (1)
0 (0)
3 (0)
0 (0)
11 (1)

Wender Coelho da Silva, mais conhecido como Teco (Vila Velha, 11 de agosto de 1982) é um futebolista brasileiro que atua como zagueiro, atualmente joga no Concórdia Atlético Clube.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Teco começou sua trajetória no futebol ainda muito pequeno como a maioria dos jogadores. Seu pai (Zairo) foi um grande incentivador para a carreira, não só dele, como a de seus irmãos Junior e Hughes. Ainda criança, foram matriculados numa escolhinda de futebol chamada Camisa 10 em Vila Velha, onde treinavam e disputavam torneios, sempre com o pai na torcida. Seu irmão mais velho tentou vaga como profissional chegando a treinar no juvenil do Flamengo, mas não obteve sucesso, abandonando a carreira e se dedicando a Educação Física. No ano de 1997 Wender como era chamado, junto com seu irmão gêmeo Hughes vão para Minas Gerais fazer teste no Juvenil do Cruzeiro, com apoio do pai. Aprovados no teste, passam a treinar no juvenil do Cruzeiro, onde fizeram dupla de zaga, surgindo o apelido Tico e Teco. No entanto, depois de algumas tentantivas Tico desiste do futebol e passa a estudar Direito e somente Teco persegue na carreira. Teco começa atuando por clubes pequenos do futebol brasileiro. E erguendo um deles que galgou sucesso quando, em 2006, fez parte do surpreendente time do Ipatinga que chegou à semifinal da Copa do Brasil. Logo, Teco assinou contrato com o Cruzeiro, que detinha parceria com seu clube anterior.

Após poucos jogos pelo azul mineiro, Teco foi emprestado ao azul gaúcho, o Grêmio, em 2007. O zagueiro firmou-se como titular da defesa do tricolor ao lado de William, no primeiro semestre de 2007, desbancando o experiente argentino Schiavi, seu pai passeava orgulhoso pelas ruas do bairro Araçás, onde moravam em Vila Velha, recebendo feliz o comprimento dos vizinhos e amigos pelas boas atuações de seu filho. Porém, na final da Taça Libertadores, o zagueiro sofreu uma séria lesão, rompendo os ligamentos cruzados do joelho, o que o afastou dos gramados pelo restante da temporada. Teco vinha voltando da lesão, quando, na pré-temporada de 2008, teve nova lesão de rompimento de ligamentos cruzados, sendo obrigado a parar por mais seis meses.

O seu contrato com o Grêmio durou até 30 de junho de 2008. Após o final do compromisso, retornou ao Cruzeiro sem ter jogado uma partida oficial sequer pelo Tricolor em 2008. No clube mineiro, passou o ano inteiro recuperando-se da lesão.

Repassado ao Botafogo de Futebol e Regatas no início de 2009, o Teco esperava voltar à forma anterior. Todavia, foi perseguido por uma série de lesões musculares e no tornozelo que comprometeram sua passagem pelo Rio de Janeiro. Somado a isso, em Junho de 2009 sofre a perda de um grande incentivador de sua carreira, seu pai, e passa por um momento de grande tristeza além do problema das lesões. O zagueiro retornou aos campos em um amistoso e só voltou a jogar oficialmente em mais duas partidas ao longo da temporada.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Estrela do Norte
Mirassol
Grêmio
Botafogo
Brasiliense

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.