What I Go to School For

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"What I Go to School For"
Single de Busted
do álbum Busted
Lançamento 2002
Formato(s) CD
Gravação 2001
Gênero(s) pop punk
Duração 03:27
Gravadora(s) Universal Music
Composição James Bourne e Matt Willis
Cronologia de singles de Busted
Último
Último
"Year 3000"
(2003)
Próximo
Próximo

What I Go to School For é o single de estréia da banda de pop rock britânica Busted liberado em 2002. Ele foi inspirado em uma professora que o baixista Matt Willis teve uma paquera na escola. A canção foi parodiada pelo grupo "Amateur Transplantes" em 2004 no seu álbum, e mais tarde foi regravada pelo grupo americano pop-rock/pop-punk Jonas Brothers, em 2006.

Miss Mackenzie[editar | editar código-fonte]

Em 2003, a real inspiração para a canção foi revelada pela a antiga professora de Matt Willis, Michelle Blair, que fez uma aparição surpresa em "The Frank Skinner Show" na televisão britânica ITV1, durante uma entrevista com Matt. Michelle, que tinha 28 anos fez uma aparição no "The Frank Skinner Show", e tinha sido casada durante três anos, com o professor de dança de Matt no "Sylvia Casal Theatre School" quando Matt tinha 15 anos. Falando sobre a aparição surpresa com Matt no show, Michelle disse:

"Foi hilariante - Matt olhou como se quisesse fugir dali. Eu só descobri que a canção era sobre mim depois que ela saiu - ele é realmente lisonjeiro".

Michelle disse que não se lembrava de que seu aluno a estava paquerando, mas lembrou-lhe que ele fez uma dança:

"Ele foi bastante charmoso, e sempre tinha algo a dizer em sala de aula. Ele nos disse que estava em uma banda, mas eu nunca imaginava que eles iam ser esta grande banda e eu certamente não tinha uma pista que ia ser uma das sua inspirações em uma de suas canções!".

Comentando sobre as verdades destes acontecimentos retratados na canção, Michelle disse:

"Acho que ele é usa um pouco de sua licença artística na música. Foi uma interpretação de classe, ele nunca utilizou qualquer lápis, mas suponho que ele tinha ampla oportunidade para olhar para o meu bumbum. Nunca houve qualquer árvore fora da janela do meu quarto."

Refletindo sobre o tempo em que estudou com Miss Blair, Matt teve o seguinte a dizer:

"Ela era do tipo agradável e sempre havia algo realmente sexy acerca dela."

Identificada como sendo um objeto de desejo adolescente, e objeto de uma canção pop, Michelle não teve qualquer atrito com o marido:

"Meu marido acha que eu sou sua hilariante. Eu não acho que ele está realmente preocupado que vou aparecer como uma pop star. Estou orgulhosa deles. Olhando para trás era evidente, Matt tinha que fazer."

Listas[editar | editar código-fonte]

1 "What I Go to School For (Radio Version)"

2 "What I Go to School For (Album Version)"

3 "What I Go to School For (CD-ROM Track)"

Versão do Jonas Brothers[editar | editar código-fonte]

A canção também foi regravada e reescrita pela banda pop teen Jonas Brothers para o álbum "It's About Time" (uma das duas versões feita pela banda além de "Year 3000").

Algumas das letras são diferentes da versão original para torná-la mais adequada para crianças mais novas, como por exemplo, em vez de ser uma professora, ela é um jovem do ensino médio.

O verso de início "So she may be 33...", é alterado para "Her boyfriend's just turning 19/But that doesn't bother me/He's back in college out of town/I find a reason to go round/I climb a tree outside her home/To make sure that she's alone/She looks up and sees me there/I can't help but stop and stare"...

Na parte do refrão, em vez de dizer: "Girlfriends, I've had plenty/But none like Miss McKenzie" diz "Girlfriends, I've had plenty/But she's the one that I need."

O verso de apresentacão do seu bumbum é completamente alterado em relação ao original, e em vez de falar dele estar entediado em sua aula de matemática, enquanto ela está preenchendo seu caderno de notas.