Wikipédia:Chame os bois pelos nomes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Atalho:
WP:CPP
Crystal Clear mimetype txt.png Este ensaio contém conselhos ou opiniões de um ou mais contribuidores da Wikipédia. Ensaios não são políticas nem recomendações, mas podem representar práticas já bem difundidas na comunidade ou ainda pontos de vista de minorias. Sinta-se livre e até encorajado para melhorar a página ou discutir na página de discussão, mas tenha prudência ao considerar esses pontos de vista já previamente trabalhados.
Vejamos... o primeiro deverá ser chamado de caprichoso e o segundo de garantido.

Para dar nome aos bois (anteriormente "chamar uma pá de pá"[1] ) deve-se descrever claramente e diretamente algo. Antes de usar linguagem oblíqua e ofuscante, somente "diga como as coisas são".

Os usuários muitas vezes citam as políticas, como a nossa política contra ataques pessoais e a nossa política contra a incivilidade, não para se proteger de ataques pessoais, mas antes para proteger suas edições de revisão.

Embora os editores que constantemente se ocupam na edição disruptiva sejam editores disruptivos, e os editores que constantemente vandalizam são vândalos, há ainda uma exigência de editores que sejam razoavelmente civilizados um com o outro. Mas ser civilizado não deve ser confundido com ser amigável ou cortês, sem falar em caridoso.

Faz bem em avisar outros quando você pensa que eles estão atuando impropriamente, mas um bocado de polidez e tato quando o fizer fará com que eles o escutem mais prontamente. É possível ser honesto e direto sobre o comportamento ou edições de outro editor sem chamar nomes ou fazer ataques. Discuta a edição problemática, em termos razoáveis, na página de discussão daquele artigo. Se o comportamento de um usuário permanecer problemático, use o processo de resolução de discussão. Quando se referir a uma má edição, é sempre melhor incluir um diff.

O teste do pato[editar | editar código-fonte]

Atalhos:
WP:PATO
WP:Pato
"Bem, poderia ser um coelho disfarçado..."

O teste do pato - Se ele parece um pato, nada como um pato e grasna como um pato, ele é provavelmente um pato... sugere que uma pessoa possa compreender a natureza verdadeira de um sujeito desconhecido observando os traços prontamente identificáveis deste sujeito.

Há certos padrões e terminologia que muitas vezes são usados para julgar afirmações:

1.  Além de uma dúvida razoável
2.  Evidência clara e convincente
3.  Preponderância de evidência
4.  Teste do pato (suspeita)

Na Wikipédia, o termo "pato" é comumente usado para se referir a uma conta que possui características similares a outra e, geralmente, insinuando que a identificação de uma ligação entre elas prescinde de confirmação por verificação. Portanto, o uso do termo nessas circunstâncias não deve ser entendido como ofensivo; apenas é uma referência a uma possível similaridade entre duas contas de acordo com o padrão de edição, nome de usuário ou outro fator.

Realizando o teste[editar | editar código-fonte]

Se o seu artigo favorito, Pokémon, por acaso foi indicado para a eliminação por consenso, e durante boa parte do processo não obteve opiniões favoráveis por "manter", mas de repente várias outras contas assumem a posição de defesa pela manutenção do artigo, é possível deduzir que alguém os "recrutou".

O "teste de pato" deve ser usado nos processos internos da Wikipedia. Por exemplo, considere que "Usuário:XPTO" está envolvido em uma disputa acirrada com outro usuário, e fica bloqueado por causa disso. Imediatamente após, o "Usuário:PTOX" registra-se na Wikipedia e continua a disputa, dizendo as mesmas coisas e no mesmo tom do usuário que foi bloqueado. O teste de pato permite considerá-lo uma óbvia conta-fantoche, e tomar medidas no sentido de frear este comportamento. Em todo caso entretanto, não rotule contas em discussões onde esteja havendo disputa entre você e outro usuário (presuma a boa-fé, se for o caso).

Uma exemplo em que pode ser aplicado o teste do pato está nas discussões da comunidade onde é necessário um consenso. Se o consenso parece estar se aproximando de uma direção, com um punhado de contas usando os mesmos argumentos, as vezes um tanto ruins ("Manter, pois eu gosto" ou "Apagar, pois é chato"), pode ser razoável concluir que tratam-se dos mesmos usuários.

Um usuário pode estar se utilizando do artifício de criar uma nova conta para reforçar um ponto de vista não compartilhado pelo restante da comunidade. Neste sentido é importante tomar cuidado ao suspeitar da existência um PATO, pois pode ser um editor que se especializa em determinada temática, ou um editor novato que se espelha em um usuário experiente (não sendo necessariamente um meat-pupet), ou ainda um caso de conta impersonificada:

  1. quando um usuário é renomeado, o nome antigo fica disponível para ser recriado, podendo ser utilizado por terceiros [2] ;
  2. quando um usuário assume um comportamento de um outro usuário no intuito de prejudicar o segundo de alguma forma.

O teste de pato não se aplica ao conteúdo do artigo, não sendo uma "carta-coringa". Se existe um animal que "parece um pato, nada como um pato e grasna como um pato", mas zoólogos concordam que ele não pertence à família Anatidae, então não é um pato!

Referências

  1. Mudança de título decidida em discussão
  2. exemplo:[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]