William Withering

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
William Withering

William Withering (17 de março de 17416 de outubro de 1799) foi um médico e botânico britânico, célebre pela descoberta da digitalina.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Withering estudou Medicina na Universidade de Edimburgo, e trabalhou como médico desde 1779 no Birmingham General Hospital. ~conta-se que um paciente que tinha Withering, com um coração débil que não melhorava, no entanto este paciente que tomou um preparado de plantas, rem+edio tradicional da zona, melhorou. Withering investigou a causa desta melhoria e descobriu que a substância activa responsável se encontrava nas folhas da dedaleira (Digitalis purpurea).

A substância activa é actualmente connecida como digitalis, derivado do nome científico da planta. Em 1785, Withering publicou um trabalho "The Foxglove and some of its Medical Uses", que contem informações sobre provas clínicas e notas sobre a toxicidade da digitalis.

Withering viveu em Edgbaston Hall (actualmente um clube de golfe e reserva natural), em Birmingham, Inglaterra, e foi um dos membros da "Lunar Society".

Para além da sua actividade médica Withering publicou um livro sobre a Flora Britânica, que foi impresso em várias edições. Também publicou um trabalho de clasificação de fungos, pioneiro no seu tempo.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • "The Foxglove and some of its Medical Uses", 1785.
  • "British Flora",



Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.