Whatever People Say I Am, That's What I'm Not

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Whatever People Say I Am, That's What I'm Not
Álbum de estúdio de Arctic Monkeys
Lançamento 23 de janeiro de 2006
Gravação Junho a setembro de 2005
Inglaterra e Alemanha
Gênero(s) Indie rock, post-punk revival, rock de garagem
Duração 40:56
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Domino
Produção Jim Abbiss e Alan Smyth
Certificação Reino Unido BPI - Quintuple Platinum.png 5× Platina[1]
Cronologia de Arctic Monkeys
Último
Último
Favourite Worst Nightmare
(2007)
Próximo
Próximo
Singles de Whatever People Say I Am, That's What I'm Not
  1. "I Bet You Look Good on the Dancefloor"
    Lançamento: 17 de outubro de 2005
  2. "When the Sun Goes Down"
    Lançamento: 16 de janeiro de 2006
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svg link

Whatever People Say I Am, That's What I'm Not é o álbum de estreia da banda Arctic Monkeys, de Sheffield, Inglaterra, e foi lançado em 23 de janeiro de 2006. Ele foi gravado nos Chapel Studios, em Lincolnshire, antes da primeira turnê da banda. Tornou-se o álbum de estreia vendido mais rapidamente no Reino Unido, com 360.000 cópias somente na primeira semana.[2] É disco de platina quádruplo e ganhador do Mercury Prize de 2006 no Reino Unido.[3]

Título[editar | editar código-fonte]

O título do álbum foi tirado de uma fala do filme Saturday Night and Sunday Morning, estrelado por Albert Finney. O título foi escolhido após Turner reconhecer similaridades entre as duas obras e a apropriação do nome. Ele disse que "é bom porque o livro é chamado Saturday Night and Sunday Morning e é tipo o que o álbum é, então há uma conexão aí. E também, há muitas pessoas dizendo várias coisas sobre nós e não temos controle sobre isso." Ele também disse que "canções como 'The View from the Afternoon', 'Dancing Shoes', 'Still Take You Home' e 'From the Ritz to the Rubble' todas falam sobre essa parte do fim de semana e descrevem o mesmo personagem".[4]

Capa do álbum[editar | editar código-fonte]

A imagem na capa do álbum é uma foto de Chris McClure, um amigo da banda, frontman da banda The Violet May e irmão de Jon McClure dos Reverend and the Makers. A foto foi tirada nas primeiras horas da manhã em um bar em Korova, Liverpool depois da banda ter dado a ele, seu primo e seu melhor amigo "setenta libras esterlinas para gastar numa saída".[5] A imagem causou controvérsias quando o responsável do NHS da Escócia criticou a capa por "reforçar a ideia de que fumar é bom".[6] O empresário da banda negou a acusação dizendo que, na verdade, a capa sugeria o oposto: "Você pode ver pela imagem que fumar não está fazendo maravilhas a ele".

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as letras escritas por Alex Turner exceto as indicadas, todas as músicas compostas por Arctic Monkeys.

N.º Título Duração
1. "The View from the Afternoon"   3:38
2. "I Bet You Look Good on the Dancefloor"   2:53
3. "Fake Tales of San Francisco"   2:57
4. "Dancing Shoes"   2:21
5. "You Probably Couldn't See for the Lights but You Were Staring Straight at Me"   2:10
6. "Still Take You Home" (Turner, Jamie Cook) 2:53
7. "Riot Van"   2:14
8. "Red Light Indicates Doors Are Secured"   2:23
9. "Mardy Bum"   2:55
10. "Perhaps Vampires Is a Bit Strong But..."   4:28
11. "When the Sun Goes Down"   3:20
12. "From the Ritz to the Rubble"   3:13
13. "A Certain Romance"   5:31

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Paradas (2006) Melhor
posição
 Reino Unido (UK Albums Chart) 1
 Alemanha (Media Control Charts) 2
 Austrália (ARIA Charts) 1
 Áustria (Ö3 Austria Top 40) 3
 Bélgica (Ultratop) 3
 Canadá (Canadian Albums Chart) 6
 Dinamarca (Tracklisten) 2
 Finlândia (Suomen virallinen lista) 8
 Irlanda (Irish Albums Chart) 1
 Nova Zelândia (RIANZ) 1
 França (SNEP) 1
 Japão (Oricon) 3
 Países Baixos (MegaCharts)[7] 1
Suíça (Schweizer Hitparade 1
 Suécia (Sverigetopplistan) 2
 Itália (FIMI) 4
 Estados Unidos (Billboard 200) 1

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]