Wimbledon Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wimbledon Football Club
Nome Wimbledon FC
Alcunhas The Dons, Wombles, The Crazy Gang
Fundação 1889 (como Wimbledon Old Central FC)
Extinção 2004 (mudança para Milton Keynes)
Estádio Plough Lane
Kit left arm.png Kit body thinyellowsides.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
titular
Kit left arm.png Kit body thinblacksides.png Kit right arm.png
Kit shorts.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
editar

O Wimbledon Football Club foi um clube profissional inglês da região sul da cidade de Londres, do bairro de Wimbledon. O clube foi fundado em 1889 (como Wimbledon Old Central Football Club) e foi amador até 1977, quando entrou para a The Football League, na divisão mais baixa até então - a quarta.

Em uma ascensão meteórica, conseguiu promoções a partir de 1982 e chegou finalmente à divisão de elite em 1986. Dois anos depois, venceu o poderoso Liverpool na final da FA Cup (com gol de Lawrie Sanchez), sendo um dos únicos clubes a ter vencido tanto a FA Cup profissional quanto a amadora (esta vencida em 1963). Permaneceu seguidamente na elite inglesa até 2000, sendo que desde 1991 não jogava mais em seu campo habitual - o Plough Lane. A razão foi uma recomendação de que todos os clubes das altas divisões tivessem estádios totalmente com assentos.

Com isso, o Wimbledon fez um acordo com o vizinho Crystal Palace, com ambos passando a utilizar o estádio deste, o Selhurst Park, enquanto o Plough seria utilizado pelas categorias inferiores dos dois clubes. Em 1998, o clube havia conseguido dispor três jogadores para a Copa do Mundo daquele ano: o escocês Neil Sullivan e os jamaicanos Marcus Gayle e Robbie Earle. Outros dois jogaram a Copa do Mundo de 2002 enquanto eram jogadores do Wimbledon: os irlandeses Kenny Cunningham e David Connolly. Curiosamente, à exceção de Cunningham, os demais eram ingleses com origens nas terras que defenderam.

Em 2002, a diretoria resolveu sedimentar os planos para um estádio próprio que atendesse as recomendações, conseguindo a permissão para deslocar o clube para a cidade de Milton Keynes. A autorização veio com a condição de que o o Wimbledon FC seria virtualmente extinto para que a equipe de Milton Keynes tomasse seu lugar na divisão em que se encontrava - com isso, o novo clube teria de renegar o passado como Wimbledon.

A mudança foi extremamente impopular entre os torcedores do Wimbledon. Os mais exaltados fundaram naquele mesmo ano o Association Football Club Wimbledon. Em setembro de 2003, o antigo Wimbledon FC completou sua mudança, e em junho de 2004 tornou-se o Milton Keynes Dons Football Club - o Dons no nome era o apelido tradicional do Wimbledon FC. Curiosamente, a mudança poderia ter ocorrido antes, e para outro país: na década de 1990, os diretores pediram autorização para mandar seus jogos em Dublin, capital da República da Irlanda, com o objetivo de atrair fãs irlandeses que torciam por times ingleses, no que foi negado pela FA.[1]

O ato dos fundadores do AFC Wimbledon inspirou torcedores do Manchester United descontentes com a venda do clube a também fundarem uma equipe nova, o United of Manchester.

Jogadores notáveis[editar | editar código-fonte]

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. LEAL, Ubiratan (04/03/2005). E se o futebol britânico fosse unificado? Balípodo. Visitado em 23/08/2011.