Wilson Martins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Wilson Nunes Martins)
Ir para: navegação, pesquisa
Wilson Martins
Wilson Martins
Governador  Piauí
Mandato 2010-2014
Antecessor(a) Wellington Dias
Sucessor(a) Moraes Souza Filho
Vice-governador do Piauí Piauí
Mandato 2007-2010
Antecessor(a) Osmar Júnior
Sucessor(a) Moraes Souza Filho
Deputado estadual  Piauí
Mandato 1995-2006
Vida
Nascimento 17 de maio de 1953 (61 anos)
Santa Cruz do Piauí, PI
Dados pessoais
primeira-dama Lilian Martins
Partido PSDB,PSB
Assinatura Assinatura de Wilson Martins
linkWP:PPO#Brasil

Wilson Nunes Martins (Santa Cruz do Piauí, 17 de maio de 1953) é um médico e político brasileiro, filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Foi governador do Piauí entre 2010 e 2014, sucedendo a Wellington Dias.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Wilson Martins com faixa de governador(a) nas nas comemorações dos 191 anos da Batalha do Jenipapo.

Formado em medicina pela Universidade Federal do Piauí com residência em Neurocirurgia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Neurologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e em Administração Hospitalar e Sanitária pela Universidade Gama Filho no Rio de Janeiro com curso de aperfeiçoamento feito em Berlim, Alemanha, e possui ainda Mestrado em Neurocirurgia pela Universidade de São Paulo. Professor assistente da Universidade Federal do Piauí e neurocirurgião do Hospital Getúlio Vargas em Teresina, integra os quadros da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e também da Academia Brasileira de Neurocirurgia. Foi presidente da Associação Piauiense de Medicina entre 1991 e 1993. Casado com Lilian Martins, têm três filhos: Raphael, Victor e Wilson Martins Filho (falecido).

É sobrinho-neto do político Eurípedes Clementino de Aguiar, governador do Piauí (1916-1920). E também tetraneto de Manoel de Sousa Martins, o visconde da Parnaíba, que governou a mão de ferro durante vinte anos a Província do Piauí (1823-1843), tempo suficiente para cimentar uma estrutura de poder que remanesce até os dias atuais.

Vida política[editar | editar código-fonte]

Concedendo condecoração com a Ordem do Mérito Renascença do Piauí no dia 13 de março de 2014

Entre 1993 e 1994 foi presidente da Fundação Municipal de Saúde na terceira administração de Wall Ferraz frente à Prefeitura de Teresina. Filiado ao PSDB por mais de uma década, foi eleito deputado estadual em 1994, 1998 e 2002, legenda a qual deixaria para ingressar no PSB do qual é presidente do diretório regional no estado. Nomeado Secretário de Desenvolvimento Rural pelo governador Wellington Dias deixou o cargo em 2006 para ser candidato a vice-governador do Piauí na coligação "A Vitória da Força do Povo", que reelegeu o governador ainda em primeiro turno. Em 2000 e 2004 seu irmão, Rubem Nunes Martins, foi eleito prefeito de Wall Ferraz (quando ainda era filiado ao PSDB).

Em 1º de abril de 2010, com a renúncia de Wellington Dias para poder concorrer ao Senado Federal, Wilson Martins assumiu o Governo do Piauí recebendo a faixa governamental das mãos de seu antecessor.[1] .

Em 31 de outubro de 2010, reelege-se governador do Piauí, superando o ex-prefeito de Teresina Silvio Mendes no segundo turno.

Durante o mandato sofreu processo de cassação no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí por denúncia de compra de votos, abuso do poder econômico e abuso do poder político. Se cassado seria o segundo governador do Estado do Piauí a perder o mandato. O primeiro foi o ex-governador Mão Santa no ano de 2001.[2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Wellington Dias
Governador do Piauí
2010 — atualidade
Sucedido por
Precedido por
Osmar Júnior
Vice-governador do Piauí
20072010
Sucedido por
Antônio de Moraes Filho


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.