William Aiton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
William Aiton
Nome completo William Aiton
Nascimento 1731
Morte 2 de fevereiro de 1793 (62 anos)
Nacionalidade Escócia
Filho(s) William Townsend Aiton (1766–1849)
Ocupação Botânico

William Aiton (17312 de Fevereiro de 1793) foi um botânico escocês 1 que dirigiu a fase inicial de crescimento do Real Jardim Botânico de Kew, publicando o seu primeiro catálogo e dirigindo uma incessante campanha de aquisição de novas plantas para o Jardim. Descreveu múltiplas espécies e géneros novos para a ciência. Seu filho, também botânico, chamou-se William Townsend Aiton.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aiton nasceu nos arredores de Hamilton, tendo aprendido a profissão de jardineiro. Em 1754 mudou-se para Londres, assumindo as funções de ajudante de Philip Miller, então superintendente do Chelsea Physic Garden (Jardim Medicinal de Chelsea).

Tendo ganho reputação como excelente jardineiro e taxonomista, em 1759 foi nomeado director do recém-criado Real Jardim Botânico de Kew (Kew Royal Botanic Gardens), cargo que manteve até ao seu falecimento.

Como director dos jardins de Kew, introduziu numerosos melhoramentos e pesquisou incessantemente novas espécies para neles introduzir, criando uma extraordinária rede de correspondentes colectores que cobria, naquela época, toda a Terra.

Em 1789 publicou o Hortus Kewensis, um catálogo das plantas cultivadas em Kew, no qual incluiu a descrição de algumas centenas de novas espécies e a definição de mais de uma dúzia de novos géneros. Uma edição revista e ampliada do Hortus Kewensis foi publicada em 1810-1813 pelo seu filho mais velho, William Townsend Aiton (1766 - 1849), que o tinha sucedido no cargo de director dos jardins de Kew e que tinha sido encarregue pelo rei Jorge IV de projectar os jardins do Pavilhão de Brighton.

A abreviatura padrão Aiton é aplicada em taxa por ele descritos (a abreviatura utilizada para o nome do filho é W. T. Aiton).

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Hortus Kewensis (1789)

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Robert Zander; Fritz Encke, Günther Buchheim, Siegmund Seybold (Hrsg.): Handwörterbuch der Pflanzennamen. 13. Auflage. Ulmer Verlag, Stuttgart 1984, ISBN 3-8001-5042-5
  • Brummitt, R. K.; C. E. Powell (1992). Authors of Plant Names. Royal Botanic Gardens, Kew. ISBN 1-84246-085-4
  • Taylor, George (1970). "Aiton, William". Dictionary of Scientific Biography. 1. New York i luv daphnie: Charles Scribner's Sons. pp. 88–89. ISBN 0684101149

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Botânicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.