Windows 95

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Logotipo Windows 95
Captura de tela
Produção Microsoft
Família do SO Windows 9x
Estado Descontinuado a 31 de Dezembro de 2001
Lançamento 24 de agosto de 1995 (19 anos)
Versão estável Primeira versão (4.00.950 24 de agosto de 1995 (19 anos)): Windows 95 SP1 dezembro de 1995 (18 anos)/OSR1 1996 (17–18 anos)

Segunda versão (4.00.1111agosto de 1996 (18 anos)): Windows 95 OSR2.5 26 de novembro de 1997 (16 anos)

Interface Barra de Tarefas
Menu Iniciar
Licença MS EULA
Página oficial Indisponível
Cronologia
Último
Último
Windows 3.x
Windows 98
Próximo
Próximo

O Microsoft Windows 95 (codinome Chicago) é um sistema operacional de 16/32 bits criado pela Microsoft. Lançado em 24 de agosto de 1995, o Windows 95 revolucionou o mercado de sistemas operacionais e passou a vir instalado por padrão com o MS-DOS 7.0 (e não mais separado, como era antes), sendo o principal lançamento da empresa na década de 1990. Entre outras coisas, efetivava o sistema de arquivos FAT-16 (ou VFAT). Os ficheiros (arquivos) puderam a partir de então ter 256 caracteres e não apenas 8 como sucedia nas versões anteriores. O salto do Windows 3.1 para o Windows 95 foi enorme e fez com que a Microsoft pulasse para ser a mais popular distribuidora de sistemas operacionais.

Um dos grandes problemas do Windows 95 era a instabilidade ao rodar aplicativos escritos para o Windows 3.x, pois o Windows 95 passava a executar a multitarefa cooperativa (exatamente como o Windows 3.x) entregando ao aplicativo o gerenciamento do processador e da memória, podendo resultar em travamentos e reinicializações do computador, caso o aplicativo executasse alguma tarefa indevida. Portanto, para evitar travamentos no Windows 95 (para quem ainda o usa), é bom evitar usar aplicativos escritos para o Windows 3.x.

Existe uma outra versão do Windows 95, lançada em 1996, chamada de Windows 95 OEM Service Release 2 (OSR 2), com suporte nativo ao sistema de arquivos FAT32. Já o Windows 95, a partir da revisão OSR 2.1, incluía o suporte nativo ao Barramento Serial Universal (USB) e ao Ultra DMA (veja tabela abaixo).Teve o suporte encerrado em 2002.[carece de fontes?]

Versões do Windows 95[editar | editar código-fonte]

Nome da versão Número da versão Ano do lançamento Contém o Internet Explorer? Suporta USB? Suporta FAT32? Suporta UDMA?
Windows 95 Beta 1.4 4.00.189 - Primeira Beta do projeto Chicago a ter o nome Windows 95. 1994 Não - Em 1994 a Microsoft ainda não estava no mercado de navegadores de Internet. Não Não Não
Windows 95 4.00.950 - Esta versão do Windows sempre foi chamada de "950 RC6" porque existiam 4 RCs candidatas a versão madura do build 950. A Release Candidate 6 foi a versão definitiva adotada oficialmente. agosto de 1995 Sim - O Internet Explorer 1.0 vinha apenas com a versão de CD-ROM do Windows 95. Não Não Não
Windows 95 OSR1/SP1 4.00.950a dezembro de 1995(SP1)/1996(OSR1) Sim - Versão 2.0 Não Não Não
Windows 95 OSR2 4.00.950 B ou 4.00.1111 1996 Sim - Versão 3.0 Não Sim Sim
Windows 95 OSR2.1 4.00.950 B ou 4.03.1212-1214 1996 Sim - Versão 3.0 Sim Sim Sim
Windows 95 OSR2.5 4.00.950 C ou 4.03.1214-1216 1997. Sim - Versão 4.0 Sim Sim Sim

Aprenda com o Windows 95[editar | editar código-fonte]

Modo real e modo protegido

Processadores acima do 386 possuem dois modos de operação bem distintos: o modo real e o modo protegido. No modo real o processador funciona como se fosse um 8086, o processador utilizado no primeiro PC. Isto significa que ele utilizará instruções de 16 bits e, o que é pior, conseguirá acessar somente a 1 MB de memória. É o caso do sistema MS-DOS: sua grande limitação é trabalhar apenas no modo real, o que faz com que ele acesse somente 1 MB de memória (destes 1 MB, 640 KB é destinado à memória RAM).

No modo protegido, o processador consegue trabalhar no topo de seu desempenho: além de instruções de 32 bits, consegue acessar a até 4 GB de memória, além de diversos outros recursos, em especial a multitarefa, a memória virtual e o modo virtual 8086.

O Windows 3.x trabalha em modo protegido, e daí a sua grande vantagem: não possui limitações de memória e pode contar com recursos avançados fornecidos pelo processador. Há, todavia, um grande problema: o sistema operacional do Windows 3.x é o MS-DOS. Qualquer operação de manipulação de arquivos requer que o MS-DOS desempenhe este papel; o Windows precisa do MS-DOS para funções básicas.

A idéia era escrever um sistema operacional de modo protegido, que não utilizasse o modo real ou o MS-DOS como base. A Microsoft dizia que era assim que seria o Windows 95.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]