What Is and What Should Never Be

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"What Is and What Should Never Be"
Canção de Led Zeppelin
do álbum Led Zeppelin II
Lançamento 22 de outubro de 1969 (1969-10-22)
Gravação 1969, Olympic Studios, Londres
Gênero(s) Rock, hard rock, blues rock
Duração 04:46
Gravadora(s) Atlantic Records
Letrista(s) Jimmy Page/Robert Plant
Produção Jimmy Page
Faixas de Led Zeppelin II
Último
Último
"Whole Lotta Love"
(1)
"The Lemon Song"
(3)
Próximo
Próximo

"What Is and What Should Never Be" é uma canção da banda britânica de hard rock e heavy metal Led Zeppelin. Contida em seu segundo álbum de estúdio Led Zeppelin II, foi lançada originalmente em 22 de outubro de 1969, a canção foi composta pela dupla Jimmy Page e Robert Plant.

Está foi umas das primeiras canções da banda em que Page usou sua Gibson Les Paul para a gravação da canção[1] . A produção faz uso literal das guitarras em som estéreo com as guitarras pan em diversos canais. Vocais de Robert Plant foram eliminadas durante os versos da canção.

Segundo o jornalista de rock Stephan Davis, autor da biografia do Led Zeppelin Hammer of the Gods: The Led Zeppelin Saga, as letras da música se refletem a um romance que Plant teve com a irmã mais nova de sua esposa[2] .

"What Is and What Should Never Be" foi tocada ao vivo em shows do Led Zeppelin, entre 1969 e 1972 (e tocou uma vez em 1973). Uma versão ao vivo tirada de uma apresentação no Royal Albert Hall em 1970 pode ser visto no DVD Led Zeppelin.

A canção inspirou o nome de um episódio do dramas popular adolescente One Tree Hill, e o nome de um episódio do drama paranormal Supernatural, bem como um episódio da comédia de meia hora popular That 70s Show, e um do drama de ação Covert Affairs. Billy Joel também jogou como parte da introdução do medley no episódio "We Didn't Start the Fire" de VH1 Storytellers em sua carreira[3] . Gravar produtor Rick Rubin observou, "O riff descendente [de "What Is and What Should Never Be"] é surpreendente: É como um arco está sendo atraída de volta, e então libera o ritmo das vozes é quase como um rap É uma loucura - uma de suas músicas... mais psicodélicas".

A canção foi coberta por Haley Reinhart, durante a décima temporada de American Idol. A música também pode ser ouvida no filme Silver Linings Playbook, de 2012

Referências

  1. Dave Lewis (1994), The Complete Guide to the Music of Led Zeppelin, Omnibus Press, ISBN 0-7119-3528-9.
  2. Stephen Davis, Hammer of the Gods: The Led Zeppelin Saga, New York: William Morrow & Co., 1985, ISBN 0-688-04507-3.
  3. VH1 Storytellers soundboard (em inglês) Página visitada em 22 de julho de 2012.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Lewis, Dave. The Complete Guide to the Music of Led Zeppelin (em inglês). [S.l.]: Omnibus Press, 2004. 96 p. ISBN 0-7119-3528-9
  • Welch, Chris. Led Zeppelin: Dazed and Confused: The Stories Behind Every Song (em inglês). [S.l.]: Thunder's Mouth Press, 1998. 160 p. ISBN 1-56025-818-7

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um single de Led Zeppelin é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.