Wilhelm Hisinger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wilhelm Hisinger (imagem do Nordisk familjebok.

Wilhelm Hisinger (Västmanland, 23 de Dezembro de 1766Skinnskatteberg, 28 de Junho de 1852) foi um mineralogista e químico sueco, pioneiro da electrólise e co-descobridor com Jöns Jacob Berzelius do cério. Fez parte de uma família abastada, proprietária de minas e pedreiras, o que lhe permitiu dedicar-se à investigação em mineralogia e depois em química e física.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Originário de uma rica família proprietária de minas, aprendeu química no laboratório privado do seu pai, ganhando um grande interesse pela química e pela física. A descoberta da pilha por Alessandro Volta despertou o seu interesse pela electroquímica, matéria que o acompanharia toda a vida.

Em 1807, trabalhando em conjunto com Jöns Jacob Berzelius, um cientista a quem auxiliara financiando a montagem de um laboratório de química analítica, descobriu que na electrólise determinadas substâncias eram sempre atraídas para o mesmo pólo e que substâncias atraídas para um mesmo pólo partilhavam múltiplas características[1] . Essa constatação levou-o a postular que existia pelo menos uma relação qualitativa entre as propriedades (a natureza) químicas e eléctricas das substâncias.

Trabalhando em laboratório separados, Martin Heinrich Klaproth num, e Berzelius e Hisinger noutro, descobriram em 1803 o elemento químico cério, nome que foi atribuído a partir do recém-descoberto asteróide, Ceres. Apesar de descoberto quase em simultâneo nos dois laboratórios, mais tarde foi demonstrado que o cério de Berzelius e Hisinger era na verdade uma mistura de cério, lantânio e o chamado didímio (também uma mistura de terras raras)[2] .

O mineral hisingerite, um silicato de ferro de fórmula Fe2Si2O5(OH)4.2H2O, foi assim denominado em homenagem a Hisinger. Uma variante daquele mineral, com um dos átomos de ferro substituído por um de alumínio, é denominado hisingerite alumínica.

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • Samling till en minerographie öfver Sverige (I, 1790)
  • Samling till en mineralogisk geographie öfver Sverige (1808)
  • Afhandlingar i physik, chemie och mineralogie (6 vol., em colaboração com Berzelius m.fl., 1806-18)
  • Anteckningar i physik och geognosie under resor i Sverige och Norge (1819-39)
  • Esquisse d’un tableau des pétrifications de la Suède (1829; nova edição 1831)
  • Geognostisk karta öfver medlersta och södra delarne af Sverige (1832)
  • Handbok för mineraloger under resor i Sverige (1843)
  • Icones petrificatorum Sueciæ, I (1835)
  • Lethæa suecica seu petrificata Sueciæ iconibus et characteribus illustrata (com 2 suplementos, 1837-41).

Notas

  1. Berzelius, and Hisinger, W. (1803). In Neues allg. J. Chem. 1, 115-49 (reprinted in Ann. Phys. 27, 270-304 (1807).
  2. "Cerium". Encyclopædia Britannica Online. Consultado em 2008-08-03. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]