White Wolf

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

A White Wolf editora estadunidense especializada no segmento de RPGs de Terror.

A empresa foi fundada em 1991 by Mark Rein·Hagen e Steve Stewart Wieck. O nome foi tirado de um dos livros de Michael Moorcock e é hoje uma das maiores do ramo de RPG.

Seu grande sucesso foi a linha chamada Mundo das Trevas World of Darkness(WoD no original), cujos principais títulos eram: Vampiro: A Máscara, Lobisomem: O Apocalipse, Mago: A Ascensão, Wraith: The Oblivion e Changeling: The Dreaming.

Os diversos cenários tinham como elo a temática do "fim do mundo": A Gehenna em Vampiro, o Apocalipse em Lobsomem e o Oblivion em Wraith.

Em 2005 a White Wolf publicou uma série de suplementos que encerraram com o cenário e lançou uma nova linha de livros, batizada pelos fãs de Novo Mundo das Trevas (New World of Darkness), nWoD ou WoD 2.0.

Os jogos dessa nova série são Mundo das Trevas, Vampire: The Requiem,Werewolf: The Forsaken, Mage: The Awakening e Promethean: The Created.

Livros do Antigo Mundo das Trevas[editar | editar código-fonte]

Em 2003, a empresa anunciou o "Tempo do Julgamento", uma série de eventos em seu cenário que se concluíram com o seu encerramento.

Variantes Históricas[editar | editar código-fonte]

Mind's Eye Theatre[editar | editar código-fonte]

O Novo Mundo das Trevas[editar | editar código-fonte]

Age of Sorrows[editar | editar código-fonte]

Trinity Universe[editar | editar código-fonte]

Além de RPGs a empresa também já publicou diversos Jogos de Cartas Colecionáveis como: Arcadia, Rage e Vampire: The Eternal Struggle.

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

Site Hackeado[editar | editar código-fonte]

O site da White Wolf, foi invadido em 2006, e teve os dados cadastrais de todos os seus clientes roubados. Em pronunciamento em seu próprio site a editora declarou que os dados estavam criptografados e que não haveria riscos; o proceder do caso não foi divulgado pela própria White Wolf.

RPG proibido[editar | editar código-fonte]

Em meados de 2002 houve um assassinato que a policia acusa de ter sido cometido por jogadores de Vampiro: A Máscara no Brasil e o jogo foi proibido, temporariamente, pela justiça. Com a revisão do caso, a justiça determinou que os livros da editora deveriam conter a expressão "recomendado para maiores", a qual se mantém até hoje. A White Wolf não se pronunciou sobre o caso.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]